Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII

Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII

Dólar cai a R$ 1,561, menor valor desde janeiro de 1999

A melhora externa amparada na mobilização europeia para garantir um novo programa de ajuda à Grécia manteve o apetite por risco nos mercados, beneficiando o euro e o real


O dólar comercial caiu hoje (30/06), pelo quarto dia consecutivo, e fechou junho e o primeiro semestre do ano a R$ 1,561, em queda de 0,51%, no mercado interbancário de câmbio. Foi o menor valor desde 19 de janeiro de 1999, quando encerrou em R$ 1,558. Na Bolsa de Mercadorias & Futuros (BM&F), o dólar negociado à vista terminou o dia em baixa de 0,74%, a R$ 1,56. O euro comercial subiu 0,09% e vale R$ 2,265 na venda.



A melhora externa amparada na mobilização europeia para garantir um novo programa de ajuda à Grécia manteve o apetite por risco nos mercados, beneficiando o euro e o real. Nesse clima, os investidores minimizaram o fim do programa de estímulo do Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano) assim como os dados positivos divulgados hoje nos EUA. Os beneficiados foram investidores estrangeiros e bancos que vêm apostando na valorização da moeda brasileira e, por isso, ficaram "vendidos" em dólar no mercado local neste fim de mês e do primeiro semestre.

Em consequência, nas quatro sessões desta semana, a perda acumulada do dólar comercial foi de 2,68%. Em junho, a desvalorização chegou a 1,14% e, no 1º semestre e no ano, o declínio é de 6,19%.

No decorrer de junho, a tensão com a crise da dívida europeia cresceu, elevando as preocupações com a desaceleração da economia global. Contudo, esta semana os investidores elevaram a confiança num desfecho favorável para a crise grega. Assim, diante da perspectiva de alta de juros em julho no Brasil e do baixo risco de investimentos no País, os agentes financeiros voltaram a apostar forte no real, elevando suas posições vendidas em dólar.

Essa movimentação derrubou as cotações e, desde ontem, o Banco Central voltou a fazer dois leilões de compra de moeda à vista. As taxas de corte nos leilões de hoje foram de 1,5619 e R$ 1,561. O governo também voltou a prometer novas medidas para evitar uma apreciação acentuada do real.

Câmbio turismo

O dólar turismo caiu 1,01% no dia e está cotado a R$ 1,663 na venda e R$ 1,487 na compra. O euro turismo teve perda de 0,54% hoje, cotado a R$ 2,387 na venda e R$ 2,143 na compra.

 

 

FONTE: http://epocanegocios.globo.com/Revista/Common/0,,EMI245379-16359,00...

Exibições: 44

Comentar

Você precisa ser um membro de Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII para adicionar comentários!

Entrar em Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII

© 2020   Criado por Textile Industry.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço