Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII

Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII

Pró-Sertão já conta com 12 confecções em funcionamento e 400 empregos gerados

Secretário estadual de Desenvolvimento Econômico, Rogério Marinho, afirma que a ideia é que ao longo dos próximos quatro anos, 20 mil empregos sejam gerados no RN.

O secretário estadual de Desenvolvimento Econômico, Rogério Marinho (PSDB), está concluindo um ano de trabalho à frente da pasta celebrando o sucesso do Pró-Sertão. O Programa de Industrialização do Interior fecha 2013 com 12 unidades de confecção em funcionamento e com cerca de 400 novos empregos gerados.

A informação foi confirmada pelo próprio Rogério durante entrevista concedida nesta segunda-feira (16) ao Jornal 96. “A ideia é que ao longo dos próximos quatro anos, 20 mil empregos sejam gerados no RN. Na semana passada estivemos em São Paulo e contactamos mais três indústrias. O Pró-Sertão hoje é uma realidade, já é um sucesso no RN”, disse.

Mas este não é o único projeto consolidado durante a gestão de Rogério na Sedec. O secretário destacou o trabalho realizado em torno da questão da energia eólica, para recolocar o RN em papel de destaque neste setor. No último leilão, realizado na sexta-feira (13), o Estado foi o segundo do país a fechar mais negócios, superando o baixo desempenho anterior.

“Desde o princípio do ano nos deparamos com uma crise instalada neste setor, que era o fato do governo federal ter modificado as regras do jogo que tinham deixado o RN no primeiro lugar do Brasil. Perdemos a competitividade, porque os parques ficavam prontos e as redes não eram interligadas”, relembra Rogério.

O secretário disse que, desde março, manteve seguidos contatos com o Ministério das Minas e Energia, a Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) e a Abeeólica (Associação Brasileira de Energia Eólica), além de contar com a ajuda de integrantes da bancada federal potiguar. O objetivo era pressionar o governo federal a possibilidade um novo leilão das linhas de transmissão. Na semana passada, o ministro Edison Lobão sinalizou positivamente ao pedido.

Além de manter o RN na dianteira deste processo, Rogério ainda celebra a atração de empresas responsáveis pela produção de equipamentos necessários a exploração da energia eólica e solar para o território potiguar.  Para isso, enfatizou, foi fundamental o lançamento do Parque Tecnológico, que será construído em Jundiaí.

Um terceiro projeto implementado por Rogério em 2013 na Sedec foi o Mais RN, voltado para a produção de um diagnóstico sobre os diversos setores da economia do Estado. O levantamento está sendo realizado e, até agora, já foram feitas mais de 70 entrevistas com empreendedores potiguares. “É um diagnóstico denso, estamos identificando os gargalos, obstáculos e quais as alternativas para ultrapassá-los”, finalizou.
http://nominuto.com/noticias/economia/pro-sertao-ja-conta-com-12-co...

Exibições: 69

Comentar

Você precisa ser um membro de Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII para adicionar comentários!

Entrar em Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII

© 2020   Criado por Textile Industry.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço