Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XV

Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XV

Impressão 3D é a próxima fronteira da moda

Moda e tecnologia: a impressão 3D apresenta o maior desafio para as marcas de moda, e a indústria da moda tem sido lenta para adaptar-se a essa nova tecnologia. Algumas marcas estão começando a se adaptar a ela, o que vai significar uma mudança de valores fundamentais para a indústria têxtil e de acessórios.

Impressão 3D é a próxima fronteira da moda

As possibilidades de impressão 3D são infinitas. De instrumentos e brinquedos para robôs e peças mecânicas, quase não há limite para o que uma impressora 3D pode imprimir. E agora, designers e entusiastas da moda estão entrando na onda. Enquanto alguns estilistas têm vindo a utilizar desde 2010 materiais impressos em 3D, a sua gama de opções de matéria prima tem sido limitada até pouco tempo. O que vemos na maior parte das vezes são roupas esculturas que não são comerciais pela limitação das técnicas de impressão atuais mas com o advento da nanotecnologia e das novas impressoras 3D com a miniaturização das impressões,vão se criando novos materiais mais maleáveis e ergonômicos para a impressão de qualquer tipo de roupa simulando tecidos sintéticos ou até naturais, é só questão de tempo. A revolução já começou está preparado?

A vanguardista estilista Katya Leonovich estreou sua nova Primavera 2015 no Mercedes Benz Fashion Week em Nova York, onde a maior parte de sua coleção de roupas consistia em ter sido construída a partir de tecidos e enfeites de impressão 3D.

Impressão 3D é a próxima fronteira da moda-1katya-leonovich-3d-printing-fashion-

Vídeo disponível no blog Stylo Urbano

“Eu queria utilizar esta inovação de uma forma que seria usável para o consumidor de moda”, explicou Leonovich. “É natural que os artistas tentem levar uma nova tecnologia ao limite quando é introduzida pela primeira vez, mas eu vejo isso como um novo método de construção que é o futuro das roupas.”

Designer holandês Iris Van Herpen foi um dos primeiros a usar as técnicas de impressão 3D na moda, a partir de 2010 com a “Coleção Cristalização”. Em janeiro de 2013, ela estreou este vestido de renda intrincada que foi criada com uma técnica de impressão a laser pela empresa belgaMaterialise.

Impressão 3D é a próxima fronteira da moda-2

Vídeo disponível no blog Stylo Urbano

As peças impressas 3D estão restritas aos materiais que uma máquina pode imprimir, e com isso em mente, os designers muitas vezes ficam visualmente restritos em termos do no que pode ser feito, mas com a recente introdução de multi-materiais e da impressão multi-color (a um preço mais acessível), as tendências em impressão 3D na moda estão se afastando das rígidas impressões 3D feitas de estruturas de nylon branco para peças mais maleáveis e usáveis.

Van Herpen e Materialise colaboraram novamente em março de 2014, criando o vestido impresso em 3D que foi revestido em silicone criando um brilho lustroso.

van-herpen-and-materialise-collaborated-again-in-march-2014-creating-this-3d-printed-dress-that-was-coated-in-silicon-for-a-glossy-sheen

Em 2013, a empresa de impressão 3D, Shapeways e arquiteto Francis Bitonti estrearam este vestido incrível, modelado pela estrela burlesca Dita Von Teese. O vestido é composto por 17 peças de malha flexível com cerca de 3.000 juntas articuladas e decorado com mais de 12.000 cristais Swarovski. Luxo!!!

Impressão 3D é a próxima fronteira da moda-4

No início deste ano, Francis Bitonti colaborou com estudantes de design para criar seu segundo vestido impresso em 3D, que ele chamou de “Vestido Cerda.” Ele foi feito com filamentos brancos flexíveis de PLA, e o projeto foi feito open-source, o que significa que qualquer pessoa com uma impressora MakerBot pode baixar o desenho da peça e personalizá-lo eles mesmos.

Impressão 3D é a próxima fronteira da moda-5

Com sede na Austrália a Oficina XYZ criou o vestido InBloom, que é composto de 191 painéis de renda com filamento PLA flexível. Demorou cerca de 450 horas para imprimir, e o projeto pode ser baixado gratuitamente online. O vestido InBloom foi exibido em um documentário no Discovery Channel  em 2014.

australia-based-xyz-workshop-created-the-inbloom-dress-which-is-made-of-191-lace-like-panels-of-flexible-pla-filament-it-took-nearly-450-hours-to-print-and-the-design-can-be-downloaded-for-free-online-the-inbloom-dress-w

Com as impressoras 3D se tornando mais prevalente e acessível, é com certeza a próxima fronteira da moda. Essa tecnologia vai mudar o mundo e qualquer um que tenha uma impressora 3D e criatividade, vai poder ter sua própria linha de roupas personalizadas já pensou? Veja mais posts que escrevi sobre moda e tecnologiaaquiaqui e aqui.

A Oficina XYZ também fez acessórios, essas bolsas femininas podem ser baixadas e impressas em casa. “Ser capaz de capacitar alguém para fazer e personalizar totalmente a sua forma de impressão é uma maneira atraente e pessoal de auto-expressão através da moda”, disse Kae Woei Lim da  Oficina XYZ.

xyz-workshop-has-branched-out-into-accessories-too-creating-these-womens-clutches-that-can-be-downloaded-and-printed-at-home-being-able-to-empower-someone-to-make-and-fully-customize-their-printable-fashion-is-a-compelli

Eles criaram também este relógio flexível, que pode ser impresso em duas partes distintas e depois coladas.

theyve-also-created-this-flexible-watch-which-can-be-printed-in-two-separate-parts--the-band-and-the-face--and-super-glued-together

Para um visual mais high-fashion, Gabriella Ligenza desenhou uma coleção de chapéus impressos em 3D . “Trabalhar com uma técnica de ponta, como a impressão 3D permitiu-me criar o que antes era impossível com chapelaria tradicional”.

for-a-more-high-fashion-look-gabriella-ligenza-designed-a-collection-of-3d-printed-hats-working-with-such-a-cutting-edge-technique-as-3d-printing-has-allowed-me-to-create-what-was-previously-impossible-with-traditional-m

Alguns designers, como Pringle of Scotland, incorporaram elementos impressos em 3D em projetos já existentes. Este top inclui peças de nylon sinterizados a laser que foram tecidos em material de malha.

some-designers-like-pringle-of-scotland-have-incorporated-3d-printed-elements-into-already-existing-designs-this-top-includes-laser-sintered-nylon-parts-that-were-woven-into-knit-material

Mas a tendência de impressão 3D estendeu-se além da moda high-end. Em 2013, a modelo da Victoria Secret Lindsay Ellingson, usou um par de asas que foram criados por uma impressora Shapeways. As asas foram impressas com camadas de nylon plástico e adornados com cristais Swarovski. Luxo total…..

but-the-3d-printing-trend-has-extended-even-beyond-high-end-fashion-in-2013-victorias-secret-angel-lindsay-ellingson-wore-a-pair-of-wings-that-were-created-by-a-shapeways-printer-the-wings-were-printed-with-layers-of-nyl

Exibições: 920

Comentar

Você precisa ser um membro de Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XV para adicionar comentários!

Entrar em Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XV

© 2022   Criado por Textile Industry.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço