Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII

Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII

A Associação Brasileira dos Produtores de Fibras Poliolefínicas( AFIPOL )agora está localizada no mesmo endereço que a Associação Brasileira da Indústria Têxtil e de Confecção (Abit). Desde o dia 19 de julho, a entidade passou a desenvolver nas atividades na casa da indústria têxtil e de confecção brasileira.

"Estar aqui só veio somar, contribuir e facilitar para que de alguma forma ajudemos na defesa do setor, para reforçar nesse movimento de defesa das empresas.”, afirmou o presidente da AFIPOL, Ricardo Vívolo, muito satisfeito em mudar para a casa da Abit. “Estamos na casa certa e extremamente satisfeitos. Os pleitos são os mesmos e os trabalhos estão ocorrendo junto com a equipe da Abit. A proximidade física traz muitas vantagens”, completou o presidente da AFIPOL. “Estamos desenvolvendo muitos trabalhos para a defesa da indústria nacional, pois sofremos muita ameaça de produtos da China, Índia e Turquia, além do produto maquiado vindo do MERCOSUL. Como os problemas são comuns, é mais uma razão de estarmos aqui. Com a Abit buscamos fortalecer esse elo da cadeira têxtil”, acrescentou Vívolo.

Hoje, como representante do segmento, a AFIPOL reúne 17 empresas, distribuídas em todo o território nacional e que transformam mais de 220 mil toneladas de resina de polipropileno (PP) por ano. Estas empresas de pequeno, médio e grande porte aplicam tecnologia de ponta na conversão de resinas termoplásticas e na produção de sacaria de ráfia, contentores flexíveis, cordas, fibras, telas e tecidos técnicos.

   
 
 Presidente da AFIPOL, 
Ricardo Vívolo

As empresas associadas da AFIPOL atuam desde a produção de sacos, tecidos, lonas, cabos, até a produção de tapetes, açúcar, fertilizantes, produtos químicos, forrações, carpetes e fios. Há também empresas associadas que atuam no setor geotêxtil e de construção civil. A distribuição geográfica dos associados da AFIPOL é: 4 empresas no Nordeste, 1 no Centro Oeste; 7 no Sudeste e 5 na região Sul. Juntas, estas empresas faturam R$ 2,5 bilhões e empregam 11 mil colaboradores. A AFIPOL representa 80% do segmento no Brasil. Sobre a origem da associação, Ricardo afirmou que não havia nenhuma entidade que representasse efetivamente os interesses do setor naquele tempo, no ano de 1973, completando 40 anos de atividades em junho de 2013.

No mesmo local também estão o Sindicato das Indústrias de Fiação e Tecelagem do Estado de São Paulo (Sinditêxtil-Sp), Associação Brasileira de Produtores de Fibras Artificiais e Sintéticas (ABRAFAS) e Associação Brasileira das Indústrias de Tapetes e Carpetes (ABRITAC). 

Exibições: 160

Comentar

Você precisa ser um membro de Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII para adicionar comentários!

Entrar em Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII

© 2020   Criado por Textile Industry.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço