Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano IX

Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano IX

O setor têxtil e de confecção mostrou recuperação no primeiro trimestre no país, com alta na produção, nas vendas e no nível de emprego, que apresentou um saldo positivo de 13,4 mil vagas.
“O país começa a entrar em uma nova etapa. O que podemos dizer é que o cenário parou de piorar e mostra sinais de melhora”, diz Fernando Pimentel, presidente da Associação Brasileira da Indústria Têxtil e de Confecção (Abit). “Mas é uma retomada lenta”, observa ele, acrescentando que o primeiro trimestre do ano passado representa uma base de comparação fraca.
A produção de tecidos e fios cresceu 6,7% em volume de janeiro a março e a de artigos de vestuário aumentou 8%, segundo a Abit, com base em dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). As vendas de tecidos, produtos de vestuário e calçados no comércio brasileiro avançaram 4,7% no período.

Pimentel atribui o avanço nos indicadores à queda na inflação, à liberação das contas inativas do FGTS e aos números positivos da safra agrícola, que incentivam alguns setores econômicos. Mas diz que o juro alto, o crédito escasso e as incertezas políticas impedem uma recuperação mais rápida.

Exibições: 566

Responder esta

Respostas a este tópico

   A produção de tecidos e fios cresceu 6,7% em volume de janeiro a março e a de artigos de vestuário aumentou 8%, segundo a Abit.

Responder à discussão

RSS

© 2017   Criado por Textile Industry.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço