Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII

Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII

Nacionalidade forte, uma marca com produtos 100% brasileiros

A Von Trapp aposta no slow fashion e na pluralidade na passarela e fora dela.

Foto: Wallace Domingues

Como um bom libriano, Marcelo Von Trapp sempre teve afeição por tudo que se refere ao belo e, por isso, começou a buscar nas roupas um artifício para projetar essa beleza. O criador, de 35 anos, nasceu no Chile, na cidade de Quilpué, mas veio para o Brasil muito novo com a família. Foi no retorno à terra natal, aos 11 anos, que ele se aproximou da moda, graças a um casaco de pele encontrado num brechó, que causou curiosidade por sua complexidade de construção.

Durante o colégio, sua mãe tinha um ateliê, e foi ali que ele entrou de fato no caminho da fabricação de roupas, fazendo suas próprias peças. Aos 17 anos, de volta ao Brasil, começou a estudar moda e logo se encontrou no mercado. Marcelo passou por grandes marcas, como Grendene, C&A, Le Lis Blanc Noir e Renner, além de ter estudado na renomada Central Saint Martins, em Londres.

1567436518984322 img52
Foto: Alexandre Furcolin

Toda essa bagagem deu a segurança para o grande passo, em 2017: montar sua própria marca, batizada com seu sobrenome. O começo da Von Trapp não foi fácil. “A autogestão é uma das coisas mais complicadas de realizar nesse país”, diz ele. A seu ver, para gerenciar uma marca é preciso ter responsabilidade por toda a cadeia de produção, além de desenvolver um relacionamento genuíno com todos aqueles que fazem as roupas acontecerem. 

1567436681904122 img54
Foto: Thomas Tebet

“O meu processo criativo é bastante caótico e abstrato”, confessa Marcelo, que procura inspiração em imagens diversas e mantém uma pasta no Pinterest com suas principais referências. A ancestralidade chilena se coloca por meio da rigidez na alfaiataria. Para ele, “o Chile é montanha, enquanto o Brasil é mar”.

 

Marcelo encara a passarela como um palco de expressão, em que os ideais precisam ser legitimados, já que ele pode ser bastante cruel, principalmente quando demanda certo padrão de beleza. Por isso é tão importante defender a diversidade dentro e fora dele. Na sequência de seu primeiro desfile, na Casa de Criadores, foi convidado a vender suas peças nas multimarcas Pair e Pinga, em São Paulo. 

1567436769255189 img66
Fila final do desfile da marca na Casa de Criadores. Foto: Fotosite

Nas araras, ele defende uma moda slow fashion e um produto 100% brasileiro, com peças clássicas reeditadas em novas cores e tecidos a cada nova coleção – um sistema que funciona como uma ferramenta para barrar o consumo desenfreado. Para o futuro, ele planeja abrir uma loja física e online da marca para se aproximar ainda mais de seus clientes.

1567436922772167 img56
Nova coleção da Von Trapp, foto feita para a Pair. Foto: Wallace Domingues
1567437006472363 img60
Nova coleção da Von Trapp, foto feita para a Pair. Foto: Wallace Domingues
1567437016979834 img58
Nova coleção da Von Trapp, foto feita para a Pair. Foto: Wallace Domingues
1567437051550289 img70
Foto: Alexandre Furcolin
1567437090575506 img72
Foto: Alexandre Furcolin
1567437132694814 img68
Foto: Ivan Erick
1567437173833573 img80
Foto: Marcelo Soubhia/Fotosite
1567437232135183 img78
Foto: Wallace Rodrigues
1567437277887191 img74
Foto: Alexandre Furcolin
por Guilherme Rodrigues

Exibições: 269

Responder esta

Respostas a este tópico

Nas araras, ele defende uma moda slow fashion e um produto 100% brasileiro, com peças clássicas reeditadas em novas cores e tecidos a cada nova coleção – um sistema que funciona como uma ferramenta para barrar o consumo desenfreado. 

Responder à discussão

RSS

© 2019   Criado por Textile Industry.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço