Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII

Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII

Riachuelo: China é competitiva, mas têxtil importado não atende plenamente varejo

SÃO PAULO - O presidente da varejista Riachuelo, Flávio Rocha, defendeu que a importação de itens de vestuário não é capaz de atender plenamente o varejo brasileiro. A uma plateia de empresários da indústria, ele considerou que a produção chinesa é altamente competitiva, mas não satisfaz a demanda dos varejistas por velocidade na disponibilização dos produtos nas lojas.

"A China é extremamente competitiva e o governo deu muito peso para a indústria têxtil, mas a China não consegue prover o que é mais importante na moda, que é a velocidade", declarou o executivo.

Rocha defendeu a integração e o diálogo entre fornecedores nacionais e varejistas. Para ele, esse processo permite atender melhor à demanda dos consumidores.

Fast fashion

Durante o mesmo evento, o diretor da Bain&Company Alfredo Pinto apresentou um levantamento apontando que, no mundo, as empresas de vestuário com melhores resultados têm sido as que adotam o modelo do "fast fashion", o qual prega agilidade na oferta de roupas com tendências de moda.

Rocha acrescentou que a Riachuelo tem investido no fast fashion por meio de um modelo integrado entre sua operação de varejo e a fabricação das peças pela Guararapes, a controladora da Riachuelo. "Eficiência se constrói no estreitamento da relação entre indústria e varejo", concluiu.

Estadão Conteúdo

Para participar de nossa Rede Têxtil e do Vestuário - CLIQUE AQUI



Exibições: 734

Responder esta

Respostas a este tópico

É uma constatação correta, mas fora de época; os grandes importadores e alguns pseudos profissionais QUEBRARAM inúmeras empresas de nossa Cadeia Têxtil, e agora fazem esta constatação.
Eu mesmo fiz mensagens ao Grupo Riachuelo, ALERTANDO sobre equívocos que vinham praticando; infelizmente recebi algumas respostas sem eira nem beira, notadamente de "pseudos profissionais" do grupo.

Cordiais Saudações Associativas
Julio Caetano
"AGORA"??!!, isto é no minimo brincadeira! O pais quase vai a banca routa, com todas as importações feitas em passado muito recente e ninguem veio falar que a CHINA não era viavel em termos de agilidade. Nunca foram ageis e nem qualificadas no que trouxeram. O cliente comprava pois lhe faltava opções, Riachuelo,C&A,Marisa, Renner,ETC, importavam e jogavam no colo o que importaram eera o que tinha para comprar. Importavam por R$ 5,00 e vendiam por R$25,00,com o nivel de lucro poderia ser pago em até 10 vezes sem juros, ai estava tudo bem. Agora esta conversa mole,é porque lhes esta doendo na carne.O sr.Flavio Rocha, sabe bem do que estou falando.

Julio, são todos uns hipocritas, pois quando PODIAMOS fornecer, nos jogavam na cara que obtinham preços extremamente menores na China e lá foram buscar. Estas palavras são ao vento, pois quem era fornecedor destes magazines sabe do que estamos falando.

Julio Caetano H. B. C. disse:

É uma constatação correta, mas fora de época; os grandes importadores e alguns pseudos profissionais QUEBRARAM inúmeras empresas de nossa Cadeia Têxtil, e agora fazem esta constatação.
Eu mesmo fiz mensagens ao Grupo Riachuelo, ALERTANDO sobre equívocos que vinham praticando; infelizmente recebi algumas respostas sem eira nem beira, notadamente de "pseudos profissionais" do grupo.

Cordiais Saudações Associativas
Julio Caetano

Responder à discussão

RSS

© 2020   Criado por Textile Industry.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço