Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano X

Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano X

Planalto vai gastar R$ 1,8 milhão para comprar uniformes e roupas de cama para seguranças

O governo federal pretende gastar até R$ 1,8 milhão com uniformes, roupas de cama e material esportivo, o que inclui até mesmo quimonos para a prática de judô. Os materiais serão adquiridos pela União para atender a equipe que realiza a segurança do presidente Michel Temer (PMDB) e de seus familiares nos palácios e residências oficiais. A licitação de registro de preços está marcada para ocorrer no dia 19 de outubro. A empresa vencedora do certame vai cumprir contrato de um ano.

Segundo a justificativa da licitação, os itens vão atender o pessoal do Departamento de Segurança Presidencial (DSeg). Os agentes têm a missão, de acordo com o documento, de zelar pela segurança pessoal do presidente e de seus familiares, dos titulares dos órgãos essenciais da Presidência da República e de outras autoridades ou personalidades, quando determinado pelo chefe do Executivo. Eles também devem fazer a segurança do Palácio do Planalto e das residências oficiais – Palácio da Alvorada e Palácio do Jaburu.

Entre os itens a serem adquiridos pelo Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República, estão previstos 1.310 conjuntos de paletó e calça social, 2.610 unidades de camisa social de manga longa, 40 conjuntos de blazer e de calça para mulheres e 60 unidades de blusa feminina. Somente essas vestimentas foram orçadas, pelas contas do governo federal, em R$ 964 mil. Para completar o traje social da equipe de segurança, a União vai arrematar ainda gravatas, cintos e sapatos sociais.

O edital também contempla a compra de outros materiais para a equipe presidencial, como colchas de cama, lençóis de solteiro e fronhas. Ainda vão ser adquiridos itens para atividades externas, como camisas, bermudas, macacões para brigadistas, quimonos para os agentes praticarem judô e botas antichamas. O governo também quer comprar 30 unidades de capuz balaclava – máscara que deixa apenas os olhos do policial à mostra.

É argumentado no edital que, diante da premissa de prestar segurança pessoal e patrimonial dos entes da Presidência, o DSeg “necessita dispor de pessoal capacitado e bem-apresentado para bem representar a segurança presidencial”, sendo que essa compra, vai permitir “a manutenção do excelente padrão de apresentação pessoal dos agentes de segurança, suas atividades diárias, treinamentos e áreas de descanso”. Ainda de acordo com o documento, os materiais serão solicitados de forma parcelada, quando for necessário.

Academia. Também neste mês, no próximo dia 16, o governo federal vai fazer uma licitação para contratar empresa para realizar a manutenção preventiva e corretiva dos aparelhos de ginástica do Palácio do Planalto e das residências oficiais. O valor a ser gasto com o certame está estimado em R$ 72,2 mil. Segundo o edital, a empresa que vencer o pregão eletrônico vai ter que cuidar, por um ano, de 40 aparelhos de academia. De acordo com o documento, a contratação é para atender o setor responsável pela preparação física da equipe da Secretaria de Segurança Presidencial (SPR). (Fransciny Alves)

http://www.otempo.com.br/hotsites/aparte/planalto-vai-gastar-r-1-8-...

Para participar de nossa Rede Têxtil e do Vestuário - CLIQUE AQUI

Exibições: 29

Comentar

Você precisa ser um membro de Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano X para adicionar comentários!

Entrar em Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano X

Comentário de Antonio Silverio Paculdino Ferre em 13 outubro 2017 às 11:23

Pode até ajudar a industria textil, mas é um descalabro. Merece prisão. Aí, aumenta-se o PIS/COFINS e azar do país! O que se pode fazer, antes de se pegar em armas?

© 2017   Criado por Textile Industry.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço