Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII

Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII

O ALGODÃO QUE JÁ NASCE COLORIDO

Embora tenha séculos de uso, o algodão é uma fibra eterna. Até agora, para se obter fibras de algodão coloridas, era necessário recorrer a processos de tinturaria. A bióloga americana Sally V. Fox, da Universidade Politécnica da Califórnia, desenvolveu um método de cultivo para obter fibras de algodão coloridas de forma natural, que evita a utilização dos processos de tingimentos comuns, caros e poluentes. Este método  oferece também a vantagem de produzir fibras cujas cores se intensificam com as lavagens e resistem ao uso de sabões. Sally combinou pólens de diversas florese cruzou sementes de vários tipos de algodão, obtendo fibras de cores marrom e verde, bem como oito tonalidades diferentes, baseadas na combinação de ambas.  A Empresa Monsanto de biotecnologia está investindo pesado no desenvolvimento do algodão colorido, e vem obtendo excelentes resultados.

 

   FIBRAS ANTI-STRESS

A empresa têxtil italiana Lineapiú criou, juntamente com a alemã Basf, o relax, uma fibra "terapêutica", que, segundo seus criadores, é capaz de aliviar alguns tipos de dores de cabeça, melhorar o apetite ou eliminar o cansaço de um dia estressante. Trata-se de um fio de filamento contínuo de poliéster ao qual se intercala um filamento de carbono, que tem a capacidade de evitar as cargas estáticas, bastante comuns em tecidos sintéticos, produzido dessa forma uma sensação relaxante.
Aplicadas a uma peça de uso diário, essas fibras de carbono funcionam como uma tela protetora contra as ondas eletromagnéticas existentes na atmosfera e que são responsáveis, em boa parte, pelas enxaquecas. 
 

 

 AS FIBRAS BRILHOSAS DOS TECIDOS LÍQUIDOS

 

É de conhecimento generalizado que o elemento responsável pelo brilho da fibra é a sua forma; quanto mais lisa e circular for a fibra, mais brilho apresentará. Por isso, as fibras fabricadas em laboratório briham mais que as fibras naturais (a seda é uma exceção).
O brilho é um fenômeno físico de reflexão de luz, ou seja, ao encontrar uma superfície lisa, a luz é refletida com maior intensidade. Esse brilho será maior se,  além de lisa e circular, a fibra se apresentar não sob a forma de um único cilindro, mas de 3 cilindros juntos, formando um filamento trilobal; neste caso teremos 3 superfícies refletindo a luz.
Nos Tecidos Líquidos a superfície das fibras que compõe os fios, apresentam a superfície não só lisa, 
como multifacetada, o que faz com que o material apresente caimento e luminosidade, pois neste caso a luz é refletido por várias faces.
 

 

FONTE:SITE TRIPOD - NOVIDADES TEXTEIS

 
  

Exibições: 574

Comentar

Você precisa ser um membro de Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII para adicionar comentários!

Entrar em Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII

Comentário de Carlos Roberto Araújo Daniel em 8 março 2011 às 8:17

É bom confirmar as informações com o Dr. Professor Napoleão Esberard, da Embrapa algodão em Campina Grande - PB. "na verdade ele é o pai da criança no Brasil"

© 2020   Criado por Textile Industry.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço