Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII

Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII

Da Concepção-a-especificação           


Novas ferramentas de gestão voltadas às áreas de criação de moda e compras, já muito difundidas globalmente, começam a chegar no Brasil e prometem substanciais ganhos de performance para toda a cadeia do vestuário.

 

Conhecidas como PLM (Product Lifecycle Management), esses sistemas ,vindos de outras indústrias complexas, se integraram e se adaptaram ao mercado de moda , tendo como foco o processo de ciclo de vida do produto, desde sua pré-concepção, inspiração/tema, combinação, cores, tecidos, aviamentos, design, desenvolvimento, protótipo, produção, preços e até distribuição e vendas.

Hoje, empresas de todos os portes no Brasil iniciam seus controles em sistemas após o nascimento do produto e não conseguem controlar e medir umas das principais áreas de seu negócio, a criação do produto. O PLM provê uma visão geral de todas as fases pelas quais uma roupa passa até chegar ao consumidor.

Ele integra pessoas, dados, processos e sistemas de negócios e fornece o histórico completo de todas as informações sobre o produto para as empresas e parceiros, com o objetivo de garantir a comunicação de todos, possibilitando medir a performance dos envolvidos ,focando na qualidade do processo e do produto.

O conceito Product Lifecycle Management (PLM) tem ajudado inúmeras empresas de vestuário e varejistas no mundo a reduzir custos, aumentar a produtividade, melhorar a eficiência e a freqüência de suas linhas de produtos. Permite que as empresas de moda criem desenhos, especificações de estilo, estrutura de produto, formem preço, mostruário, requisição de cotação (RFQ’s), e gerenciem aprovações, tudo de forma integrada e de fácil acesso a todos os envolvidos.

O suporte ao compartilhamento de informações com os diferentes departamentos (locais ou globais) garante o aumento da produtividade e a assertividade de toda a cadeia. O principal benefício da colaboração de fornecedores e outras partes envolvidas é gerenciar coleções em banco de dados em plataforma única, de modo que tudo fica organizado, bem gerido e cuidadosamente planejado.

Anteriormente os sistemas de automação de ciclo de vida eram utilizados somente por empresas de grande porte com altos orçamentos de TI, para investir em implementações caras e de longo prazo. Com a necessidade cada vez maior de aumentar a eficiência, deu-se origem ao sistema PLM, que ,ao contrário do sistema convencional ,são mais leves no orçamento e requerem menos tempo de implementação. A chegada desses sistemas à nossa realidade será o novo passo no mercado nacional.

Sistemas adaptados à realidade nacional e com foco em pequenas e médias empresas estão desembarcando por aqui e são capazes de revolucionar a cadeia do vestuário, permitindo ao departamento de criação de moda lidar com a informação e aos gestores medir a performance de toda a cadeia.

 

 

PLM "Must be"

No mercado altamente competitivo de hoje, um sistema de PLM se torna a próxima onda de automação das empresas de vestuário. Ele não só permite que empresas da moda mantenham o ritmo acelerado, como permite atender a crescente demanda da moda, oferecendo vantagem sobre a concorrência.

 

Características do PLM:

• Elimina o Processo manual

• Sistema de Comunicação integrada - Colaboração com fornecedores, agentes, clientes, etc.

• Sistema personalizado e focado no mercado

• Alto ROI (retorno de investimento)

• Baixo TCO (Custo Total de Propriedade)

 

Os principais benefícios incluem:

• Maior Eficiência

• Redução de Custos

• Melhoria da Qualidade

• Time to market

 

* Vivien Barna é Gerente de Novos Negócios da Millennium Network.

vivien@millennium.com.br

 

 

Exibições: 628

Responder esta

© 2020   Criado por Textile Industry.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço