Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIII

Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIII

Os companheiros adoram o marxismo, de modo religioso, quase fundamentalista. Companheiros gramscianos (mesmo os que não têm a menor ideia do que seja isso, que nunca leram Gramsci ou qualquer outro teórico marxista) são os que transmitem os fabulosos conhecimentos aos alunos do fabuloso sistema educacional brasileiro. As aulas -- eu sei, porque já fui assim, mas nunca fui "religioso" -- costumam ser recheadas de conceitos como processo histórico, modo de produção, exploração, dominação e outras coisas do gênero.
De acordo com suas concepções, eles montaram um modo inventivo de produção de poder político, para manter o monopólio de seu partido neobolchevique sobre as instituições. Os companheiros montaram a mais fabulosa máquina de corrupção, de extorsão e de intimidação de que se tem notícia no Brasil desde tempos imemoriais, ou seja, nunca antes no Brasil se assistiu a tal máquina de poder colocada inteiramente a serviço da vocação totalitária daqueles que pretendem manter controle estrito sobre esse mesmo poder. 
Os companheiros sempre poderão alegar que a corrupção, sobretudo a corrupção política, sempre existiu no Brasil. Isso é verdade. Ela sempre existiu.
Mas existe aqui uma diferença fundamental. Nos velhos tempos da corrupção política normal, políticos, e seus agentes, roubavam artesanalmente, se ouso empregar a mesma terminologia. Estávamos então num "modo de produção pré-capitalista", em termos de corrupção política.
O que os companheiros fizeram, desde que chegaram ao poder, foi passar a um modo superior de produção da corrupção política, agora em escala industrial, sistêmica, disseminada, organizada, quase socialista, se ouso dizer.
Os companheiros transformaram a corrupção política numa etapa superior do desenvolvimento das forças produtivas corruptas que eles controlam, como nenhum outro partido conseguiu fazer anteriormente no Brasil.
Sem dúvida que se trata de um sistema eficiente, provado, experimentado, resiliente. Eles conseguiram comprar quase todos: antigos e novos corruptos, velhacos do sistema político brasileiro, coronéis, oligarcas e caudilhos regionais, grandes burgueses, acadêmicos gramscianos, aliados na "mídia", movimentos sociais (vendidos, como muitas ONGGs), enfim quase todos.
Só não conseguiram comprar as consciências daqueles que resistem, ainda e sempre, aos seus desmandos políticos, a suas patifarias desavergonhadas, a seu sistema totalitário, senão de fato, pelo menos em intenção. 
Enquanto houver resistência, eles não vão triunfar, ainda que isto custe uma longa travessia do deserto, sofrimentos e isolamento para os que resistem.
A verdade sempre triunfa ao final, mesmo que isso demore um tempo penosamente longo, e que isso custe muito trabalho aos que resistem.
Este blog pode ser classificado como um quilombo de resistência intelectual. Eu sempre denunciarei os crimes dos companheiros, seus atentados à liberdade e suas tentativas de controle dos meios de comunicação, suas ameaças canhestras (aqui mesmo) e essa vocação totalitária de comprar e moldar consciências.
Pode funcionar durante algum tempo, mas um dia acaba...
Paulo Roberto de Almeida

Exibições: 753

Comentar

Você precisa ser um membro de Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIII para adicionar comentários!

Entrar em Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIII

Comentário de Reinaldo A. Teixeira em 3 setembro 2012 às 11:32

correção arredar no lugar, arrecadar.

Comentário de Alexandre Valentim em 2 setembro 2012 às 20:14

A diferença entre esse grupo e os outros que governaram esse país desde a ditadura militar, é que este elevou o pais à quarta economia do planeta e acabou com a dívida externa que impedia o investimento no social diminuindo, com isso, o abismo social. Aliás, onde mesmo foram parar os vários bilhões de dólares da privatização ???

Comentário de rubens donizete muncinhatto em 2 setembro 2012 às 19:10

julio cesar temos que tirar o JEFERSON da sua lista porque se nao fosse ele nos nao estariamos vendo paulo cunha,ze dirceu e compania sendo condenado embora que no supremo federal ainda tenha ipocrita

Comentário de mary eugenia em 30 agosto 2012 às 0:45
eh o mundo capitalista. .
Comentário de mary eugenia em 30 agosto 2012 às 0:38
onde há poder. há corrupção . pouquíssimas sao as chances de não acontecer.
Comentário de Reinaldo A. Teixeira em 29 agosto 2012 às 23:46

pois é. incrivelmente o governo tem um mecanismo eficiente de arredar imposto e controlar as pessoas físicas e jurídicas. Por outro lado é ineficiente em inibir a corrupção. Isto é incrível.

Comentário de Fabio Germiniani-TRIUMPH TEXTIL em 29 agosto 2012 às 21:18

Nosso Brasil não aquentará por muito tempo,podem ter esta certeza!!

 

Comentário de Jorge Medeiros em 29 agosto 2012 às 19:31

Parabens pela analise. Concordo plenamente. Essa corja de inimigos do Brasil esta destruindo o pais e seus valores.

20 anos de governo militar, para dar nisso.

Comentário de mary eugenia em 29 agosto 2012 às 17:46
minha nossa.
Comentário de julio cesar de souza em 29 agosto 2012 às 15:16

CERTAMENTE, ENQUANTO HOUVER SARNEYS, COLLORS, MAGALHÃES,

CALHEIROS, JEFERSONS E MMMUUUUUUIIIIITOS OUTROS BANDIDOS

NO CONGRESSO NACIONAL A CORRUPÇÃO, A ROUBALHEIRA E A BAN-

DIDAGEM CONTINUARÃO ROLANDO FROUXO. TEMOS UM LEGISLATIVO

MUITO CORRUPTO E SEM LAGISLATIVO NINGUÉM GOVERNA, EM UMA

DEMOCRACIA. COMO "ELES" SABEM DISSO USAM ESTE PODER EM BENE-

FÍCIO PRÓPRIO E CORROMPEM PARA VENDEREM SEUS SERVIÇOS A QUEM

PAGAR MELHOR(MAIS).

      "POR AMOR AOS SEUS, VOTEM NULO EM 2012"

© 2021   Criado por Textile Industry.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço