Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII

Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII

Trabalhadores e Empresários se Reúnem em Manifestação Contra a Desindustrialização

Uma manifestação contra a desindustrialização deverá reunir cerca de 100 mil trabalhadores  e empresários em São Paulo, no dia 4 de abril, segundo estimativas da Força Sindical. A informação foi divulgada na segunda-feira (12).
 
De acordo com a entidade, até esta data, serão realizados atos no Rio Grande do Sul, Paraná e Santa Catarina e, no dia 27 de março, será lançada a Frente Parlamentar em Defesa da Indústria Nacional, na Câmara dos Deputados, em Brasília.
 
“Estaremos todos lá, porque neste dia deverá ser votado o projeto de resolução nº 72, do Senado, que acaba com a guerra dos portos”, informou o presidente da Força Sindical e deputado federal do PDT-SP, Paulo Pereira da Silva, o Paulinho.
 
Discussão
 
Antes da mobilização contra a desindustrialização, mais alguns detalhes ainda tiveram de ser discutidos na segunda-feira (12) entre empresários e sindicalistas de diferentes segmentos da indústria, como o metalúrgico, têxtil, de alimentação, borracha e brinquedos.
 
Na ocasião, o presidente da Fiesp (Federação das Indústrias do Estado de São Paulo), Paulo Skaf, citou alguns problemas que contribuem para a perda de competitividade da indústria, como o câmbio alto, o preço da energia e as importações - que concorrem com os produtos nacionais de forma desigual.
 
“Estamos passando por um processo de desindustrialização no Brasil. Agora só falta o governo tomar as medidas corretas para enfrentar essa grave situação. Hoje, o governo demonstra descaso com o setor produtivo brasileiro”.
 
O governo
 
A reunião com o governador paulista, Geraldo Alckmin, com o prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, e com o presidente da Assembleia Legislativa, Barros Munhoz, para acertar detalhes operacionais para o ato do dia 4, ainda será realizada por dirigentes sindicais, na capital paulista.

Exibições: 633

Responder esta

Respostas a este tópico

Olha ai gente. A MOBILIZACAO!

 

JAMAIS VIMOS TAMANHA INCOMPETÊNCIA DE UM GOVERNO, COM ESTE QUE ESTÁ AÍ!

ELES VÃO CONSEGUIR QUEBRAR O PAÍS....SE JÁ NÃO O FIZERAM! E AINDA NÃO AVISARAM,PORQUE ATÉ PARA AVISAR SÃO LERDOS.

O QUE FAZ O DESENVOLVIMENTO DE UM PAÍS É A SUA INDÚSTRIA,GERADORA DE EMPREGOS,SEM ELA NÃO HÁ CONSUMO,NÃO HÁ INVESTIMENTO,NÃO HÁ DESENVOLVIMENTO!MAIS ELEMENTAR QUE ISSO, SÓ NO PRÉ PRIMÁRIO.MAS PARECE QUE A ALTA INTELIGÊNCIA LÁ DE CIMA, FALTOU NESSA AULA.

NÃO FALAMOS DE GRANDES INDÚSTRIAS,FALAMOS DAQUELAS,FORÇA DE EXPRESSÃO, QUE ESTÃO NO FUNDO DO QUINTAL, E SUSTENTAM INÚMERAS FAMILIAS,PEQUENAS SIM,NÃO POR ISSO MENOS IMPORTANTE,TALVEZ ATÉ MAIS IMPORTANTE, QUE AS GRANDES CORPORAÇÕES.POIS ELAS,ESTES PEQUENOS NEGÓCIOS, SÃO AS MAIORES GERADORAS DE EMPREGO NESTE PAÍS.

ESTÃO FICANDO SEM TRABALHO,NÃO TEM EMPREGO, E AÍ??? VÃO FAZER O QUÊ!!????

AÍ VEM UM IDIOTA PENSANTE...AH, TEM QUE FAZER CURSO DE CAPACITAÇÃO!!! VAI PRO INFERNO!!!QUEM TINHA O SEU PEQUENO NEGÓCIO E FECHOU,ESTÁ PASSANDO FOME, DEVENDO PARA DEUS E O MUNDO, VAI TER CONDIÇÕES DE FAZER CURSO??? E PIOR ERA DONO DO SEU PRÓPRIO NARIZ, VAI TER QUE SE SUJEITAR A CORRER ATRÁS DE EMPREGO!!ISSO É UM PROBLEMA DE GOVERNO!!!QUE NÃO ENXERGA UM PALMO DIANTE DO NARIZ!!GOVERNANTES QUE SÓ PENSAM NO PODER,NO DINHEIRO,E EM DAR ESMOLAS PARA O POVO!

QUEREMOS PODER TRABALHAR NESTE PAÍS!!!A OBRIGAÇÃO DE VCS, É ADMINISTRAR BEM OS RECURSOS, QUE NÃO SÃO POUCOS,JÁ QUE PAGAMOS UM CAMINHÃO DE IMPOSTOS!!!

TEMOS DINHEIRO PARA COPA,MAS PARA O BÁSICO NO PAÍS NÃO!!!!TUDO AQUÍ OU TÁ FUDIDO, OU NÃO FUNCIONA!!HOSPITAIS,TRANSPORTE,SEGURANÇA,ESTRADAS,AEROPORTOS,PORTOS E A AGORA CONSEGUIRAM FUDER COM A INDÚSTRIA!!!

COMO DISSE UM GRINGO : " BRASILEIRO VIVE NA MERDA E AINDA PULA CARNAVAL??!!! " OU O OUTRO QUE FALOU  : O GOVERNO MERECIA UM CHUTE NA BUNDA!

 

GEORGES LOUIS

" Mas somos um povo alegre e temos Mulatas" SdM

POVO ALEGRE QUE ABRE AS PERNAS PARA GRINGO, QUANTO AS MULATAS....NO COMENTS

OU MELHOR,COMO A HIENA, COME MERDA E AINDA RÍ....JÁ DIZIA JUCA CHAVES

 

GEORGES LOUIS

Outra frente parlamentar????

Se isso resolvesse, nós é que estaríamos acabando com a indústria chinesa, porque temos quase tantas frentes parlamentares quanto ministérios inúteis.

Mas, OK, a mobilização é válida. É o que nos resta. Vamos seguir lutando.

 

Vamos em frente Luizao. Nao de a eles a chance de nos chamar de OMISSOS! Abs, SdM


 
Luiz Gabor disse:

Outra frente parlamentar????

Se isso resolvesse, nós é que estaríamos acabando com a indústria chinesa, porque temos quase tantas frentes parlamentares quanto ministérios inúteis.

Mas, OK, a mobilização é válida. É o que nos resta. Vamos seguir lutando.

 

Só darei os meu créditos a quem de direito depois do desfecho desse episódio, pois nunca senti confiança nos protagonistas que estão encabeçando esta manifestação, no caso, o Sr. Paulo Skaff que, no passado tinha tudo para ajudar o setor têxtil quando presidente da ABIT e não o fez, aliás, muito pelo contrário, posso estar errado (e quero estar), mas cite-me algo que ele fizera que deixou o setor em situação privilegiada, ou de conforto, ou menos desfavorecido?

Quanto ao Sr. Paulinho, na minha opinião, mais um (como o Sr. Paulo Skaff, também) que usou de uma classe trabalhadora (neste caso empregados; no caso do Sr. Skaff, patronal) para entrar na política. Entendam bem, não sou contra isso, mas a minha bronca é que, invariavelmente, estas pessoas o fazem por interesse próprio. De novo volto a perguntar, cite-me um que usou deste artifício e fez algo quando conseguiu o seu intento, pelo menos, para a sua classe, sem levar em consideração o resto da população (bairro, cidade, estado e nação).

Ainda acho (e não queria ter este sentimento, principalmente na ocasião que estamos enchergando o país e, principalmente, nosso setor têxtil) o interesse maior deste Senhores são outros. Não consigo sentir que estão, realmente, sensibilizados com o descaso dos seus outros colegas de governo quanto à situação do nosso querido e humilde país e com a indústria.

Vamos ver após as eleições qual será o sentimento destes "grandes homens"..... guardemos bem os seus nomes para cobrá-los no futuro....

 

Amigo Luiz Gabor, achei muito legal sua citação quanto às frentes parlamentares...

 

Abraços à todos!!!

 

Edson Machado

NÃO QUERENDO OFUSCAR O BRILHO DO MOVIMENTO,MAS SÓ PARA LEMBRAR AO GEORGES LOUIS

A ABERTURA DESMEDIDA DO MERCADO NACIONAL AO MUNDO FOI IDEALIZADO E EXECUTADO PE-

LO fernandinho do ...collor de melo(ESTE ELEMENTO NÃO MERECE SEU NOME GRIFADO COM DIG-

NIDADE) E É PERIGOSO. A QUANTAS ANDA O SOLUCIONAMENTO DA EXECUÇÃO DO PC FARIAS E

SUA AMANTE????

 

É Edson: Estava pensando estar ai, caladinho, fazenda numero na marcha. Li o seu artigo umas tres vezes, estudei bem a atuação dos mencionados e conversei com amigos informados...

Desisti da Ideia. Obrigado belo artigo bem calmo e abalizado. Abração, SdM

Edson Machado da Silva disse:

Só darei os meu créditos a quem de direito depois do desfecho desse episódio, pois nunca senti confiança nos protagonistas que estão encabeçando esta manifestação, no caso, o Sr. Paulo Skaff que, no passado tinha tudo para ajudar o setor têxtil quando presidente da ABIT e não o fez, aliás, muito pelo contrário, posso estar errado (e quero estar), mas cite-me algo que ele fizera que deixou o setor em situação privilegiada, ou de conforto, ou menos desfavorecido?

Quanto ao Sr. Paulinho, na minha opinião, mais um (como o Sr. Paulo Skaff, também) que usou de uma classe trabalhadora (neste caso empregados; no caso do Sr. Skaff, patronal) para entrar na política. Entendam bem, não sou contra isso, mas a minha bronca é que, invariavelmente, estas pessoas o fazem por interesse próprio. De novo volto a perguntar, cite-me um que usou deste artifício e fez algo quando conseguiu o seu intento, pelo menos, para a sua classe, sem levar em consideração o resto da população (bairro, cidade, estado e nação).

Ainda acho (e não queria ter este sentimento, principalmente na ocasião que estamos enchergando o país e, principalmente, nosso setor têxtil) o interesse maior deste Senhores são outros. Não consigo sentir que estão, realmente, sensibilizados com o descaso dos seus outros colegas de governo quanto à situação do nosso querido e humilde país e com a indústria.

Vamos ver após as eleições qual será o sentimento destes "grandes homens"..... guardemos bem os seus nomes para cobrá-los no futuro....

 

Amigo Luiz Gabor, achei muito legal sua citação quanto às frentes parlamentares...

 

Abraços à todos!!!

 

Edson Machado

FOI ENXOTADO DE LÁ...E VOLTOU!!! É BRINCADEIRA?!!VIVA ESSA BADERNA QUE CHAMAM DE DEMOCRACIA!!

POIS É....

 

ABÇS

 

GEORGES LOUIS

julio cesar de souza disse:

NÃO QUERENDO OFUSCAR O BRILHO DO MOVIMENTO,MAS SÓ PARA LEMBRAR AO GEORGES LOUIS

A ABERTURA DESMEDIDA DO MERCADO NACIONAL AO MUNDO FOI IDEALIZADO E EXECUTADO PE-

LO fernandinho do ...collor de melo(ESTE ELEMENTO NÃO MERECE SEU NOME GRIFADO COM DIG-

NIDADE) E É PERIGOSO. A QUANTAS ANDA O SOLUCIONAMENTO DA EXECUÇÃO DO PC FARIAS E

SUA AMANTE????

Valeu amigo Sam.

 

Um grande e forte abraço!!!

 

Edson Machado

Sam de Mattos disse:

 

É Edson: Estava pensando estar ai, caladinho, fazenda numero na marcha. Li o seu artigo umas tres vezes, estudei bem a atuação dos mencionados e conversei com amigos informados...

Desisti da Ideia. Obrigado belo artigo bem calmo e abalizado. Abração, SdM

Edson Machado da Silva disse:

Só darei os meu créditos a quem de direito depois do desfecho desse episódio, pois nunca senti confiança nos protagonistas que estão encabeçando esta manifestação, no caso, o Sr. Paulo Skaff que, no passado tinha tudo para ajudar o setor têxtil quando presidente da ABIT e não o fez, aliás, muito pelo contrário, posso estar errado (e quero estar), mas cite-me algo que ele fizera que deixou o setor em situação privilegiada, ou de conforto, ou menos desfavorecido?

Quanto ao Sr. Paulinho, na minha opinião, mais um (como o Sr. Paulo Skaff, também) que usou de uma classe trabalhadora (neste caso empregados; no caso do Sr. Skaff, patronal) para entrar na política. Entendam bem, não sou contra isso, mas a minha bronca é que, invariavelmente, estas pessoas o fazem por interesse próprio. De novo volto a perguntar, cite-me um que usou deste artifício e fez algo quando conseguiu o seu intento, pelo menos, para a sua classe, sem levar em consideração o resto da população (bairro, cidade, estado e nação).

Ainda acho (e não queria ter este sentimento, principalmente na ocasião que estamos enchergando o país e, principalmente, nosso setor têxtil) o interesse maior deste Senhores são outros. Não consigo sentir que estão, realmente, sensibilizados com o descaso dos seus outros colegas de governo quanto à situação do nosso querido e humilde país e com a indústria.

Vamos ver após as eleições qual será o sentimento destes "grandes homens"..... guardemos bem os seus nomes para cobrá-los no futuro....

 

Amigo Luiz Gabor, achei muito legal sua citação quanto às frentes parlamentares...

 

Abraços à todos!!!

 

Edson Machado

Responder à discussão

RSS

© 2020   Criado por Textile Industry.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço