Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIV

Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIV

Flávio Rocha: "O Novo Mercado é incompatível com o estilo do nosso fundador"

"Tive cinco conversas com seu Nevaldo sobre o Novo Mercado, em grau decrescente de cordialidade." A frase reflete a dificuldade de Flávio Rocha, presidente da Riachuelo, em convencer seu pai, fundador e presidente da controladora Guararapes, a aderir ao nível mais elevado de governança da BM&FBovespa.

A questão, garante ele, não é o controle, já que em caso de conversão de todas as ações da empresa em ordinárias - isto é, com direito a voto -, a participação do grupo controlador, que detém 90% das ações preferenciais (sem direito a voto) e 70% das ordinárias, poderia até ser ampliada. A resistência diz respeito à mudança estrutural no modo de comando da empresa, gerida com a mão forte do fundador Nevaldo Rocha.

Em palestra no 12º Congresso Internacional de Governança Corporativa, que tem como tema neste ano as empresas familiares, Rocha fez um paralelo com a aviação para definir o modo de comando do pai. "Seu Nevaldo" - como se refere ao pai - comandaria a empresa ao "estilo Boeing", sistema no qual o avião é controlado pelo manche do piloto. Já o filho se diz mais confortável com o "estilo Airbus", no qual a ação do piloto passa por um sistema complexo que avalia o comando e valida a direção. "Sinto necessidade de um órgão de apoio para as decisões", afirma o executivo.

Apesar de descartar o selo do Novo Mercado, Rocha explica que a companhia tem subido degraus em termos de governança. Como exemplos, o executivo cita a prática de teleconferências na divulgação de resultados trimestrais e a presença de membros independentes no conselho fiscal. O conselho de administração, por outro lado, conta apenas com três pessoas, todas ligadas à família.

Quando assumir plenamente os rumos do negócio, a segunda geração da família deve priorizar a migração da empresa para o Novo Mercado. "Enquanto meu pai estiver à frente, vamos aproveitar todas as vantagens de se ter alguém com extrema experiência e capacidade de concentração de decisões no poder", diz Flávio Rocha. "O Novo Mercado é incompatível com o estilo do nosso fundador."

Durante o 12º Congresso Internacional de Governança Corporativa, em São Paulo, o presidente do BTG Pactual, André Esteves, disse que o mercado de capitais brasileiro tem potencial para milhares de companhias. Ele acredita que o ciclo virtuoso do mercado nacional terá continuidade por muitos anos. Hoje, a BM&FBovespa possui cerca de 440 companhias listadas. Destas, contudo, nem todas possuem liquidez significativa.

Esteves destacou que o Brasil possui histórias "maravilhosas" e que já tem grande sofisticação. "Temos um mercado melhor que a maioria dos países do G20", disse ele. "Já começamos a ter companhias com capital pulverizado e 'reverse takeovers' (aquisições reversas)." Sem especificar, o banqueiro afirmou que novos segmentos do varejo devem acessar o mercado de capitais brasileiro, bem como de infraestrutura e empresas da cadeia de óleo e gás.

Na opinião do presidente do BTG Pactual, um dos bancos líderes na coordenação de ofertas de ações, como a economia nacional vai crescer, as companhias terão de se capitalizar para expandir os negócios.

Em apresentação no congresso, Esteves preferiu comparar a economia brasileira à dos Estados Unidos do que à de outros países em desenvolvimento. "Nós somos os Estados Unidos de 60, 70 atrás."

Com uma visão notadamente otimista, o executivo destacou duas características que alçaram o Brasil ao modelo de desenvolvimento americano: a consolidação do equilíbrio macroeconômico e o consenso político acerca de variáveis-chave, como a posição do setor privado como propulsor do crescimento. Esses pontos teriam permitido que o país levasse adiante sua vocação empreendedora. "Temos diversas características em comum com os Estados Unidos, desde a amplitude territorial até a grande presença de imigrantes, que colocaram o empreendedorismo em nosso DNA."

 

Fonte:|http://www.valor.com.br/impresso/empresas/o-estilo-boeing-no-comand...

 

Eccotêxtil – Consultoria Têxtil
Erivaldo José Cavalcanti
Estamos habilitados a examinar seu sistema de custos, promover otimizição, ou desenvolver um específico para sua empresa.
erivaldo@gestaotextil.com
11 – 64460647
11 - 77846336

Exibições: 1154

Responder esta

© 2022   Criado por Textile Industry.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço