Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIV

Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIV

Milhares de trabalhadores protestaram exigindo salários mais altos nas empresas que fornecem roupas baratas para varejistas como Wal-Mart

Trabalhadores do setor têxtil protestam em Bangladesh

Trabalhadores protestam em Bangladesh: trabalhadores em greve entraram em confronto com a polícia pelo terceiro dia consecutivo, causando cerca de 100 feridos

Daca - Protestos violentos fecharam cerca de 250 fábricas de vestuário em Bangladesh, perto da capital Daca, nesta quarta-feira, quando milhares de trabalhadores protestaram exigindo salários mais altos nas empresas que fornecem roupas baratas para varejistas como Wal-Mart.

Trabalhadores em greve entraram em confronto com a polícia pelo terceiro dia consecutivo, causando cerca de 100 feridos. A polícia revidou, disparando balas de borracha e bombas de gás lacrimogêneo.

"Fomos obrigados a fechar todas as fábricas de vestuário em Ashulia temendo mais vandalismo, e também por razões de segurança, após os distúrbios dos últimos dias", disse Mohammad Atiqul Islam, presidente da Associação de Fabricantes e Exportadores de Vestuário de Bangladesh.

Existem cerca de 250 fábricas no distrito industrial de Ashulia, que fornecem mercadorias para a maioria das principais marcas ocidentais, incluindo Walmart, H&M, Gap e Eagle, disseram autoridades de negócios.

Os trabalhadores das fábricas exigem que o salário mínimo seja aumentado para 8.000 takas (103 dólares) das atuais 3.000 takas (38 dólares).

http://exame.abril.com.br/mundo/noticias/protestos-violentos-fecham...

Exibições: 293

Responder esta

Respostas a este tópico

COMO A CONFECÇÃO NACIONAL PODE CONCORRER?? ALÉM DA LEGISLAÇÃO/PROTEÇÃO TRABALHISTA QUE TEMOS AQUI, ELES REIVINDICAM U$ 103 OU SEJA, ALGO EM TORNO DE R$ 225,00/MÊS ENQUANTO O NOSSO SALARIO PASSA DE R$ 1.000,00 E COM BAIXÍSSIMA PRODUTIVIDADE. 

É logico que o título do post nos dá a impressão que nos remete alguma esperança...

Parece que quando lemos o título do post (e de outros) temos a impressão " tá vendo...eles vão se ferrar...agora vamos dar a volta por cima...tá vendo...eles estão fazendo tudo errado e teremos uma chance.."

 

Pois é, Antônio N. Lucena, ao lermos o post nossas "esperanças" mudam...

 

Esse deixou de ser nosso mercado.. temos que nos preparar para mercados de maior valor agregado... não dá para concorrer com esses países... podem isentar fiscalmente tudo... ainda assim ... será difícil...tem o problema do acesso da matéria-prima mais barata e tecnológica...da baixa produtividade...etc..

 

Alguém se lembra quando o salário mínimo no Brasil equivalia à 60,00 Dólares americanos?

Éramos, os da indústria têxtil,os primeiro a abrir o bico reclamando de tudo! 

Notem que hoje o salário minimo está em torno de 300 dólares, e continuamos a reclamar de tudo!

Conclusão: O problema não está lá, o problema está aqui!!!

Responder à discussão

RSS

© 2022   Criado por Textile Industry.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço