Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIV

Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIV

Os Reflexos da Antecipação do Lançamento da Coleção Inverno,

Os eventos para apresentação das coleções de Inverno das marcas até 2011  aconteciam no mês de Janeiro do mesmo ano.Este ano a coleção está sendo apresentada quatro meses antes da data anterior e seis meses antes do lançamento nas lojas.

Esta antecipação gerou uma série de mudanças:

-calendário de desenvolvimento de produto,

-calendário de produção,

-mudança no fluxo de capital das empresas. 

Tudo teve que ser antecipado:

-A viagem para pesquisa de tendências,

-O desenvolvimento de novos produtos,

-A construção das novas coleções, simultaneamente com o pique da Coleção mais importante do Brasil. O Verão.

-O volume de pagamento de mercadorias, devido a antecipação das compras de Verão.

 

As marcas tiveram que antecipar as compras da Coleção Primavera Verão e  do Alto Verão.Oxalá, as marcas tenham se planejado corretamente, para ter estoques em suas lojas para sustentar as vendas de Verão até fim de fevereiro,ou vão ter que lançar durante o Carnaval.(12/2)

Os magazines e as grandes cadeias de lojas neste final de ano, descartaram as confecções nacionais e compraram muita mercadoria no exterior.Foi uma queda significativa no volume de encomendas o que reduziu a ocupação da produção nacional.Algumas indústrias de confecção, por conta desta redução já começaram a demitir pessoal por falta de entregas  para Novembro e Dezembro.

 

Existe o pressentimento que tempos difíceis virão para as indústrias de confecção que dependam integralmente das encomendas de terceiros.

As principais receios são:

 

 1-Haverá encomendas suficientes para Dezembro e Janeiro? 

-Caso não haja encomendas neste período, haverá queda no faturamento das indústrias justamente, na época em que os salários são dobrados( 13º) e são poucos os dias de trabalho por causa das festas.Com o aumento dos custos e redução no faturamento o setor poderá haver aumento na inadimplência e no volume de demissões.

 

 2-Os fornecedores nacionais e importadores de tecidos terão tecidos para entregar na data com a antecipação da produção da Coleção Inverno?

Tomara que os fornecedores estejam com a produção em dia e os importadores não tenham atraso na entrega dos tecidos para a nova Coleção para evitar a ociosidade e outras coisas ruins.

Como o volume de pedidos se reduziu em Novembro e Dezembro, as confecções certamente tentarão produzir os primeiros pedidos confirmados de Inverno.

 

 3-Será que os compradores vão querer receber a mercadoria de Inverno em Janeiro ?

Certamente as confecções por falta de pedidos, vão querer faturar os pedidos de Inverno para descontar as duplicatas e fazer dinheiro para pagar seus compromissos.Eles serão parceiros das confecções?

 

4-Se os compradores receberem as mercadorias compradas manterão os prazos originais, ou vão pedir prorrogação dos pagamentos?

Nesta hora é que conheceremos a parceria entre fornecedores de tecido, confecções, compradores, e bancos.

 

Acredito que estes são os principais receios das confecções.

Nós queremos agir como o 1º Mundo, com juros e tributação de 3º Mundo.

 

Exibições: 180

Comentar

Você precisa ser um membro de Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIV para adicionar comentários!

Entrar em Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIV

© 2021   Criado por Textile Industry.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço