Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XVI

Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XVI

ESG é o termo usado pelas organizações que atuam de forma socioambientalmente responsável. O termo é uma sigla em inglês “environmental, social and governance”, que pode ser traduzido como “ambiental, social e governança”.

Dessa forma, cada letra tem um significado prático, suscintamente descritos abaixo:

Environmental (ambiental): a letra “E” está relacionada às práticas ambientalmente responsáveis das organizacionais, seus compromissos, controles, indicadores e garantias de processos de produção mais limpos;

Social: o “S” está ligado às ações de responsabilidade com administração de pessoas, tanto colaboradores quanto da comunidade no entorno. Garantias de cumprimentos legais e outras ações de promoção de qualidade de vida, dentro e fora da organização;

Governance (governança): a letra “G” tem relação com a administração da organização e sua conduta corporativa, englobando ética, políticas anticorrupção, privacidade e canal de denúncias, entre outras, na relação com governos e acionistas.

Assim, empresas que implementam ESG demonstram que seu modelo de negócios visa não só o lucro, mas também a atuação responsável e comprometida com a sustentabilidade, tornando-se muito mais atrativas, aos consumidores, investidores e demais observadores.

Embora, nem todas as organizações adotem a sigla ESG, de modo geral, elas buscam corresponder com ações baseadas com tais pilares.

Environmental (ambiental): Empresas empenhadas em satisfazer as questões ambientais, adotam as seguintes práticas, dentre ouras:

  • implementação de sistema de gestão ambiental;
  • políticas de redução e eliminação de poluentes atmosféricos;
  • redução e eliminação de substâncias químicas perigosas;
  • produção mais limpa;
  • upcycling;
  • uso de fontes renováveis de energia;
  • redução no consumo de água;
  • política de negociação com fornecedores que adotam medidas de responsabilidade ambiental;
  • gestão de resíduos;
  • efetivo controle de poluição.

Social

No âmbito social, o foco está na gestão de pessoas e valorização do capital humano. Dentre outros:

  • respeito às leis trabalhistas;
  • salários justos;
  • políticas de incentivo à diversidade e inclusão;
  • combate à discriminação e assédio;
  • clima organizacional adequado;
  • política de benefícios;
  • programas de treinamento e desenvolvimento de talentos;
  • retenção de talentos;
  • proteção de dados;
  • relação com fornecedores que compartilham os mesmos valores.

Governança

A governança é a forma como a empresa é administrada, de modo a corresponder aos interesses das partes, acionistas, clientes e colaboradores. Atuando com postura ética e responsável na:

  • conduta corporativa;
  • divulgação de relatórios financeiros;
  • relação com entidades do governo e políticos;
  • independência e diversidade nos conselhos;
  • integridade e práticas anticorrupção;
  • gestão de riscos.

A exposição das empresas na mídia, que ocorre quase que em tempo real, sejam elas, positivas ou negativas, tem favorecido o aumento de ações ligadas a ESG. Contribuindo, inclusive, na motivação de outras empresas que estavam menos preocupadas com a temática socio ambiental, em começar a criar políticas e atuar com maior responsabilidade. Estamos em um momento em que a sociedade valoriza negócios que respeitam o meio ambiente, as pessoas e uma boa gestão.

Essa mudança de mentalidade é reflexo, principalmente, da pressão causada pelas manifestações nas mídias sociais e da postura das novas gerações, que priorizam um consumo consciente e marcas transparentes e responsáveis.

ESG na prática

ESG é algo necessário, que está cada vez mais popularizado. Atuar com responsabilidade não é opcional. Por isso cabe às organizações, independentemente de sua expressão, adotar os princípios de ESG em suas operações.

Um bom começo é mapear as operações e identificar os pontos a serem melhorados. Primeiramente, assumindo o compromisso de mudar o que precisa ser mudado, estabelecendo metas e objetivos realistas.

É importante criar uma política de ESG alinhada aos valores da empresa, sem exageros, contudo não simplista.

As ações devem atender aos três pilares do ESG. Os pontos de melhorias devem atender as demandas focando as prioridades. Para cada pilar, sanar possíveis pendências de atendimentos, e posteriormente, promover melhorias de forma equilibrada entre E,S e,G.

Para que o projeto seja implementado de forma eficiente, é preciso alinhar três fatores importantes: pessoas, processos e sistemas de gestão. Essa é a base para garantir que as mudanças sejam feitas de maneira eficiente e com resultados.

Portanto, ESG é um conjunto de boas práticas que demonstra o compromisso da empresa nas demandas ambientais, sociais e de governança. 

Exibições: 95

Comentar

Você precisa ser um membro de Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XVI para adicionar comentários!

Entrar em Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XVI

© 2023   Criado por Textile Industry.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço