Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII

Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII

Venho através deste e-mail lhe pedir Socorro! Na verdade venho através deste solicitar uma direção para um problema que venho passando, com a carreira de técnico químico têxtil. E sinceramente
estou muito arrependido de ter entrado para este mundo. Não posso me sentir
diferente imagina que depois de mais de 5 cursos na área, uma faculdade, duas
pós-graduações e um mestrado trancado, não sou nada, graças a este setor
maldito que só escolhe os filhos de alguém importante, as pessoas que podem ser
aproveitadas para outras coisas, e imagina lecionei no SENAI têxtil, isso mesmo
me tornei professor do lugar que me formou, será que sou tão ruim assim? Depois
de tanto tempo atuando com lavanderiais, tenho até uma menção honrosa do
presidente da FIESP do Paraná e nada? Reportagens publicadas no Jornal das
Lavanderias, artigos de pesquisa publicados no principais sites do ramo e nada?
Te pergunto meu amigo, paguei a porcaria da Manager on Line durante um ano,
paguei mais 6 meses a Catho e NUNCA fui chamado para uma, eu disse uma
entrevista, o que sou para este setor; onde pessoas incompetentes ganham rios
de dinheiro e pessoas como eu são tratadas como lixo? Não sei mais como agir,
como seguir, como enfrentar tais barreiras que hoje são praticamente intransponíveis.
Tenho 34 anos e passei por empresas como:


P. Sayeg;


Vicunha;


Zencolor;


UNIP – Universidade Paulista


Daslú


Centro Universitário Belas Artes de SP


SENAI Francisco Matarazzo (Têxtil)


Apelo para meus amigos de profissão e em Cristo me forneçam uma orientação, uma ajuda, um caminho, uma direção



Abraços



Prof. Wesley S. Paixão


Técnico Químico Industrial Têxtil

Exibições: 384

Comentar

Você precisa ser um membro de Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII para adicionar comentários!

Entrar em Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII

Comentário de José Henrique Batista Lima em 29 maio 2010 às 9:05
Wesley atualmente já esta trabalhando?
Comentário de João Claudinei Moreira em 29 abril 2010 às 18:59
Um dos grandes problemas das pessoas que têem especializações diversas, está na crença de que em função destas, exista uma garantia de posicionamento no mercado. Isso se dá em todas as áreas.
A evolução cultural dentro do perfil profissional nos trás algumas condicionantes que devem ser salientadas: Em primeiro está o fato de que uma maior contemplação de conhecimentos restringe o plano de trabalho, ou seja, uma pessoa muito especializada dificelmente obtém colocações abaixo(vc é um formador de opnião e isso é complicado gerir nas relações de trabalho). Ao mesmo tempo essa maior especialização restringe a colocação no seu plano original dado a quantidade de vagas ser limitada e com maior concorrência.(quem está ñ quer sair). Portanto esse é um ponto comum a todos os profissionais e em todos os setores industriais e comerciais. A química têxtil no entanto, possui uma qualidade muito pouco explorada, que é o fato de tanto outros setores industrias que têem necessidades diretas ou indiretas dos conhecimentos químicos ligados aos substratos têxteis.(ind. de tintas, cosmética, automobilística, saúde, limpeza e tantas outras). O principal vc já tem que é o conhecimento das propriedades que facultam interações entre insumos e substratos, princípios produtivos e paleativos, agora é uma questão de utilizar a capacidade e generalizar as aplicações e vc pode arrumar uma colocação onde menos espera. O bom da cultura é que esta lhe dá o poder de conseguir outras possibilidades para um mesmo problema. Uma outra saída é o empreendorismo, ou seja, tornar-se comprador de seus próprios conhecimentos. Apesar de estar fora do Brasil há mais de dez anos, pelo que acompanho, hoje é uma saída bem interessante. ñ desanime pois os melhores empresários são aqueles que começam nos piores momentos e nas mais frágeis condições. O difícel é dar os primeiros passos, mas conhecimento não lhe falta... um abraço e se precisar de alguma dica, dá um retorno.
Comentário de flavio e . a. teixeira em 26 abril 2010 às 18:00
FLAVIO.TEIXEIRA@ERTEX.COM.BR OU (47) 9948 6611
Comentário de Ubiratan José Ferreira da Silva em 26 abril 2010 às 9:37
Qual o seu contato ?

e - mail ou telefone !!!
Comentário de flavio e . a. teixeira em 25 abril 2010 às 16:18
UBIRATAN A ELIAN MALHAS EM JARAGUÁ DO SUL ESTA NECESSITANDO DE COORDENADOR PARA MALHARIA,SE QUIZER ENTRE EM CONTATO COMIGO QUE ENCAMINHAREI SEU CURRÍCULO,OU VÁ DIRETO (47) 32741800
Comentário de Ubiratan José Ferreira da Silva em 25 abril 2010 às 6:48
Amigo Wesley Paixão ; bom dia !!!

Compartilho da sua angustia; estou no segmento têxtil á 30 anos; hoje com 47 anos de idade sou formado técnico têxtil ( Fiação X malharia) esta última minha total especialização; assim como você já me dediquei durante estes 30 anos de trabalhos prestados nas grandes empresas deste setor de malharia; Tecanor ; Fibrasil Têxtil ; Vicunha;Helizabeth Têxt;il;CIA Herng; Jangadeiro Têxtil ; Malharia Rebeca; Latina Têxtil ; Morgana Têxtil; Filati Têxtil ;nunca pensei que hoje eu me encontraria batendo de porta em porta e sempre ouvindo as mesmas respostas; mande - me seu CV; vamos avaliar e responderemos; tenho grandes trabalhos prestados dentro de malharias; estabilidade dimensional; torção; lycra virada; e tantos outros trabalhos já realizados e com sucesso, que propciarão grandes lucros para as empresas citadas; hoje eu tenho o honroso título de desempregado; há sou formado pelo CETIQT RJ ; CERTTEX - PE. assim como você não cheguei a tanto; mas por alguns dias fui professor da escola que me formei CERTTEX - PE.

Tenha certeza que o nosso Deus é muito maravilhoso e vai te mostrar o caminho; apesar de tudo amo o setor têxtil; tenho uma familia maravilhosa e tudo que construímos graças ao meu bom Deus veio da Ind. Têxtil.

abraços.

Ubiratan Silva
Comentário de Luiz José Nicolodelli em 21 abril 2010 às 21:15
Caro Wesley
Li o teu desabafo e gostaria de comentar e sugerir a respeito.
Meu caro dificuldades fazem parte da nossa vida. Mas sempre que passei por momentos dificeis consegui crescer em todos os sentidos da minha vida.
Olhe para frente e procure as oportunidades que geralmente elas estão muito
perto de nós.
Com o seu conhecimento tenho certeza que muitas empresas gostariam de ter
voce junto aos seus colaboladores.
Moro em Jaraguá do Sul em Santa Catarina e em todo encontro ou reunião que vou
ouço a mesma reclamação dos empresários locais que é a FALTA DE MÃO DE OBRA
ESPECIALIZADA.
Por isso gostaria de sugerir que prepare o seu CURRICULUM e remeta as Empresas
da nossa região, tenho certeza, que conseguiras imediatamente uma boa colocação.
A´partir daí mude o seu espirito crítico e desenvolva um enorme espirito criativo
que serás muito bem recompensado profissionalmente.
Tenho 64 anos, sou Técnico Textil, com muito orgulho, e fui empresário do Ramo
de Roupas Infantis durante mais de 30 anos. Fazendo um balanço profissional tive
neste periodo muito e muito mais sucessos que fracassos.
Caro Wesley, levante a cabeça e vamos em frente e no período de um ou dois anos
gostaria de saber aonde chegastes com otimismo e criatividade.
Um grande abraço e muito sucesso.
Luiz J. Nicolodelli
Comentário de Antônio Fernando Gomes em 21 abril 2010 às 16:11
Companheiro Wesley, esto em parte solidário com este teu pensamento, pois passei por momentos ruis neste seguimento mas mesmo assim, estor à vinte e oito anos onde consegui as minhas graduações tecnicas e tambem ha dos meus filhos.
Atualmente esto em busca de colocação mas ti digo não desamines pois nos somos pessoas de conhecimentos técnicos e práticos e possamos ate tornarmos empreendedores do mesmo setor, as janelas estão abertas é preciso que caminhemos prá uma delas. Um abraço do amigo Antônio F. Gomes ( email-Antonif.gomes@hotmail.com).
Comentário de Elisângela Ferrante em 19 abril 2010 às 20:08
Sabe Wesley há um tempo atras passei por momentos muito dificeis também...o que me afetou a vida pessoal,profissional e até minha saúde...
E um dia eu estava chorando muito no trabalho e um amigo que sabia de tudo e estava na mesa ao lado me entregou um papel e nele dizia.."Está dificil pra vc???Pergunte à Jesus se foi fácil...não desita,Ele está com vc."
Eu jamais me esqueço disso porque tenho certeza de que naquele momento Deus usou essa pessoa pra falar comigo, e me dei conta de que as vezes nos desesperamos e achamos que nosso problema é o maior do mundo e que não tem solução.
Amigo o que posso te dizer nesse momento é que vc tem o principal...Deus.Não perca a fé,se vc tem tantas qualidades como descreveu sua hora irá chegar.
Eu depois de tudo,estou vivendo um momento lindo,um momento pleno e isso é graças a Deus claro, e também a força que descobri que tenho.
Apesar de estar no mercado têxtil há apenas 7 anos tenho, alguns contatos.Se quiser pode mandar seu curriculum e eu o encaminho.

Coragem!!Força!!Fé em Deus!!!Não desista.
Comentário de elias miranda de alencar neto em 19 abril 2010 às 19:48
Se os seus filhos são preguiçosos, não merecem sua herança. Se eles são trabalhadores, não precisam dela. Então, use-a para lhe dar os prazeres merecidos da sua velhice..vi este texto achei oportuno....isso para lhe dizer que use do seu conhecimento..nao deixe que o momento subestime sua capacidade...sua herança(conhecimento) faz parte de seu caminho...use-a com sabedoria e muita paciencia e terás sua vitória..Elias

© 2020   Criado por Textile Industry.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço