Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIII

Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIII

Fernando Pimentel, diretor superintendente da Associação Brasileira da Indústria Têxtil e de Confecção (Abit), e coordenador do Comitê Setorial de Índigo da associação, é o palestrante nacional do 1º Seminário Internacional de Inovação Têxtil. O evento será promovido pelo Sinditêxtil-CE, no dia 22 de maio, em Fortaleza (CE).

O seminário conta com a parceria do Sebrae e do Senai e ocorrerá no auditório da Federação das Indústrias do Estado do Ceará (Fiec). O público será composto de estudantes de moda, empresários, profissionais da indústria têxtil e representantes do governo federal e estadual.

O propósito do evento é discutir pontos essenciais do segmento têxtil, como a disputa de espaço com a produção chinesa. Haverá três palestras internacionais realizadas pelos professores Yongjiang SHI, da Universidade de Cambridge e Mário de Araújo da Universidade de Manchester, além de Leah Jorgensen, editora da WGSN, para discutir tendências de moda.

http://www.abit.org.br/Imprensa.aspx#527|ND|C

Exibições: 343

Responder esta

Respostas a este tópico

 

No Ceará? Legal.

O Mário de Araujo, eu  conheço relativamente bem,  e até  onde  sei é  da UMinho,   formado em Manchester tempos atrás. Aposentou-se . Esteve  na UFRN  recentemente, como de outras vezes. O curso têxtil  lá  na UFRN , lamento dizer, tem nota UM  ( 01)  da  CAPES, que é a pior nota  dada pela CAPES, porque não existe  ZERO, senão teria ZERO. No Ceará , ao que sei, inexiste pesquisa têxtil. Mas sabe como é, é sempre um prazer desfrutar  dos prazeres das praias do nordeste.   Eu também gosto. Os gringos adoram Inovação no  Brasil?  O  Brasil está sendo desconstruído. Os empresários suam para sobreviver. O trabalho feito  pelo CGEE para a ABDI já analisou  o setor  têxtil brasileiro. Em  em vez  de promover estes encontros, muitas vezes com palestrantes  estrangeiros  que nada sabem do Brasil, ou nada que digam, se sabem  um poudco, nada do que for  dito fará diferença, deveriam investir em pesquisa . é vewrdade  que o setortêxtilem petermo  de pesquisa é praticamente um deserto. Se der em algo, será  algum ampntoado fde papel , que ninguém irá  ler.  E se ler não fará  diferença.  O objetivo dos paises mais evoluídos é fazer  que não evoluemos, fazendo de conta que querem o contrário,  o que que tem sido uma tarefa  fácil, especialmente pós  1989. A Eng quimica da UNICAMP  onde entrei em 77  tem nora  SETE, que é a maior. A presidenta não  conseguiu sequer  fazer mestrado na UNICAMP. Infelzmente o  Brasil é o País da piada pronta.Qaundofalam de inovação eulembro da fibra óptica  cuja  fábrica , feita com tecnologia nossa,  foi vendida para um laranja e  fechada em um dia.

Desculpem .  Teclei  isto pela madrugada e sobraranm vários erros  de digitação. Mas tenho que tentar dormir.Fica do jeito que está

Nossa....................

Esse seminário deve ter uma super importância para o Têxtil Brasileiro.

Agora vai.........................

O propósito do evento é discutir pontos essenciais do segmento têxtil, como a disputa de espaço com a produção chinesa.

Responder à discussão

RSS

© 2021   Criado por Textile Industry.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço