Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII

Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII

Rodeada de glamour, a maior premiação de Hollywood gera visibilidade imediata para as marcas que conseguem desfilar suas criações nas estrelas que comparecem à cerimônia

 

Lanvin

Em 2005, a maison francesa Lanvin foi a escolha de uma das fortes concorrentes à estatueta de melhor atriz do Oscar deste ano: Natalie Portman. Na época, a atriz usou um longo na cor prata. Neste ano, os rumores são de que a estrela opte por um vestido da Rodarte, grife responsável por alguns figurinos do filme Cisne Negro, protagonizado pela bela.

Na competição de 2008, quem brilhou ao aparecer com a grife foi a atriz Tilda Swinton. Muito sóbrio, o longo de veludo com manga assimétrica foi realçado com um único bracelete como acessório e, mesmo seguindo a linha minimalista, fez sucesso. A atriz inglesa era a imagem perfeita do glamour.

Outra celebridade que dividiu olhares com a grife foi Maggie Gyllenhaal, vestindo um modelo com padronagem estampada no Globo de Ouro de 2009.

 

Lanvin

 

 

H. Stern

Queridinha das divas de Hollywood, a grife carioca H. Stern desfila há mais de dez anos seus colares, brincos, braceletes e adornos pela vitrine que é o tapete vermelho do Oscar. 

A marca já teve coleções assinadas por grandes designers como Diane Von Furstenberg e, de Catherine Zeta-Jones a Glenn Close, passando por Kristen Stewart, Halle Berry e Nicole Kidman, muitas celebridades já usaram as peças da joalheria na premiação.

Em 2002, a atriz Sharon Stone compareceu à cerimônia com longos brincos de diamantes. Em 2005, foi a vez de Beyoncé gerar burburinho com brincos de pedras coloridas. Jessica Alba usou a marca em 2006: um grampo de cabelos. Mas foi em 2004 que a marca mais brilhou no Oscar, ao decorar o pescoço de Angelina Jolie com o colar Athena, composto de 93 diamantes e avaliado em 10 milhões de dólares.

 

H. Stern

 

 

Valentino

Foi usando um vestido da Valentino que Julia Roberts subiu ao palco para receber o prêmio de melhor atriz pelo filme Erin Brockovich, em 2001. Mais exposição para a marca, praticamente impossível em um dos eventos mais acompanhados pela imprensa mundial.

A grife italiana, que está entre um dos impérios de moda mais famosos do mundo, pertence ao Valentino Fashion Group, que também detém as marcas Lebole, M Missoni e MCS Marlboro Classics.

A marca também vestiu as atrizes Cameron Diaz e Kate Winslet na premiação de 2007, Jennifer Aniston em 2009 e desfilou no tapete vermelho com Mariah Carey em 2010.

 

Valentino

 

 

Versace

Demi Moore levou a marca Versace ao Oscar 2010, vestindo um modelo em tom “blush” combinado com uma sandália da marca. No mesmo ano, a grife italiana vestiu a atriz Elizabeth Banks em um modelo cheio de babados em tom cinza.

Na edição de  2008 da cerimônia, a duas vezes premiada pela academia Hilary Swank desfilou um distinto modelo preto da marca . Kate Hudson e Marisa Tomei também vestiram elogiados vestidos da marca em anos anteriores da festa.

 

Versace 

 

 

Marchesa

A atriz norte-americana Sandra Bullock brilhou duplamente no Oscar do ano passado. Além de receber o prêmio de melhor atriz por sua atuação em “Um Sonho Possível", a estrela recebeu a estatueta vestindo um atemporal vestido prateado da grife Marchesa, todo bordado com canutilhos.

Mas a marca não parou por aí. A charmosa grife não só acompanhou a vencedora da competição como também apostou em outras duas indicadas: Vera Farmiga e Gabourey Sidibe.

A primeira, indicada a atriz coadjuvante por "Amor Sem Escalas", usou um longo fúcsia ornamentado com babados. Já Gabourey Sidibe, indicada ao prêmio de melhor atriz por sua atuação em "Preciosa – Uma Historia de Esperança", optou por um vestido de seda safira. 

 

Marchesa 

 

 

Badgley Mischka

Fundada em 1988, a grife de alta costura das estilistas Mark Badgley e James Mischka foi a escolhida por Helen Mirren na última edição do Oscar. Satisfeita com o glamour que envolveu seu desfile pelo tapete vermelho em 2010, a atriz novamente vestiu uma luxuosa criação da marca no Globo de Ouro deste ano.

A etiqueta americana é também famosa por desenhar o segundo vestido de casamento da personagem Charlotte, de Sex and the City, interpretada por Kristin Davis.

Outras celebridades que já apostaram no prestígio da grife foram Oprah Winfrey, Melissa Etheridge e Tammy Lynn Michaels.

  

Badgley Mischka

 

 

Yves Saint Laurent

A noite foi de Kate Winslet na cerimônia do Oscar de 2009. Além de levar o prêmio de melhor atriz, a bela foi considerada uma das mais bem-vestidas da noite com um impecável Yves Saint Laurent.

Satisfeita com o resultado, a atriz repetiu a dose e foi de  Yves Saint Laurent novamente em 2010. A marca tem um histórico de sucesso na cerimônia, com modelos elogiados, como o preto básico vestido por Chloe Sevigny na edição de 2000 da festa.

  

Yves Saint Laurent

 

 

Cartier

Anne Hathaway, indicada ao prêmio de melhor atriz em 2009, brilhou (literalmente) em um Armani pérola inspirado em um visual de sereia. Mas não foi só o vestido que roubou a cena.

As jóias Cartier complementaram o visual da atriz, que arrasou no tapete vermelho. Os acessórios fornecidos pela marca francesa à atriz na ocasião custavam nada menos que 1 milhão de dólares.

  

Cartier

 

 

Dior

Charlize Theron teve um dos vestidos mais comentados do Oscar de 2006, quando compareceu à cerimônia vestindo um luxuoso Dior preto e cheio de dobraduras desenhado pelo estilista John Galliano.

Em 2010, a atriz repetiu a dose e chegou ao evento novamente com um Dior. Desta vez, no entanto, a criação da grife não foi tão bem recebida, tanto que a atriz foi apontada como uma das mais mal vestidas da cerimônia, usando um longo púrpura.

A maison ícone da alta costura também assinou o vestido usado por Drew Barrymore no Globo de Ouro de 2009.

Hoje, em um episódio que tomou noticiários de moda e carreira do mundo inteiro, Cristian Dior anunciou a demissão de John Galliano. O fashionista foi preso na noite desta quinta-feira (24), acusado de agredir e insultar com comentários antissemitas um casal em um restaurante em Paris.

Não se sabe, até agora, se o episódio pode ou não afetar o tradicional glamour da marca na cerimônia.

 

Dior 

 

 

Tiffany & Co.

A Tiffany & Co. brilhou na última edição do Oscar. Seus diamantes ganharam destaque no pescoço de Kate Winslet – que já ganhou destaque nesta mesma galeria pelo vestido que usou na ocasião.

Mas a marca tem um lugar ainda mais importante na história do cinema: foi sua loja matriz, na Quinta Avenida, em Nova York, que deu nome ao célebre Breakfast at Tiffany's, estrelado por Audrey Hepburn, que concorreu em diversas categorias na cerimônia do Oscar de 1962.

 

 

Tiffany %26 Co.

 

 

Prada

Jessica Biel levou a marca Prada para o carpete vermelho na última edição do Oscar, apenas para provar que às vezes o tiro sai pela culatra: o vestido recebeu mais críticas que elogios dos especialistas em moda.

Em edições passadas, a grife italiana se saiu melhor. Um dos destaques foi o modelo vestido por Uma Thurman em 1995, considerado um dos mais belos da história do evento.

 

Prada

 

 

Calvin Klein

Uma das apresentadoras da edição 2010 da cerimônia, Julianne Moore subiu ao palco com um tomara que caia platinado da Calvin Klein, que também foi representada pela ala masculina – o ídolo teen Zac Efron desfilou um elegante terno da marca no tapete vermelho.

A grife também esteve muito bem representada em edições anteriores. Gwyneth Paltrow desfilou um modelo simples e elegante em 1996 e Emily Blunt chamou atenção em um azul vibrante em 2007. 

 

Calvin Klein 

 

 

Oscar de la Renta

Na última edição do evento, Cameron Diaz desfilou no tapete vermelho com um Oscar de la Renta coberto de ornamentos dourados que roubou a cena – embora a atriz não tenha concorrido a nenhum prêmio.

A marca ganhou destaque em 2003 com outro vestido dourado no corpo de Diane Lane, considerado um dos mais belos modelos de todas as edições pela InStyle. Em 2005, foi a vez de Sandra Bullock desfilar a marca, em um modelo branco com detalhe em plumas. 

 

 Oscar de la Renta

 

 

Chanel

Com mais de um século de história, a marca Chanel marcou presença no tapete vermelho em 2010 com um modelo de seda em tom de amarelo claro vestido por Sarah Jessica Parker. Diane Kruger, do celebrado  Bastardos Inglórios, também desfilou um look Chanel no mesmo ano.

Em edições passadas da premiação, a marca foi usada por Penélope Cruz, que desfilou um modelo negro adornado com plumas em 2008, e Nicole Kidman – candidata ao prêmio de melhor atriz neste ano –, que apostou em um modelo rosa com babados em 2002.

 

Chanel 

 

 

 

FONTE: EXAME

 

Exibições: 1412

Comentar

Você precisa ser um membro de Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII para adicionar comentários!

Entrar em Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII

Comentário de maria graciete correia em 3 março 2011 às 13:41
obrigada pela matéria, lindíssima//////////
Comentário de Fabrício Leite em 28 fevereiro 2011 às 22:47

O Oscar é sem duvida alguma a maior vitrine para as grandes marcas! Ganha até mesmo das grandes semanas de moda Europa a fora.

Pois nele temos a realidade do dia a dia... a vida como ela é...

Comentário de Dalvio José Bertó em 28 fevereiro 2011 às 20:46
Excelente e oportuna matéria, q me anima cada vez mais a usar o meu G.Armani na passarela dos trab.no dia a dia.Parabéns pela pesquisa, realmente muito ilustrativa. Abraço: Dalvio
Comentário de kris Melo em 28 fevereiro 2011 às 19:48
Uau! Amei!

© 2020   Criado por Textile Industry.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço