Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII

Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII

Buffett, 3G, o príncipe… O ‘smart money’ ama a Fox

A Twenty-First Century Fox, empresa de mídia de Rupert Murdoch, está aparecendo cada vez mais na carteira de investidores acostumados a bater o mercado.

Na semana passada, a Berkshire Hathaway, companhia de investimentos de Warren Buffett, revelou ter comprado 4,7 milhões de ações da Fox entre outubro e dezembro. (É pouco dinheiro — US$160 milhões — mas é Berkshire.)Rupert Murdoch

O Tiger Global, fundo de tecnologia que investiu no Facebook e no Alibaba, tem na Fox sua maior posição: 7,6% da carteira.

A 3G Capital — de Jorge Paulo Lemann, Marcel Telles e Carlos Alberto Sicupira — tem 5,6% de seu portfólio na companhia, uma de suas cinco maiores posições.

E, no início deste mês, o príncipe-bilionário saudita Al-Waleed bin Talal Bin Abdulaziz Al-saud anunciou ter acumulado 6,6% das ações da empresa no fim do ano passado.

Até recentemente, a Fox era parte da News Corp., a holding de mídia de Murdoch que controla jornais como o The Wall Street Journal, o New York Post e o The Times de Londres — um negócio duro, que enfrenta queda na circulação e uma delicada migração para plataformas digitais. Em meados de 2013, Murdoch retirou da News Corp os negócios de TV, canais a cabo e estúdio de cinema e os colocou sob uma nova empresa, a Fox.

Estes grandes investidores viram na Fox um potencial limitado de perdas aliado a inúmeras oportunidades de crescimento.

A Fox é um conglomerado de mídia. Seu negócio de TV a cabo (e direitos de retransmissão) no mercado norte-americano responde por 60% de sua geração de caixa e tem tudo para continuar crescendo. Além disso, a empresa tem um potencial de ganho literalmente ilimitado como um dos maiores estúdios de TV e cinema do mundo. A Fox é dona da franquia “X-Men” e é o estúdio de preferência de James Cameron, o diretor de “Avatar” e “Titanic”, ambos rodados na casa. Em Hollywood, uma vez que as relações pessoais se sedimentam, é muito raro um grande diretor trocar de estúdio. (Aliás, os 10 filmes que a Fox vai

Exibições: 39

Comentar

Você precisa ser um membro de Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII para adicionar comentários!

Entrar em Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII

© 2019   Criado por Textile Industry.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço