Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII

Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII

Por que a Fabricação Lean é o presente da Indústria da Moda

O que é o Lean manufacturing? A indústria da moda, da produção de tecidos à compra de roupas nas lojas e online, passam por um momento de grande transformação, ligada a uma mudança geral no estilo de vida, nos hábitos e até nos valores das pessoas. A tecnologia digital, a economia compartilhada, o tempo que se torna um fator cada vez mais importante em todas as atividades humanas, a renovada sensibilidade ambientalista e animalista, são tendências transversais que também impactam o mundo da moda. Como passar pela fase de transformação, preparando-se para enfrentar a próxima, em que provavelmente os temas que vemos hoje na fase nascente farão parte do mainstream e serão dados como garantidos?

Prever o futuro é impossível, mas já existem ferramentas organizacionais e produtivas capazes de dar flexibilidade e adaptabilidade à indústria e, acima de tudo, capazes de otimizar resultados, reduzir o desperdício e criar processos produtivos que aprendem com a experiência e se tornam cada vez melhores: estamos falando sobre manufatura enxuta.

O que é Lean Manufacturing?

 

Lean é uma filosofia de produção nascida nos anos sucessivos à Segunda Guerra Mundial no Japão, particularmente na fábrica da Toyota, o Lean é capaz de se adaptar a qualquer setor. Lean significa "enxuto" e é mais que um método de produção, é um sistema de pensamento baseado em 5 princípios (em japonês são todas palavras com "s", portanto 5S), ou seja, Senso de Utilização Organização, Limpeza, Saúde e Disciplina e no kaizen, conhecido como melhoria contínua. Na base, há o entendimento do que representa valor para o cliente, portanto, a identificação do fluxo de valor para cada produto,e a capacidade de tornar esse fluxo contínuo, fluido e suave, precisamente, a busca contínua pela perfeição através de análise precisa das fases de produção já realizadas, para aprender com elas.

 

As diferentes correntes do Lean: PESO

 

As vantagens de adotar a filosofia Lean Manufacturing, ou produção Lean, residem principalmente na capacidade de se adaptar a um contexto em constante evolução, de responder a um cenário de competitividade global. A redução de desperdício na base do Lean é então um princípio que hoje o cliente final aprecia e que provavelmente amanhã será uma condição sine qua non para permanecer no mercado. Não é por acaso que existe uma corrente específica do Lean que enfoca o aspecto ecológico, o Lean green, de fato, e no que diz respeito à indústria têxtil e à produção de roupas, foi desenvolvida uma metodologia que implementa o Lean expressamente nesta indústria e que leva o nome de PESO, que é Pessoas, Ergonomia, Sustentabilidade e Desempenho Operacional, das quatro dimensões que a animam. A tecnologia digital, então, com a possibilidade de coletar dados e processá-los para rastrear cenários, fazer previsões e otimizar resultados, parece estar alinhada com os 5s e o kaizen.

A redução de resíduos no Lean resulta na frase "faça mais com menos". Você pode chamar de "desperdício" o que não contribui para a produção, as chamadas tarefas sem valor agregado, geralmente resumidas em 7 pontos:

  1. Transporte, ou seja, a movimentação de produtos não funcionais para o processo de transformação;
  2. Inventário, isto é, componentes, processos, produtos acabados que não são utilizados na produção;
  3. Movimentação ou movimentos desnecessários de máquinas ou pessoas;
  4. Interrupções ou paradas de produção que interrompem o fluxo causado por má organização;
  5. Superprodução, ou seja, produção que excede a demanda;
  6. Excesso de processamento, ou seja, desperdício de trabalho associado ao uso de ferramentas inadequadas ou design inadequado;
  7. Defeitos ou desperdício de energia gasto na busca e correção de defeitos.

 

Qualquer pessoa que conheça superficialmente o ciclo de produção de uma coleção de moda pode compreender imediatamente o escopo de uma opção de produção capaz de mitigar substancialmente o impacto de todos esses fatores de desperdício. Melhor uso do tempo trabalhado da equipe, redução de desperdícios, ciclos de produção mais curtos, redução no nível de estoques, aumento da produtividade, otimização do uso de máquinas e espaço ... já são decisivos para a competitividade, no futuro serão ainda mais.

https://blog.exekon.com/pt/por-que-a-fabrica%C3%A7%C3%A3o-lean-%C3%...

Para participar de nossa Rede Têxtil e do Vestuário - CLIQUE AQUI

Exibições: 652

Responder esta

Respostas a este tópico

  A redução de resíduos no Lean resulta na frase "faça mais com menos". Você pode chamar de "desperdício" o que não contribui para a produção, as chamadas tarefas sem valor agregado, geralmente resumidas em 7 pontos:

Responder à discussão

RSS

© 2019   Criado por Textile Industry.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço