Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII

Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII

Capa da The Economist pergunta: "o Brasil estragou tudo?"

Edição da revista britânica que chega hoje às bancas mostra Cristo Redentor caindo, uma atualização da capa de 2009 que afirmava que o Brasil decolava

Capas da The Economist com Brasil

Capas da The Economist com Brasil: revista mudou de tom sobre o país

São Paulo - O Brasil está novamente na capa da revista britânica The Economist, que acaba de ser divulgada e deve chegar hoje às bancas. Um Cristo Redentor é visto voando desgovernado e a chamada pergunta: "o Brasil estragou tudo?".

É uma atualização da capa de 12 de novembro de 2009, que mostrava um Cristo saindo da pedra como um foguete com o título "O Brasil decola".

A reportagem de 14 páginas ainda não está disponível, mas uma prévia no site resume o conteúdo. A The Economist lembra que o Brasil passou quase incólume pela crise de 2008, conseguiu crescer 7,5% em 2010 mas agora está estacionado em uma expansão anual do PIB em torno de 2%.

A revista também cita os protestos de junho e diz que os cidadãos do país estão insatisfeitos e tomaram as ruas contra o alto custo de vida, serviços públicos ruins e a ganância e corrupção dos políticos.

"Dilma Rousseff, presidente do Brasil, conseguirá reiniciar as máquinas? A Copa do Mundo e os Jogos Olímpicos vão ajudar a recuperação brasileira ou simplesmente trazer mais dívidas?", pergunta o texto.

No fim de 2012, a revista recomendou a saída de Guido Mantega do governo. Em junho deste ano, criticou a performance do ministro com ironia. No mesmo mês, uma reportagem de capa da revista disse que os protestos brasileiros e turcos tinham muito em comum.

http://exame.abril.com.br/economia/noticias/capa-da-the-economist-p...

Exibições: 406

Comentar

Você precisa ser um membro de Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII para adicionar comentários!

Entrar em Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII

Comentário de luis carlos em 27 setembro 2013 às 9:54

O grande diferencial deles e que nao tem corrupcao, se todo dinheiro aqui pago por nos como imposto voltasse para o povo seriamos a naçao numero 1 do Mundo e bom vir criticas da nossa economia la de fora pois aqui tem muito cego que nao quer ver que as coisas estao ruins para tentar mudar o panorama

Comentário de Luiz Eduardo Mello em 26 setembro 2013 às 20:33

Os ingleses tem que olhar mais para seu quintal ao inves de cuidar dos dos outros.

A previsao de crescimento do PIB da Inglaterra e' de 1,4% para 2013

Aqui com tudo que rola encima e por baixo do pano vamos crescer 3,5% este ano.

Se moralmente fossemos o Reino Unido estariamos crescendo 7%/ ano

© 2020   Criado por Textile Industry.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço