Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XVI

Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XVI

Pesquisa do IBGE mostra que o setor de vestuário corta pessoal há quase cinco anos e o setor têxtil demite há praticamente quatro anos

Indústria completa 3,5 anos de corte

A indústria completou, em março três anos e meio de demissões, e hoje emprega a menor contigente de trabalhadores em toda a série histórica de pesquisa pelo Instituto Brasileiro de Pesquisa Geográfica e Estatistíca (IBGE), iniciada em dezembro de 2000

Exibições: 240

Responder esta

Respostas a este tópico

A queda no quadro de empregos é fruto da falta de coerência do governo federal que não se atem a um setor gerador de grande quadro de mão de obra predominantemente feminina, de pouca qualificação, arrimo de família, que sofre com a ignorância dos gestores que não dão atenção a este importantíssimo segmento, imagine, não existe uma cidade no país que não tenha pelo menos uma micro empresa do vestuário, que emprega no mínimo dois a três profissionais. Veja quanto o BNDES concedeu às empresas do setor nos últimos anos, quase nada, daí como se manter, como crescer, como se desenvolver. Isto é assunto para longos debates e muito choro.

Tema com importante significação que recomendo ser conversado/analisado/discutido pelos Profissionais da ABTT.

Julio Caetano

O texto cita muita taxa negativa, mas não cita que o consumidor final mudou o comportamento de compra, nunca vi tanta gente comprando pela internet de sites estrangeiros, até vestidos de festa e de noiva. Vi várias empresas perderem clientes por não se programaram/investirem e paralelo à isso à falta de mão de obra especializada. 

Responder à discussão

RSS

© 2023   Criado por Textile Industry.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço