Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XI

Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XI

“GO TEX SHOW 2013”

Posicionamento dos Promotores do evento

 

Fomos surpreendidos nesta data por uma convocação da ABIT – Associação Brasileira da Indústria Têxtil e do Sinditêxtil-SP, entidades às quais dedicamos o maior respeito e consideração, para manifestação dos empresários do setor durante o primeiro dia de realização da “GO TEX SHOW – Feira internacional de Produtos Têxteis”, evento promovido pelo Grupo China Trade Center com o apoio da CCCT - Câmara de Comércio da China para Importação e Exportação de Têxteis e Vestuário e do CCPIT TEX - Conselho da China para a Promoção do Comércio Internacional através do Sub-Conselho da Indústria Têxtil.  

 

O documento incorre em diversos equívocos e distorções sobre o posicionamento mercadológico e os objetivos da “GO TEX SHOW”. O primeiro deles diz respeito à chamada do evento - “Descubra o Caminho das Importações dos Grandes Varejistas”, atribuindo à mesma uma conotação agressiva e de destruição de empresas e de empregos. Esclarecemos que, muito pelo contrário, nosso objetivo – amplamente divulgado desde o lançamento do evento – é atuar como uma global sourcing para as confecções brasileiras, que encontrarão no evento produtos diferenciados, design e serviços. Tudo da melhor qualidade e com um custo racional, ou seja, todos os recursos necessários para se tornarem globalmente competitivas sem a necessidade de viajarem para o exterior. 

 

A referência aos grandes varejistas está baseada em números reais, uma vez que cerca de 30% dos expositores da “GO TEX SHOW“ já realizam negócios com empresas brasileiras, na sua maioria grandes grupos e grandes empresas. A rodada de negócios realizada no último mês de abril na sede do Grupo China Trade Center, em São Paulo, reuniu empresários chineses com representantes de empresas brasileiras como Pernambucanas, Centauro, Carrefour, Zavatex, THG e Sueco, entre outras. A Feira vai proporcionar também às pequenas e médias empresas brasileiras acesso aos mesmos produtos, sem a necessidade de investir tempo e recursos para a viagem, encurtando distâncias e minimizando custos.

                                                                                                          

Outro objetivo da “GO TEX SHOW” é fortalecer este intercâmbio que já existe entre empresas e profissionais têxteis da China e do Brasil, promovendo a troca de informação e tecnologia inclusive através de sua programação de palestras, que irá orientar as empresas brasileiras no “caminho das pedras” sobre como vender para o país mais populoso do planeta e com alto poder aquisitivo, cujos habitantes têm uma grande simpatia pelos produtos e pela cultura brasileira.

 

Sobre a ausência de empresas brasileiras entre os cerca de 350 expositores do evento, esclarecemos que, até mesmo por seu posicionamento de global sourcing, a “GO TEX SHOW” é aberta à participação de empresas de todos os continentes. Lançada no último mês de abril em São Paulo, foi amplamente divulgada junto à indústria têxtil nacional, incentivando a participação de empresas brasileiras. Esta divulgação incluiu uma reunião com a diretoria da ABIT, no dia 25 de abril, na sede da entidade, para apresentar o projeto do evento. Na ocasião, atendendo a um pedido da ABIT, fizemos a alteração do nome do evento – inicialmente denominado “GO TEX BRASIL”.  A reunião entre a diretoria da entidade e executivos do Grupo China Trade Center, do CCCT - Câmara de Comércio da China para Importação e Exportação de Têxteis e Vestuário, promotores do evento, transcorreu em clima de cordialidade e, em momento algum até a presente data, os representantes da ABIT questionaram qualquer concorrência desleal gerada pelo evento. E estamos confiantes de que teremos diversos expositores brasileiros já no próximo ano, como resultado do trabalho cuidadoso e profissional realizado nesta primeira edição, que já conta com o apoio de importantes entidades representativas de diversos elos da cadeia produtiva têxtil: Abravest - Associação Brasileira do Vestuário; Alobrás – Associação de Lojistas do Brás; Sinvest/GO - Sindicato das Indústrias do Vestuário do Estado de Goiás; Scatvaesp – Sindicato do Comércio Atacadista de Tecidos e Vestuário do estado de São Paulo; Sinroupas – Sindicato das Indústrias de Confecções de Roupas em Geral de Goiânia; Sindivest/MS – Sindicato das Indústrias de Vestuário, Tecelagem e Fiação de Mato Grosso do Sul; Sicon - Sindicato das Indústrias de Confecções do Estado do Tocantins e Sindiveste/DF - Sindicato das Indústrias do Vestuário do Distrito Federal.

Para dirimir qualquer questionamento sobre o comércio leal e saudável que iremos promover na “GO TEX SHOW”, informamos que todos os mostruários expostos no evento respeitarão as vias legais de entrada no país e que a Receita Federal estará, a nosso convite, supervisionando toda a movimentação da Feira, garantindo total respeito à legislação brasileira vigente. Tudo foi acertado durante reuniões prévias realizadas entre os promotores, organizadores e a Receita Federal. Importante destacar que a “GO TEX SHOW” é uma feira de pedidos e nenhuma venda de produtos será realizada dentro da mostra. Inclusive, todos os mostruários dos expositores chineses serão doados para entidades assistenciais do Brasil, como a Casa André Luiz, por exemplo.

 

Nossa atuação no segmento de feiras de negócios é ancorada em uma vasta experiência de realizar feiras similares à “GO TEX SHOW” na China e em outros continentes, como Austrália (“China Clothing & Textile Expo”), França (“China Textile and Apparel Trade Fair”) e Estados Unidos (“China Textile and Apparel Trade Show”), sempre promovendo o intercâmbio comercial e profissional dos países onde se realizam as mostras.

 

Reafirmamos nosso respeito e consideração à indústria têxtil brasileira e a todas as suas entidades representativas, assim como nosso compromisso pela realização de um evento ético e dentro de todos os parâmetros legais da legislação nacional vigente, com o objetivo de contribuir para que as empresas nacionais se tornem cada vez mais competitivas no cenário global.

 

Atenciosamente,

 

Pan Faming

Diretor do Grupo China Trade Center

 

Exibições: 410

Responder esta

Respostas a este tópico

Nao sei o porque de tanta preocupaçao, fui nessa feira em Paris e achei tudo caro!

engraçado...procurei no fórum e não encontrei a referida matéria que esses organizadores estão falando...alguém me disse que foi postada a convocação da Abit nesse fórum.

Alguém pode me ajudar ou esses tais promotores estão mentindo ?

No documento inicial de convocação a Abit e Sinditêxtil assumem isoladamente a convocação em contraponto ao divulgado hoje, citando as centrais sindicais como participantes do movimento. Isso é verdade?

O que está acontecendo? Como não encontrei o referido post inicial de convocação, fica difícil entender...

Caro Hilário.

Segue o link da primeira convocação:

http://textileindustry.ning.com/profiles/blog/show?id=2370240%3ABlo...

Responder à discussão

RSS

© 2019   Criado por Textile Industry.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço