Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano IX

Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano IX

Quem é o pichador misterioso responsável pelas roupas sensação da Gucci

“Foi completamente surreal”, conta o artista Trevor Andrew, do Brooklin, sobre ver a cantora Beyoncé nos palcos, durante a turnê de Formation, usando um dos casacos vermelhos de raposa customizados por ele para a Gucci. A peça tem um desenho de diamante e uma dupla de Gs, um voltado para o outro.

Reprodução

Reprodução

Surreal, na verdade, é pouco para descrever a trajetória desse ex-skatista e snowboarder profissional, que, em busca de uma fantasia de Halloween, há alguns anos, cortou dois buracos para os olhos em um lençol da Gucci e colocou na cabeça. Enquanto ele andava pela cidade, as pessoas gritavam “Gucci ghost!” e isso o inspirou a marcar tudo o que estivesse ao alcance de seus braços com um logo da marca de luxo e postar em sua conta pessoal do Instagram.

Enquanto a maioria das etiquetas se desespera na tentativa de conter as cópias, o rebelde da moda e diretor criativo da Gucci, Alessandro Michele, não ligou para seus advogados quando soube, pelo fotógrafo Ari Marcopoulos (amigo de ambos), que Trevor se apropriava das insígnias icônicas.

“Eu achei genial, na verdade, a forma de ele usar o símbolo da label”, conta Alessandro. O designer levou Trevor ao ateliê da Gucci, em Milão, e pediu que ele fosse fundo com os sprays e pintasse o que quisesse nas amostras do inverno 2016 da marca. O resultado, de sabor ilegal – que inclui jaquetas, saias e bolsas cobertas com Gs escorrendo e discos voadores em formato de ovos –, foi inteligentemente colocado na passarela, mudando a percepção sobre o que é a autenticidade.

http://elle.abril.com.br/moda/quem-e-o-pichador-misterioso-responsa...

Para participar de nossa Rede Têxtil e do Vestuário - CLIQUE AQUI

Exibições: 217

Responder esta

Textile Industry

O Maior Portal de Informações Têxteis e do Vestuário do Brasil

Eventos

© 2017   Criado por Textile Industry.

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço