Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII

Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII

Jacques Wagner quer polo têxtil no oeste da Bahia | 02/06/2009 - 18:19 - Agência Estado

Luís Eduardo Magalhães (BA), - O governador da Bahia, Jacques Wagner (PT), disse que está trabalhando para trazer indústrias têxteis para o Estado. "Assim como já trouxemos a maior beneficiadora de algodão da América Latina para a Bahia.

Estou negociando com empresários que estão em outros Estados e fora do País para que eles venham para cá", disse. A Bahia é o segundo maior produtor de algodão do País, com uma produção estimada em 432 mil toneladas na safra 2008/09.

"A qualidade do nosso algodão é excepcional e o nosso mercado consumidor é o maior do Nordeste. Portanto, nós temas todas as condições para trazer estas indústrias para a Bahia", afirmou Wagner. O governador reconheceu que o ambiente da crise intimidou muitos empresários, mas considera que é preciso "voltar a normalidade da economia brasileira e mundial para retomar estas conversas", afirma. Wagner considera que, neste cenário será difícil trazer indústrias para o Estado neste ano, mas afirma que mantém as conversas com empresários do setor.

O governador afirmou ainda que a Bahia quer inaugurar parceria público privada para construir estradas que sejam compartilhadas entre produtores do agronegócio e o Estado. O projeto contaria também recursos de produtores, seguindo modelo já testado no Mato Grosso, que demandam a melhoria das estradas, principal via de escoamento da safra no oeste baiano. "Estamos estudando a criação de estradas que sairiam de Rosário e Luís Eduardo Magalhães. Eu vou sobrevoar esta área agora", afirmou o Wagner.

Exibições: 67

Comentar

Você precisa ser um membro de Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII para adicionar comentários!

Entrar em Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII

Comentário de josé claudio frança em 4 junho 2009 às 3:11
Estamos recebendo noticias animadoras e torcemos em poder vibrar com as conclusões dos fatos mencionados , o governo Baiano tb deveria reaver situações de empresas texteis q foram afetados com crises , mais sensívelmente com a atual , e incentivar com abatimentos e ou redução nos impostos;

Claudio França
Comentário de Valmor Bezerra Rodrigues em 3 junho 2009 às 23:36
Acredito que o governo da Bahia, busca atrair empresas de grande porte no setor textíl, provavelmente no segmento de fiações, por outro lado poderia insentivar os pequenos e médios empresários do setor já estabelecidos no estado, proporcionando-lhes algum tipo de incentivos programados. Outra forma seria incentivar a criação de polos de confecção no estado, o que poderia a médio/longo prazo poderia atrair novas industrias têxteis.
Comentário de fazer custo em 3 junho 2009 às 10:24
É lamentevel, o nosso governador ir buscar fora do estado, empresa para montar e ajudar, dando-lhes condições. Tenho uma industria textil na Bahia a mais de dezoito anos na Bahia precisando de ampliar ( mesmo no interior). Ficamos as moscas. Lamentavel......

© 2019   Criado por Textile Industry.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço