Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII

Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII


Fernanda Ralston Semler – Foto: Divulgação

Há 15 anos, a empresária Fernanda Ralston Semler, repensava os valores de marcas consagradas de luxo, como a Versace, onde chegou a trabalhar elaborando as vitrines da grife, ocasião em que teve íntimo contato com seu criador, Gianni Versace. Ela já percebia àquela época – muito antes de virmos a falar de mudança de paradigmas no consumo de luxo, em tempos de pandemia – que haveria uma janela maior e mais coerente com os novos tempos para abordar este universo.

Eis que, movida pelo sentimento de que faltava um sensor para delimitar o que seria o luxo de verdade, ela criou quatro anos atrás o movimento pós-luxo e uma plataforma de certificação www.apresluxe.com.br  para marcas, serviços e produtos que desejam empreender sob esta nova ótica, baseada em cinco filtros seletivos e rigorosos.

“Vejo que algumas pessoas começam a falar desse novo luxo e fico feliz em notar que há uma nova consciência sobre um modo diferente de consumir artigos caros e raros, principalmente no momento em que o mundo se ajoelha diante de um inimigo invisível – a Covid 19 –  que nos obriga a repensar hábitos e crenças com mais equilíbrio, bom senso e coerência, porque percebemos a fragilidade de tudo, e como é inútil se prender a valores rasos”, comenta Fernanda.

No próprio hotel Botanique, empreendimento que ela ergueu há sete anos sob a ótica deste novo luxo, tais conceitos já vêm sendo amplamente aplicados, respeitando-se os filtros inerentes ao pós-luxo – atemporalidade e criatividade, mark up justo, propósito, autenticidade local e qualidade da matéria prima.

E principalmente, dizendo não a tudo que é ostentação ou puro exibicionismo. Seja na gastronomia, no design, nos produtos criados no spa, no café de origem local com o selo Botanique, na reutilização da agua, no replantio de mata no entorno, na curadoria musical, literária e cinematográfica desenvolvida por experts brasileiros exclusivamente para este hotel, entre tantos outros exemplos.

Em diversos segmentos – no design, nas artes plásticas, no setor de serviços, na moda e até mesmo na forma de operar estabelecimentos hoteleiros – as premissas do pós-luxo já se fazem notar, através da escolha de elementos que valorizam e preservam os cinco filtros que os credenciam como genuínos exemplos de negócios desse porte.

Segundo Fernanda, depois da pandemia, o mundo não será mais o mesmo e a lição que fica para todos agora e para as próximas gerações é de novos valores na hora de consumir e apoiar marcas. Sábias decisões de consumo levarão em conta as empresas, serviços e produtos que estão a serviço de propósitos que vão além do lucro, mas que apoiam iniciativas de responsabilidade e inclusão social, protegem pequenos produtores, elevam a expertise de artesãos e criadores a sua merecida grandeza e nutrem o mercado com suas criações cheias de beleza, significado e coerência, principalmente na hora de precificar.

O novo luxo será vitorioso depois dessa pandemia. De que serve consumir apenas pelo prazer de gastar e acumular bens, em detrimento de ser coerente com a realidade e com o que faz sentido para a sociedade como um todo?  Os poucos privilegiados no mundo que ainda conseguem ter acesso a este mercado restrito de produtos de luxo certamente já perceberam que precisam abandonar as velhas manias de consumo e abraçar esta nova verdade.

Exemplo de marcas certificadas na plataforma que já estão fazendo diferente:

Designers

Wen Pan – Londres

Wen Pan é uma marca feminina de Londres lançada em 2018. A marca expande o conteúdo de “Resistência Poética” existente na estética chinesa. A jornada de design começa a partir de traços humanos e termina com peças desconstruídas que traduzem fragilidade em delicadeza. WEN PAN celebra a confiança na imperfeição.A designer trabalhou em casas de moda de renome, como Alexander McQueen e Uma Wang antes de lançar sua marca homônima. Finalmente novos designers demonstrando que o novo luxo / pós-luxo está aqui para ficar!

Rita in Palma – Berlin 

A designer de moda Ann-Kathrin Carstensen fundou sua Rita in Palma em 2012. Com as mulheres da Turquia, Síria, Paquistão, Líbano e Kosovo, ela cria lindamente jóias e acessórios feitos à mão com crochê de alta qualidade.

Handred, Rio de Janeiro

Elegante, despretensiosa e com espírito easy-chic a marca de André Namitala se destaca pela forma original que se coloca fora dos parâmetros cansados da moda convencional. Fundada em 2012, a Handred é atemporal, funciona para todos os gêneros e apresenta em suas peças o extremo cuidado com a sua matéria-prima – item fundamental para figurar na lista après-luxe.

Against Nature, New York

Este atelier de alfaiataria de extrema qualidade em NYC é criação e trabalho de quatro designers: Amber Doyle, Jake Mueser, Simon Jacobs e Ryan Matthew. Os quatro amigos, que estão sempre presentes nas cenas de música, arte e moda de NY – conseguiram criar ternos e acessórios com uma sensibilidade moderna, misturando métodos tradicionais com a originalidade criada pelo trabalho do grupo.

Dries Van Noten

Nascido em Antuérpia, em 1958, Dries Van Notem é a terceira geração de uma família de alfaiates. Com apenas 18 anos, Dries entrou no curso de design Antwerp Royal Academy e logo no primeiro ano foi um grande sucesso de originalidade. Ao longo de sua carreira Dries vestiu atores e atrizes para o Academy Awards, a rainha da Bélgica além de diversas dance companies. Artista de mão cheia e com um olhar sempre inovador, este designer integra com louvor a curadoria Après-Luxe como uma grande fonte de inspiração.

Strategic Business Unit, Rome

A flagship store da marca SBU, também conhecida como Strategic Business Unit, ocupa uma oficina do século XIX perto da Piazza Navona, repleta de colunas de ferro fundido e prateleiras de madeira antiga. Com jeans, lindamente lapidados em denim japonês de ponta, você também pode escolher camisas, jaquetas, chapéus, suéteres e camisetas casuais, tudo exclusivo e cuidadosamente trabalhado.

Les Catherinettes – Barcelona

O trabalho desta designer de chapéu está mais próximo do artístico. Nasce de um material, textura ou cor e sobe em tridimensionalidade, como um vaso nascido de uma poça de água e barro. É assim que surge cada chapéu, sendo único e irrepetível. Ela trabalha a partir do todo, assim como um escultor faz, visualizando cada ângulo da peça. que está sendo criada.

Gastronomia 

Belcanto – Lisboa

“Somos inconformistas por natureza. Todos os dias queremos encontrar respostas para as perguntas que nos vão surgindo de forma a evoluir e avançar”, diz o chef português, José Avillez. Estes mandamentos são os pilares que, neste momento, melhor definem seu trabalho e como ele mesmo diz, é essa redundância que os torna mais resistentes.

Lasai – Rio de Janeiro

Não é à toa que o carioca Rafa Costa e Silva conquistou uma estrela do Guia Michelin com o Lasai. Sua cozinha é autoral, artesanal, sutil e única. Sem dúvida merece o destaque que vem ganhando não só entre os locais, como entre “food trotter”.

Aska – New York

Localizado em um antigo armazém restaurado de 1860, à beira da Ponte Williamsburg, o Aska é o restaurante de Brooklyn, com duas estrelas Michelin, dirigido pelo chef sueco Fredrik Berselius. Oferece menus de degustação incrivelmente originais e sazonais em uma sala de jantar intimista e cheia de boss.

L’Arpege – Paris

Um jantar no restaurante L’Arpege, do chef Alain Passard, ilustra claramente o conceito après-luxe: não é barato, ao contrário, mas vale cada centavo que custa. Três estrelas no Michelin não são suficientes para classificar a sublime cozinha que pratica, com exuberância de aromas, chamas, cores e sabores de um gênio das caçarolas, um mestre com os vegetais, capaz de transformá-los em iguarias de textura e sabor únicos.

Artes Plásticas 

Domingos Tótora

Este artista mineiro, nascido e criado na belíssima região de Maria da Fé escolheu o papelão como matéria principal para as suas peças de design.com material reciclado ele cria objetos e esculturas extremamente atemporais e inovadoras. Repletas de histórias e curvas mágicas a beleza de suas obras é inseparável da funcionalidade das mesmas.

Yankatu

Repleta de paixão e criatividade, a designer Maria Fernanda Paes de Barros demonstra através de seu trabalho e suas peças modernas e sofisticadas que sim, é possível trazer alma, além de todos os filtros do movimento après-luxe, para a confecção de seus produtos.Ela acredita ser possível colher pedaços do Brasil afora e costurá-los em um patchwork de possibilidades infinitas e também que nosso artesanato é patrimônio nacional.

Heloisa Crocco 

Em seu atelier, a artista desenvolve, além de outros projetos, sua principal linha de pesquisa que se baseia nos veios do cerne da árvore, que representam o crescimento da planta. “Descobri que com o jato de areia a madeira mole saía e naturalmente a madeira ficava como que um carimbo.”

Patrick Dougherty

O Incrível trabalho deste artista americano se tornou monumental na escala e na importância de suas intervenções. Combinando seu talento em carpintaria e seu amor pela natureza, suas esculturas são aclamadas internacionalmente e já receberam vários prêmios como o Factor Prize Award 2011 e Grant Award.

Ori Sonnenschein

O designer israelense Ori Sonnenschein teve novamente uma ideia completamente inédita!Usar cascas de laranja para criar acessórios que são biodegradáveis. Ele considera sua coleção Solskin uma reverência ao constante otimismo da natureza. A variedade de texturas, elasticidade e cores mesmo partindo da simplicidade de uma laranja, são os fatores de enorme ruptura com o luxo tradicional.

Antonia Almeida e Fabio Esteves – 80e8

Com uma conexão criativa forte e vontade de desenhar o mundo de forma inovadora, estes dois artistas criaram através dos projetos que trabalham uma obra que conversa diretamente com o pós-luxo. Trata-se de uma obra cheia de valor agregado e incrível rigor técnico.

O “Banco o Conhecimento do Sustento do Homem” além de trazer um significado enorme dentro da sua proposta possui uma tiragem limitada, novo uso para materiais e uma dinâmica especial de sustentação através do atrito entre cada página dos livros e os cabos de aço e esticadores tencionados. Bravo!

Hotelaria 

Weisses Kreuz – Salzburg

O nome Weisses Kreuz data do século XVI, assim como o próprio edifício. A histórica cidade de Salzburgo é uma joia da cultura musical e urbana europeia é também um oásis de espiritualidade. Com essa ideia, o renomado colecionador de arte e designer de interiores belga Axel Vervoordt, colaborou com os melhores artesãos da região para restaurar o Weisses Kreuz. O trabalho resulta em uma experiência emocionante de elegância contemporânea e da verdadeira hospitalidade.

Hotel Botanique – Mantiqueira

Genuíno empreendimento pós-luxo na Serra da Mantiqueira, cravado no Triângulo da Serra, que inclui os municípios de Campos do Jordão, São Bento do Sapucaí e Santo Antonio do Pinhal, é cercado de muito verde, com cenários de tirar o fôlego, bosques e jardins luxuriantes, e um staff atuando com muita eficiência, para que a jornada do hóspede seja perfeita.

Orgulho da casa, e ocupando 900 m², seu spa d’água dispõe de menu de massagens com versões brasileiras e autênticas de tratamentos corporais, alguns originados dos indígenas ou afro-brasileiros.

Na gastronomia, o foraging (cozinha do campo para a mesa) é levado a sério no restaurante Mina, comandado pelo chef Gabriel Broide e traz receitas que utilizam ingredientes colhidos no dia, das 350 caixas de hortas que circundam o hotel. O mesmo conceito se aplica na carta de drinks, com especialidades trazidas do campo para as taças do Botanique, com a possibilidade de o hóspede acrescentar ao seu gim  botânicos de sua preferência. Não bastasse tudo isso, ainda há uma biblioteca com títulos selecionados por Cassiano Elek Machado, e uma sala de cinema a dois, que você pode reservar para assistir à uma seleção cuidadosamente montada pelo crítico Inácio Araujo

Blend de café próprio, curadoria de águas da região, móveis de artistas e designers brasileiros e um bom gosto espalhando beleza e harmonia por todos os cantos – dos salões, aos apartamentos, vilas e suítes, ao restaurante, bar e  spa, são festa para os olhos e harmonia para o espírito. Tudo isso, criteriosamente inserido dentro do conceito pós-luxo que ancora toda a criação e operação do hotel, e que foi idealizado pela sócia Fernanda Ralston Semler para expressar o que é luxo com propósito e razão de ser.

https://harpersbazaar.uol.com.br/estilo-de-vida/o-novo-luxo-em-temp...

Para participar de nossa Rede Têxtil e do Vestuário - CLIQUE AQUI

Exibições: 509

Responder esta

© 2020   Criado por Textile Industry.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço