Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII

Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII

Outono 2015: Pantone revela as cores preferenciais para a temporada

A temporada de moda outono-inverno 2015-2016 arranca esta quinta-feira (12) com a semana da moda de Nova Iorque. Como já é de costume antes do inicio dos desfiles, Pantone revela quais são as cores mais usadas pelos estilistas nessa temporada.

A cartela de cores conversa com os anos 70, repleta de tons opacos e terrosos, com a cor do ano, Marsala, sendo a segunda cor mais usada nas coleções.

Paleta de cores do Pantone Color Institute para a moda outono-inverno 2015. Foto: Pantone
De acordo com Leatrice Eiseman, administradora delegada do Pantone Color Institute, “os criadores estão a encontrar semelhanças entre aquela década e o presente, ou seja, agitação financeira, conflitos internacionais e alterações climáticas”.

"Mesmo que a economia pareça estar em ascensão, ainda há aqueles que se sentem inseguros sobre os acontecimentos mundiais significativos, tanto politica como ecologicamente", disse Eiseman.

"Os anos setenta foram também um momento em que o público emergia de uma recessão [no início da década]. Houve ainda um crescente interesse na preservação da natureza. Utilizar tons de terra dá às pessoas um sentido de enraizamento e aterramento, similar ao sentimento que as pessoas tínham nos anos setenta”.

"A ideia é que as pessoas estão a buscar agora algum senso de equilíbrio. Essa paleta não é só de tons pastel ou só de tons vibrantes, mas sim sendo um pouco mais experimental. Você pode ver uma certa quantidade de equilíbrio e confiança a partir dessas cores", disse Eiseman.

"O consumidor quer sentir-se confortável, mais equilibrado e não tão abstrato. É uma paleta de cores em evolução, mas é uma evolução sútil".

Eiseman acrescentou ainda a permanência do andrógeno ou 'no-gender' (sem género) para a moda, que tem ligação direta com essa paleta de cores unissexo.

Exibições: 947

Responder esta

Respostas a este tópico

 "O consumidor quer sentir-se confortável, mais equilibrado e não tão abstrato. É uma paleta de cores em evolução, mas é uma evolução sútil".

Eiseman acrescentou ainda a permanência do andrógeno ou 'no-gender' (sem género) para a moda, que tem ligação direta com essa paleta de cores unissexo.

Responder à discussão

RSS

© 2020   Criado por Textile Industry.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço