Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII

Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII

'+Estampa' e 'Referências Brasileiras': alquimia na arte de criar

Dentro do Salão Inspiramais existem dois projetos, o +Estampa e o Referências Brasileiras, que orientam e direcionam o mercado para as tendências da próxima estação, o Inverno 2019


00:00 · 20.01.2018

O projeto "Referências Brasileiras" busca no universo de Lygia Clark a função dos objetos Na exposição de produtos, o estilista Jefferson de Assis trabalha a ideia de que o consumidor tem o poder de decisão de como ele usará o produto. Não é mais o designer que determina isso ao criar um objeto O "+ Estampa" destaca o trabalho criativo de profissionais de designers de superfícies que mesclam a tecnologia com o artesanal na criação das artes

O poder de decisão de como, quando e de que forma usar um objeto, seja ele um calçado, uma roupa ou mesmo um móvel está totalmente nas mãos do consumidor.

E para contextualizar este novo momento que vivemos, o coordenador do projeto "Referências Brasileiras" e estilista Jefferson de Assis buscou no universo das artes a inspiração para criar peças que nos transmitam esta sensação.

As criações de Assis abrem para discutir a alquimia e a relação entre forma e função dos objetos no nosso dia a dia, como por exemplo, uma bolsa que se transforma em body. Ou mesmo sapatos produzidos em couro que são plastificados posteriormente.

Isso chama para a reflexão: vou usar uma bolsa ou um body? Estou calçando um tênis de couro ou de plástico? A decisão é sua.

"Nesta edição, cabia como uma luva eu falar de neoconcretismo (movimento artístico nascido no Rio de janeiro na década de 50)", diz Assis.

Sua proposta era tirar a arte do status de arte e colocá-la na vida. "Para isso acontecer, da arte sair do quadro, é preciso colocar o espectador em ação, ele em contato e mexendo no objeto", explica o estilista que resgatou no trabalho da pintura e escultora mineira Ligia Clark.

"Os couros plastificados vem da Ligia Clark que tem experiências sensoriais de tatos que envolvem uma pedra num plástico. Isso é uma provação pois você não sabe se está tocando na pedra ou no plástico", reflete Assis.

Na prática esta questão volta para consumidor. "Não é mais o designer que decide é você quem decide se você está usando um sapato de couro ou de plástico. O poder do consumidor", afirma ele.

Desenhos exclusivos

Outro projeto dentro do Inspiramais que instiga a originalidade é o + Estampa.

A primícia é o desenvolvimento e a criação de diversas estampas, propondo a brincadeira de unir o artesanal e o tecnológico, reduzindo assim a cultura de cópias e expandindo o trabalho dos designers de superfícies.

Tenis-2 Tenis-3 Tenis-1

"A ideia é de levantar este trabalho e levar para o mundo todo. É promover a venda da arte e não de tecido, pois este mercado é próspero e esta crescendo", informa o coordenador de o consultor do Núcleo de Design da Assintecal, Lucius Vilar.

Para o Inverno 2019, a referência é o centenário da Bauhaus, escola de design, artes plásticas e arquitetura de vanguarda na Alemanha.

Maiô-de-latex

"Eles eram alquimistas e faziam uma brincadeira muito grande e divertida de construção de novos padrões e de brincar com o dinâmico da geometria", reforça Vilar.

Os seis estúdios participantes - Dash Studio, Estudio Capim, Nomad Estudio, Oficina Lamparia, Studio Aurum e Icertain - mudaram as formas das folhas, das flores e de coisas que se encontra na natureza.

http://diariodonordeste.verdesmares.com.br/cadernos/zoeira/estampa-...

Para participar de nossa Rede Têxtil e do Vestuário - CLIQUE AQUI


Exibições: 146

Comentar

Você precisa ser um membro de Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII para adicionar comentários!

Entrar em Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII

© 2019   Criado por Textile Industry.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço