Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII

Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII

Toyobo anuncia fechamento da fábrica e demissão de 400 funcionários

Continue lendo: http://liberal.com.br/cidades/americana/toyobo-anuncia-fechamento-d... - Sede por notícias? Assine O Liberal. Também estamos no Facebook, siga: /GrupoliberalEm nota, a diretoria da empresa creditou o encerramento das atividades à perda da competitividade global e à crise econômica e política do País. Segue link da matéria:


A japonesa Toyobo do Brasil Ltda anunciou, na manhã desta quinta-feira, o fechamento da fábrica em Americana e a demissão de 400 funcionários, incluindo terceirizados. De imediato, cerca de 300 trabalhadores diretos foram desligados. Em nota, a diretoria da empresa creditou o encerramento das atividades à perda da competitividade global e à crise econômica e política do País.

Segundo o Sindicato dos Trabalhadores Têxteis, os empregados estão sendo informados sobre as demissões desde o início do dia e sendo dispensados com licença remunerada. A partir do dia 10 de novembro terá início a assinatura do aviso-prévio. “Todas as verbas rescisórias serão pagas integralmente pela empresa. O Sindicato dos Têxteis apresentará até amanhã uma pauta de reivindicações para os trabalhadores demitidos”, trouxe o texto da entidade.

Foto: Dener Chimeli / O Liberal Toyobo anunciou fechamento de fábrica e demissão de 400 funcionários

O Diretor Executivo da empresa, Gilberto Kikuo Massuda, explicou em nota que a produção de Resinas Termoplásticas para o setor automobilístico em Americana será mantida, bem como da indústria de Enzimas e de Controle Biológico na cidade de Salto (SP).

“Em função da perda de competitividade global da indústria têxtil brasileira e da crise econômica e política que o país enfrenta nos últimos anos, a empresa decidiu encerrar suas operações fabris de fiação e tecelagem”.

A empresa iniciou suas atividades no país em 1955, na cidade de São Paulo, e desde 1962 está instalada em Americana.

http://liberal.com.br/cidades/americana/toyobo-anuncia-fechamento-d...

Exibições: 3666

Responder esta

Respostas a este tópico

Duplamente triste. Em primeiro lugar pelo alto numero de desempregados, e em segundo pela perda de um grande fornecedor. A Toyobo produz (ou produzia) excelentes tecidos para a linha de uniformização de empresas, atividade que trabalhamos há 17 anos. Produziam tecidos de qualidade, geralmente a pronta entrega, sem necessidade de programação ou manutenção de estoques.

Agora percebam que a empresa é de origem japonesa, e ao que tudo indica era administrada de forma competente e profissional. Todos os funcionários irão receber seus salários! Ao contrário da esmagadora maioria não trata-se de uma quebra, mas sim de uma avaliação estratégica. Simplesmente não vale a pena continuar. O que se vê muitas vezes no Brasil são empresas insistindo em erros ou mesmo colocando o coração em primeiro lugar na tomada de decisões, e quando percebem já é tarde demais sequer para encerrar as atividades com dignidade.

A Toyobo tinha uma estrutura enxuta, não trabalhavam com clientes finais, somente poucas dezenas de atacados que revendiam seus tecidos, e não se "incomodavam" com seus milhares de clientes.

Apesar de triste, realmente triste, e de ter o trabalho de buscar algum substituto à altura - tarefa que não será fácil - quero registrar meus aplausos à esta empresa, que soube sim, antecipar-se a uma falência e encerrar as atividades com dignidade.

Desculpe,não se trata de um partido e todo o sistema.Segundo relatos externo valores desviados anteriormente superam a Lava-Jato em 10 vezes.Não podemos tolerar  direita ou esquerda corrupta.Mas omissão da nossa geração ,de não sermos criticos nos momentos em que fatos de corrupção eram noticiados,passavam quase desapercebidos,transformando Politicos Corruptos em herois,"Rouba mas faz","Suas Obras são de boa Qualidade",tornando-os vitalicios em seus cargos em Brasilia ate hoje.È uma pena mais nos ainda não chegamos no fundo poço.teremos uma sequencia grande,como nunca vista de fechamento de empresas.

Concordo plenamente contigo amigo Afonso. Além da situação econômica que vivemos, além de entender que muitas outras empresas fecharão suas portas, teremos aumento de impostos nos municípios, estados e união. Quanto ao nosso sistema político, hoje, todos eles estão mais preocupados em livrarem suas caras (muito mais agora.....estão tentando livrar a cara do Renan a todo o custo....creio que o Cunha está ganhando mais dinheiro agora do que quando estava solto, pois devem estar pagando muito a ele para que fique calado....) do que governar o país....mesmo com todas as informações das falcatruas, não somente do lula, não se prendem mais ninguém e quem está preso não é julgado.....tá ficando chato e insuportável tudo isso....

Estamos perdendo esta luta.

Olá! Realmente é alarmante a situação!
Mas os problemas estruturais e políticos, foram gerados pelas gerações anteriores.
Ao invés de tecer um comentário estendido, reflito aqui sobre algumas questões:
- Como transformar um empresa em centenária?
- Como ser ético em nossas atitudes diárias?
- O que estamos realizando para diferenciar em nosso oficio, na prática?
- O quanto participamos do convívio (educação etc) de outras famílias ?
Poderíamos colocar mais algumas questões e continuar com alguns hábitos questionáveis e não se atentar ao "elefante (formiguinha)" "futurístico".
Até aqui tentei chegar na essência dos problemas, onde nascem!
Quanto a corrupção, descontrole, crise etc. Não resolveremos nesta geração, mas podemos dar o primeiro passo, inserindo-se na política de forma ética. Em paralelo acompanhando a educação das crianças. Fechando os olhos pra estas ações (hoje), nossos netos estão reclamando dos nossos pais.

A gestão eficiente levou a Toyobo a encerrar as atividades na area têxtil. Do contrário, iria à falencia. O grupo Votorantim viu isso muito antes. Só nós bobos acreditamos nesses politicos e nosso grande empresário (Jose Alencar) nos impos o Lula! Só um lider forte pode moralizar os legislativos e em seguida, os outros poderes.

Responder à discussão

RSS

© 2019   Criado por Textile Industry.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço