Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII

Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII

GAP estreia no Brasil com margem de lucro menor e preço maior

Na série “Brasileiro é otário?”, mostrei diversos casos em que nós pagamos preços bem maiores pelos mesmos produtos. Algumas pessoas acham que isso se deve a margens de lucro maiores no Brasil. Ainda que fosse, caberia explicar o motivo disso. E novamente encontraremos a mão visível estatal criando barreiras à livre concorrência.

Mas se alguns setores conseguem cartelização com a ajuda estatal, outros são mais competitivos, e a diferença não pode ser explicada por obstáculos artificiais criados pelo governo. A diferença é a carga tributária e a péssima logística mesmo, encarecendo os produtos que consumimos. O famoso Custo Brasil.

A declaração da varejista GAP, que inaugura em SP sua primeira loja hoje, é prova disso. A empresa afirmou que terá margem de lucro menor na operação brasileira, e ainda assim o preço será 30 a 40% maior do que nos Estados Unidos:

Depois de seis anos analisando o mercado brasileiro, a grife de moda básica americana GAP inaugura na quinta-feira (26) sua primeira loja no Brasil, no Shopping JK Iguatemi. “Não preciso dizer que o Brasil é complexo e complicado”, disse Stefan Laban, vice-presidente sênior da GAP e responsável pelo processo de internacionalização da marca. “Mas pela importância do mercado, tomamos uma decisão bastante consciente de reduzir nossas margens.”

O executivo não revela a margem da operação, mas diz que ela será menor do que nos outros países em que a marca opera.

Mesmo assim, devido aos custos de importação e logística, os preços no Brasil serão, em média, 30% a 40% mais altos do que nos EUA.

Não é fácil ser brasileiro. Os americanos, que ganham, na média, quatro vezes mais, podem gastar bem menos para ter o mesmo produto. E sem essa de que isso afeta apenas os ricos capitalistas ou consumistas. Estamos falando de produtos básicos, uma simples camiseta da GAP, coisa que até esquerdista adora. Esquerda caviar, é verdade.

Como o “jovem rebelde” que virou “meme” nas redes sociais ao protestar contra o capitalismo e os ianques vestindo… um casaco da marca GAP! Abaixo, um dos “memes” que circulam por aí:

Como podemos ver, até mesmo o rebelde da esquerda caviar terá que desembolsar 40% a mais do que o rebelde da esquerda chique americana. Ainda que seja dinheiro da mesada da mamãe, é grana que poderia ir para outro fim, como uma capa com foto do Che Guevara para seu iPhone novo. E então: brasileiro é otário?

http://veja.abril.com.br/blog/rodrigo-constantino/

Exibições: 416

Comentar

Você precisa ser um membro de Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII para adicionar comentários!

Entrar em Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII

Comentário de Raúl Pereira em 29 setembro 2013 às 14:14

E então: brasileiro é otário?

Comentário de Hilario Aleixo Munhoz em 29 setembro 2013 às 14:03

É triste ver  movimentos sociais transformados em massa de manobra.

O conceito "politicamente correto" e uma bizarra " democracia das minorias" associados à uma falta de ideologia seja ela qual for, está gerando uma sociedade de "zumbis ideológicos" que não se dá ao trabalho nem de estabelecer uma base conceitual de seus ideias; pensam fazer movimentos sociais como faziam com seus pais quando queriam um brinquedo novo: se jogam no chão, choram ...simplesmente para chamar a atenção, ter seus minutos de fama...depois se contentam com um pirulito... e ficam quietos...

Não há movimento social sem alguma dose de resignação...e isso esse movimento que vimos não quer....querem protestar e não perder a balada da sexta-feira...

Comentário de Lyanne Noronha em 28 setembro 2013 às 1:00

Quando isto vai acabar? Desde que eu me entendo por gente isto existe acho Bizarro, como disse o texto sobre a Pessima Logistica que em minha concepçao e Bizarra. E impressionante  a diferença de preços afinal o Brasileiro ganha menos  e paga mais Ok essa e real. Literalmente chamado de Otario, eu nao faço parte disto amo moda e sou consumista sim porém sou inteligente o que falta sao pessoas assim.

© 2020   Criado por Textile Industry.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço