Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XVI

Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XVI

86% das empresas sofreram ciberameaça em 2022

Número é 10 pontos percentuais em relação ao ano anterior, revela Índice Global de Proteção de Dados da Dell.

Novo Índice Global de Proteção de Dados (GDPI), encomendado pela Dell Technologies, apontou que 86% das companhias em todo o mundo sofreram ao menos uma disrupção de suas operações em razão de ameaça cibernética, contra 76% do ano anterior. Realizado em parceria com a consultoria Vanson Bourne, o GDPI ouviu 1000 tomadores de decisão em tecnologia de empresas com mais de 250 colaboradores em todo o mundo, inclusive no Brasil, entre os meses de agosto a outubro deste ano.

A maioria das organizações estão enfrentando desafios sobre como proteger seus dados de atacantes cibernéticos, especialmente diante do movimento de digitalização promovido pelas empresas com a migração de parte das suas operações para o ambiente de nuvem pública.

O relatório destacou que preocupações e falta de confiança sobre as medidas de proteção de dados existentes são predominantes, expondo as organizações a riscos. Nesse sentido, 69% dos executivos expressam o receio de que irão experienciar algum tipo de disrupção causado por incidentes cibernéticos. Além disso, 67% afirmam que suas organizações não estão preparadas para lidar com ameaças como malware e ransomware.

De acordo com Wellington Menegasso, Data Protection & Cyber Resiliency Sales Leader para o cone sul da América Latina da Dell Technologies, o estudo jogou luz sobre como os níveis de interrupção operacional das empresas, que provavelmente foram causados por incidentes cibernéticos, aumentaram neste ano.

“A pesquisa mostrou que 48% dos executivos disseram que sofreram um ataque ou outro incidente cibernético que impediram o acesso aos dados de sua organização, ante 37% registrado em 2021. Esse dado é extremamente preocupante”, alertou Wellington Menegasso, Data Protection & Cyber Resiliency Sales Leader para o cone sul da América Latina da Dell Technologies

O levantamento da Dell Technologies também buscou compreender como as organizações entendem e estão implementando o conceito de segurança Zero Trust. O termo pressupõe uma abordagem na qual todos os pontos de interação dentro e fora dos ambientes das empresas devem ser sempre verificados, de modo a reforçar os aspectos de segurança das informações.

Segundo o GDPI, apenas 12% dos executivos relataram a implementação completa de políticas de Zero Trust em suas organizações, garantindo a sua manutenção contínua. Já 21% dos respondentes afirmaram que suas empresas estão em fase de implementação dessas práticas. O estudo aponta, entretanto, que a maioria das organizações ainda tem um caminho a percorrer para garantir que o Zero Trust seja executado de acordo com as melhores práticas, e até que isso ocorra, as corporações permanecerão vulneráveis a riscos.

Fonte: IT Forum

https://sbvc.com.br/86-das-empresas-sofreram-ciberameaca-em-2022/

Para participar de nossa Rede Têxtil e do Vestuário - CLIQUE AQUI

Exibições: 16

Comentar

Você precisa ser um membro de Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XVI para adicionar comentários!

Entrar em Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XVI

© 2023   Criado por Textile Industry.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço