Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano X

Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano X

CaixaBank, Banco Sabadell, Gas Natural… Empresas deixam a Catalunha

CaixaBank, Banco Sabadell, Gas Natural… Empresas deixam a Catalunha

Escritórios do banco Sabadell em San Cugat, no dia 5 de outubro de 2017 - AFP

Com a declaração unilateral de independência à vista, grandes empresas catalãs como CaixaBank, Gas Natural e Banco Sabadell anunciaram a transferência de suas sedes sociais para outras regiões.

A decisão, que adiciona pressão ao governo regional de Carles Puigdemont para que abandone seus planos separatistas resultou em valorizações acentuadas em seus papéis.

Estas são as principais empresas que transferiram suas sedes sociais e que, depois de dias de perdas, tiveram suas ações valorizadas na bolsa como efeito do anúncio:

– CaixaBank:

É o grande banco catalão, terceiro da Espanha, e com uma influência que se estende a todos os níveis da sociedade catalã graças a bolsas de estudo, patrocínio cultural, créditos a partidos políticos. Sua transferência para Valência é um golpe simbólico duríssimo ao separatismo.

A Caixa de Pensões para a Velhice e de Poupança da Catalunha e Baleares, conhecida por todos como “a Caixa” antes de sua mudança de nome em 2014, foi fundada em 1904 pelo advogado catalão Francesc Moragas Barret, que hoje dá nome a ruas em Barcelona e outras localidades catalãs.

Com uma capitalização na Bolsa de 24 bilhões de euros, é a sétima empresa do Ibex-35, o índice principal da Bolsa de Madri.

Tem 14 milhões de clientes, 32.400 funcionários e 5.000 escritórios em toda a Espanha.

– Gas Natural Fenosa:

A empresa de hidrocarbonetos Gas Natural foi fundada em 1843 pelo letão Charles Lebon e pelo espanhol Pedro Gil y Babot após conseguir o contrato para a instalação de luzes a gás nas ruas de Barcelona. Seu nome original era Sociedade Catalã para o Iluminado por Gás.

A empresa previa ter em 2017 lucros líquidos de entre 1,3 e 1,4 bilhão de euros. Apresenta-se como a terceira da Espanha em distribuição de gás e eletricidade, e opera em mais de 20 países, com uma forte implantação em México, Brasil, Colômbia, Chile, Argentina e Peru, com um total de 23 milhões de clientes. Emprega 17.229 pessoas.

– Banco Sabadell:

O segundo banco catalão e quinto da Espanha foi o primeiro a anunciar a transferência de sua sede social de Sabadell para Alicante, na região de Valência, limítrofe ao sul com a Catalunha.

Fundado em 1881 por um grupo de 127 empresários de Sabadell ao redor do outrora poderoso setor têxtil, origem de grandes fortunas catalãs, o banco é avaliado na Bolsa em 9,5 bilhões, lhe convertendo na 20ª empresa do Ibex-35. Tem 17.000 funcionários e 2.279 escritórios por toda a Espanha.

– Naturhouse:

Essa empresa de dieta e nutrição foi fundada em 1991 pelo empresário Félix Revuelta, que sempre manifestou sua oposição ao processo separatista e anunciou a sua transferência a Madri no início de agosto.

A companhia conta com uma ampla presença internacional, de onde provém aproximadamente 80% de seu negócio. Atualmente opera em 27 países por meio de mais de 2.000 centros, dos quais 92% são franquias.

– Outras:

Ouras empresas que fizeram as malas são o Banco Mediolanum, a sociedade de investimentos Arquia Banca, a operadora de telecomunicações Eurona Wireless, a têxtil Dogi e a empresa biofarmacêutica Oryzon Genomics.

– O cava, os próximos?

Freixenet e Codorniu, duas grandes marcas de cava, o principal espumante nacional, também admitiu que consideram mudar a sua sede social da Catalunha, concretamente de Sant Sadurní d’Anoia, capital da videira catalã.

https://istoe.com.br/caixabank-banco-sabadell-gas-natural-empresas-...

Para participar de nossa Rede Têxtil e do Vestuário - CLIQUE AQUI

Exibições: 33

Comentar

Você precisa ser um membro de Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano X para adicionar comentários!

Entrar em Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano X

© 2017   Criado por Textile Industry.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço