Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII

Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII

Sem apoio de Ricardo Coutinho, algodão Colorido pede socorro na PB

O algodão colorido,  que é considerado a fibra têxtil mais inovadora do país, objeto de  diversos estudos acadêmicos e da admiração de estilistas, ecologistas e  da sociedade corre um grande risco de extinção na Paraíba. Desde o ano  de 2003 vem ocorrendo uma queda brusca das áreas destinadas ao cultivo,  que diminuíram de dois mil hectares para menos de 60 plantados.

 

Acontece  que a falta de investimentos por parte do Governo está diminuindo e  chegando ao ponto de descaso. Tanto que em 2011 a produção total do  algodão colorido somou 30 toneladas, uma queda brusca se comparada à do  ano de 2011, quando chegou a 75 toneladas.

Francisca Gomes Vieira,  presidente da Associação da Indústria do Vestuário da Paraíba  (AIVEST-PB) em entrevista ao Click PB informou que a associação  atualmente exporta seus produtos para 12 países e conta com  distribuidoras na Alemanha, Estados Unidos e Japão. De acordo com a  presidente da AIVEST-PB, a exportação só não é maior devido à pouca  produtividade local, o que afeta as indústrias que trabalham com o  algodão colorido. "Estão impedidos de trabalhar por falta de  matéria-prima", revelou.

Francisca Vieira

A  fabricação de roupas com o algodão colorido naturalmente teve queda de  25% devido ao pouco interesse em investimentos. No ano de 2011 foram  produzidas 24 mil peças, já em 2012, a produção somou apenas 18 mil  peças.

Francisca ainda destacou que algumas empresas do setor  têxtil têm produzido um algodão colorido falsificado. De acordo com ela,  estas empresas vendem o algodão tingido como se fosse natural, o que  prejudica a credibilidade do produto no mercado.

Com a queda na  produção e a ameaça constante de falsificação do produto, os produtores  se veem acuados e sem perspectiva de crescimento, já que a falta de  investimentos desanima e encarece o produto final, fazendo com que perca  espaço no mercado.

http://www.ararunaonline.com/noticia/3689/sem-apoio-de-ricardo-cout...

 

Exibições: 641

Responder esta

Respostas a este tópico

Francisca Gomes Vieira,  presidente da Associação da Indústria do Vestuário da Paraíba  (AIVEST-PB) em entrevista ao Click PB informou que a associação  atualmente exporta seus produtos para 12 países e conta com  distribuidoras na Alemanha, Estados Unidos e Japão.

prezado romildo, o pior de tudo e que estas empresas que falsificam a cor do algodao recebem benficios do governo como o fain por exemplo, eles tem galpao financiado pela cinep- companhia de desenvolvimento do estado,  nos ja avisamos a presidente tatiana domiciano e sequer fomos recebidos pela mesma, pois nosso governador a unica coisa que interessa pra ele é quando ver um stand nosso em uma feira fora da paraiba ele convoca a imprensa para dar entrevista  e fazer foto para o povo pensar que ele apoia este ou qualquer outro programa de cunho social, social pra ele e vestir terno e gravata, mas nem tudo esta perdido prezado romildo, o governo federal incluiu o algodao colorido no programa de garantia de preço minimo - pgpm e que foi buscar este apoio, fique pasmo, nao foi governador, nem senador, nem deputado, foi o superintendente da conab senhor gustavo guimaraes e esta que vos fala, porem conseguimos e a partir de 2014, qualquer agricultor que quiser plantar algodao colorido no nordeste tera sua compra garantida, enquanto isto ja estamos indo em novembro pro japao para  biofach negociar a venda da safra de 2014 lembrando que teremos o apoio do sebrae - pb, senai-pb, fiep e apex, nossos politicos sequer tomam conhecimento disto, principalmente nosso governador, entao prezado romildo esta e nossa realidade aqui na paraiba.

  Dona Francisca tudo que depende de apoio de políticos se torna difícil, eles só pensam em levar vantagem em tudo. Nas eleições eles aparecem pedindo voto.

Felicidades nos negócios e que a ida ao Japão seja bem proveitosa e que faça ótimos negócios.

A DONA FRANCISCA ESTA CORRETA QUANDO FALA EM FALTA DE APOIO A CULTURA DO ALGODÃO NATURALMENTE COLORIDO NOSSA EMPRESA TRABALHA TOTALMENTE COM O ALGODÃO NATURALMENTE COLORIDO DA EMBRAPA TEMOS CERTIFICADO DA MESMA , MAS NUNCA TIVEMOS INCENTIVO DO SETOR PUBLICO NENHUM AQUI NO CEARA TEMOS QUE INCENTIVAR O PLANTIO LOCAL  A NOSSA EMPRESA POSSUI A PRÓPRIA FIAÇÃO E TECELAGEM  (TECIDO PLANO ) PRODUZINDO ATUALMENTE  CONFECÇÃO UNI SEX INFANTIL E ADULTA  ,TÊNIS ,REDES,MANTAS XALE PARA SOFÁ E OUTRO PRODUTOS . SO NOS FALTA O QUE A PARAÍBA TEM INCENTIVO PARA COMERCIALIZAÇÃO DO PRODUTO ACABADO TAL COMO FEIRAS E EVENTOS DENTRO E FORA DO PAIS.

NO QUE SE DIGA EM RELAÇÃO COM A EMBRAPA PARABENIZO A PESSOA DO PESQUISADOR PAULO E TODOS OS QUE FAZEM A EMBRAPA ALGODÃO, QUE PENA QUE NÃO TEMOS  UMA EMBRAPA ALGODÃO EM NOSSA REGIÃO.

Anexos

pois e romildo, o apoio do governo federal  hoje e questao de sobrevivencia e isto nos temos, agora isto a veja nao divulga, pois  a presidente dilma abriu o rio+20 nos citando como exemplo de sustentabilidade e a apex paga 80% dos nossos stands em qualquer pais que vemos que tem mercado pro nosso produto, obrigado pela torcida de nossa ida ao japao.

prezado luis antonio, a frase a seguir e um equivoco: ALGODÃO NATURALMENTE COLORIDO DA EMBRAPA TEMOS CERTIFICADO DA MESMA, pois a embrapa nao certifica nada e ela apenas cede o uso da marca para quem usa a materia prima comprovadamente dos cultivares acompanhados por eles,  quanto ao apoio para as vendas em eventos internacionais, este apoio e da apex  - agencia promotora de exportação do ministerio do desenvolvimento do governo federal e qualquer empresa pode entrar no programa, porem eles fazem uma serie de exigencias que temos que cumprir, nos passamos 2 anos preparando nosso produto para exportação, temos que ter nosso produto avaliado todo ano pela consultora credenciada do texbrasil, para atestar que ele continua dentro das exigencias do mesmo e uma das coisas que nao se pode fazer e copia de nada, tem que ter design, estilo, modelagem e acabamento de acordo com as exigencias do mercado internacional e uma coisa eu lhe garanto nao tem nada a ver com o nosso, mas se eu aprendi qualquer um aprende e concordo com todas as regras exigencias deles, pois um produto ruim estraga o trabalho de quem faz um produto bom e infelizmente brasileiro e mestre nisso, ja vi muito neguinho sair daqui com stand, passagem, tudo pago com dinheiro publico, chega la fora pendura meia duzia de camiseta numa arara em um cabide de plastico, deixa o stand la entregue a deus e vai fazer turismo, este tipo de comportamento eu denuncio na hora, pois pago passagem hotel transporte tudo do meu bolso e nao admito que alguem venha me causar prejuizo porque tem tudo facil.

TEMOS CERTIFICADO DA MESMA , REALMENTE FOI UM EQUIVOCO DE MINHA PARA DO MESMO MODO QUE MUITA GENTE DIZ O ALGODÃO COLORIDO NATURALMENTE É DA PARAÍBA É UM IQUIVOCO POIS TEM PLANTAÇÕES NO RIO GRANDE DO NORTE,CEARA JA TEVE NA BAHIA OU TEM E NO CENTRO OESTE.

francisca gomes vieira disse:

prezado luis antonio, a frase a seguir e um equivoco: ALGODÃO NATURALMENTE COLORIDO DA EMBRAPA TEMOS CERTIFICADO DA MESMA, pois a embrapa nao certifica nada e ela apenas cede o uso da marca para quem usa a materia prima comprovadamente dos cultivares acompanhados por eles,  quanto ao apoio para as vendas em eventos internacionais, este apoio e da apex  - agencia promotora de exportação do ministerio do desenvolvimento do governo federal e qualquer empresa pode entrar no programa, porem eles fazem uma serie de exigencias que temos que cumprir, nos passamos 2 anos preparando nosso produto para exportação, temos que ter nosso produto avaliado todo ano pela consultora credenciada do texbrasil, para atestar que ele continua dentro das exigencias do mesmo e uma das coisas que nao se pode fazer e copia de nada, tem que ter design, estilo, modelagem e acabamento de acordo com as exigencias do mercado internacional e uma coisa eu lhe garanto nao tem nada a ver com o nosso, mas se eu aprendi qualquer um aprende e concordo com todas as regras exigencias deles, pois um produto ruim estraga o trabalho de quem faz um produto bom e infelizmente brasileiro e mestre nisso, ja vi muito neguinho sair daqui com stand, passagem, tudo pago com dinheiro publico, chega la fora pendura meia duzia de camiseta numa arara em um cabide de plastico, deixa o stand la entregue a deus e vai fazer turismo, este tipo de comportamento eu denuncio na hora, pois pago passagem hotel transporte tudo do meu bolso e nao admito que alguem venha me causar prejuizo porque tem tudo facil.

SOMENTE PARA ESCLARECER, A PATENTE DA PESQUISA E DA PARAIBA, E O SELO DE INDICAÇÃO GEOGRAFICA DADO PELO INPI TAMBEM E DA PARAIBA, ACREDITO QUE VOCE SABE O QUE  É SELO IG, MAS PARA QUEM NAO SABE E QUE QUANDO O INPI DA SELO É PORQUE O PRODUTO DAQUELA REGIAO É O AUTENTICO  É  O QUE NA FRANÇA SE CHAMA  Appellation d'origine contrôlée, POR EXEMPLO É O CASO DO CHAMPANHE QUE SO PODE USAR ESTE NOME O ESPUMANTE PRODUZIDO NA REGIAO DE CHAMPAGNE NA FRANÇA, O QUEIJO CAMENBERT DA NORMANDIA E ASSIM POR DIANTE, CITEI A FRANÇA PORQUE E UM DOS PAISES QUE MAIS TEM SELO OU COMO ELES CHAMAM APELLATION, ELES TEM MAIS DE 600 E NOS POUCO MAIS DE 60 SELOS UM DELES E ALGODAO COLORIDO QUE SO PODE USAR O SELO O PRODUTO DA PARAIBA, ISTO NAO QUER DIZER QUE NAO POSSA PLANTAR EM QUALQUER LUGAR DO MUNDO, MAS O SELO DE ORIGEM É NOSSO E PRA USAR ESTE SELO TEM UM REGULAMENTO ENORME E DIFICIL E NOS AINDA ESTAMOS MONTANDO O CONSELHO REGULADOR, ENTAO LUIS ANTONIO É BOM SE INFORMAR MAIS DESTE PRODUTO QUE E A MATERIA PRIMA DE SUA EMPRESA, A EMBRAPA O MAPA E ATE O COMITÊ GESTOR DA CADEIA PRODUTIVA DO "ALGODAO COLORIDO DA PARIABA" DO QUAL FAÇO PARTE, POIS ESTAMOS AQUI PARA INFORMAR, MELHORAR, AMPLIAR E PRINCIPALMENTE TENTAR SALVAR UMA DAS FIBRAS MAIS INOVADORAS DO PAIS .

a cana tiba conhece este produto?

nao sei lhe responder, eu sei que o japao conhece e compra muito bem obrigado, alemanha e estados unidos tambem ja começaram a comprar, mas o brasil ja sabe como é.

 luiz antonio giordani nardi ,parabéns vou enviar as suas fotos para Milão ,no meu trabalho,qual seu site.



georges xavier disse:

 luiz antonio giordani nardi ,parabéns vou enviar as suas fotos para Milão ,no meu trabalho,qual seu site.

GOSTARIA DE SABER DE QUE FOTOS VOCE ESTA FALANDO, QUANTO AO MEU SITE É www.naturalcottoncolor.com.br

Responder à discussão

RSS

© 2020   Criado por Textile Industry.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço