Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII

Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII

Aqui no nosso blog, em nosso canal no Youtube, Instagram ou até em nossos e-books, você acompanha diversas dicas e explicações sobre o mundo do marketing digital. Entre os termos, você já pode ter lido algo sobre e-commerces B2B e B2C. Já sabe o que são?

Para quem ainda não sabe, vamos explicar de forma bem simples no texto de hoje. Pra começar, basta saber que e-commerces B2B e B2C são duas categorias que se diferem na relação Vendedor x Consumidor.

E-commerces B2B e B2C: difer

O tipo de vendedor e o tipo de consumidor vão caracterizar o tipo de comércio que uma empresa prática. Quando falamos em e-commerces B2B e B2C, estamos falando de diferentes atividades-fim, ou seja, são diferentes finalidades para as mercadorias comercializadas.

Geralmente, na categoria Business to Business (B2B), existem três tipos de atividades-fim:

  • Transformação: comercialização de produtos de Indústria para Indústria;
  • Revenda: entre Indústria e Atacados, Distribuidores ou Revendas em geral (supermercados, lojas, etc.);
  • Revenda: outro tipo de Revenda é aquela entre Distribuidores e Revendas.

Agora, vamos passar para a definição do e-commerce B2C. O nome dessa categoria quer dizer Business to Commerce, o que quer dizer que compreende os tipos de comércio que tem o consumo final como objetivo.

No e-commerce B2C, então, a atividade fim do produto comercializado será o próprio consumo. Esse tipo de comércio é aquele mais comum, que consistem nos e-commerces de roupas, acessórios, eletrônicos e outros bens.

O comércio B2C geralmente possui quatro categorias possíveis:

  • Revenda: a revenda B2C acontece quando um Distribuidor, Atacado ou Revenda geral vende para um profissional liberal;
  • Consumo: quando um Distribuidor ou Atacado vende diretamente para um consumidor final;
  • Consumo: outro tipo de Consumo é quando uma Indústria vende diretamente para o consumidor final;
  • Consumo: quando  uma Indústria vender para um consumidor final através de Distribuidor ou Atacado (B2B2C).

Assim, podemos ver que não é exatamente o tipo de produto comercializado que define o tipo de comércio que uma empresa ou canal de vendas realiza, mas o fim da mercadoria.

E-commerces B2B e B2C
Imaagem: reprodução / JB FM.

Podemos utilizar o comércio de veículos como um exemplo. É possível que veículos sejam comprados por uma pessoa, para ser usado por ela mesma, ou que sejam adquiridos por uma empresa para serem utilizados nos serviços corporativos.

O que muda diretamente de uma modalidade para outra são as quantidades (B2B, claro, costuma ser bem maior), as políticas de preço (prazos, parcelamentos, entre outros) e as tributações que incidem no produto.

O ambiente da compra, qualidade da mercadoria, garantia, processo de pós-venda e outros fatores geralmente continuam os mesmos.

E aí, gostou de entender um pouco melhor sobre os e-commercs B2B e B2C? Para continuar por dentro do mundo do marketing digital, continue acompanhando os canais da Projetual!

Em nosso blog, nosso canal no Youtube e em nosso Instagram você confere muitas notícias sobre este mundo. Em nossos e-books, dicas e informações práticas sobre marketing digital são exploradas. Aproveite!

https://projetual.com.br/e-commerces-b2b-e-b2c/

Para participar de nossa Rede Têxtil e do Vestuário - CLIQUE AQUI

Exibições: 32

Comentar

Você precisa ser um membro de Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII para adicionar comentários!

Entrar em Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII

© 2020   Criado por Textile Industry.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço