Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIII

Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIII

Fonte:|gazetadopovo.com.br|


Com uma produção que chega a 150 milhões de peças e um faturamento anual de R$ 4 bilhões ao ano, a indústria têxtil paranaense prospera e se consolida entre as principais do país




O setor do vestuário tem impulsionado a economia paranaense: é o segundo maior empregador da área industrial do estado. De acordo com dados da
Fede­ração das Indústrias do Estado do Paraná (Fiep), atualmente existem
5,5 mil em­­­presas de segmentos variados – do jeans à moda praia. São
150 milhões de peças produzidas anualmente, que geram um faturamento de
R$ 4 bilhões ao ano. Os números garantem ao Paraná uma posição entre os
quatro principais polos de confecção do país, ao lado de São Paulo,
Santa Catarina e Minas Ge­­rais, segundo o ran­­king da Associação
Brasileira da Indústria Têxtil e de Confecção (Abit).

No entanto, os méritos da moda feita no Paraná vão muito além da confecção em larga escala. O estado conta com um importante diferencial em
relação aos demais polos têxteis do país: a descentralização de sua
produção. Existem indústrias espalhadas por todas as regiões
paranaenses, com destaque para a Região Norte, que concentra 2,3 mil
indústrias, o equivalente a 42% do total encontrado no estado.


Fotos: Antonio Costa / Agência Gazeta do Povo

Fotos: Antonio Costa / Agência Gazeta do Povo /

Somando-se a esses fatores a alta qualidade das roupas produzidas pelas diversas marcas paranaenses e a capacidade cada vez
maior de lançar tendências, a moda desenvolvida no estado se consolida a

olhos vistos, cenário reforçado anualmente pelo Paraná Business
Collection, que inicia amanhã sua quarta edição. “A virtude do evento
está em reunir, em um mesmo local, pequenas e grandes empresas que têm
como objetivo comum divulgar o que de melhor é produzido em nosso
estado. Os negócios fechados e prospectados são uma decorrência dessa
estratégia”, afirma o diretor-superintendente do Sebrae/PR, Allan
Mar­celo de Campos Costa.



Calcado em duas ações principais – desfiles das melhores marcas e estilistas paranaenses, e showroom de negócios –, este ano o evento ado­­­ta uma nova estratégia para atrair ainda mais o interesse de
consumidores e formadores de opinião: a aposta na força e tradição do
mercado da Região Sul como referência nos lançamentos da moda inverno.
“A imagem do Paraná está fortemente ligada às temperaturas baixas, às
geadas. Origem de um estilo de se vestir que se diferencia de
praticamente todo o restante do país”, diz a jornalista e coordenadora
do evento, Nereide Michel.

Negócios

A comercialização de grande parte da produção, que será apresentada nas passarelas do Paraná Bu­­siness Collection, acontece no showroom de negócios, realizado paralelamente ao evento com o intuito de criar
canais de relacionamento entre micro e pequenas empresas, grandes
grifes, lojistas e representantes co­­merciais. “Que­­re­mos superar os
re­­sultados do ano passado, so­­bre­tu­do porque o ce­nário econômico
mos­­­tra-se mais positivo”, destaca Costa.

O showroom de 2009 gerou mais de R$ 5 milhões em negócios fechados e
prospectados, 10% em média a mais que o valor apurado na segunda edição,
em 2008. Para 2010, com o au­­mento do número de expositores, a
expectativa é de que os negócios gerados no evento ultrapassem os R$ 10
mi­­­lhões. Na análise de Marcos Kos­lov­ski, coordenador do Conselho
Se­­­torial da Indústria do Vestuário da Fiep, este crescimento mostra
que a indústria compreendeu a necessidade de participar de um evento
único no estado. “Nós trabalhamos para que os empresários compreendam
que precisam agregar valor ao seu produto, mostrando que a
competitividade rompeu as barreiras territoriais. O Paraná Business
Collec­tion representa um evento do Paraná e para o Paraná. O aumento da
participação das indústrias sinaliza o amadurecimento do setor”, diz

Exibições: 95

Comentar

Você precisa ser um membro de Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIII para adicionar comentários!

Entrar em Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIII

© 2020   Criado por Textile Industry.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço