Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano X

Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano X

Sucesso lá fora, modelo plus size brasileira lança linha de bodies

Fluvia Lacerda é um dos nomes mais importantes do crescente mercado de moda para mulheres cheias de curvas.

Carioca, Fluvia Lacerda foi descoberta pelo mundo fashion quando estava dentro de um ônibus em Nova York (Foto: Gustavo Arrais)

Prestes a fazer 37 anos no dia 31, a carioca Fluvia Lacerda faz parte do seleto time de tops plus size que fazem sucesso mundo afora – depois dela, a americana Ashley Graham é outro nome poderoso da crescente indústria que volta suas atenções às mulheres cheias de curvas.

Com quase 20 anos de carreira, Fluvia é uma das modelos plus size mais conhecidas do mundo (Foto: Gustavo Arrais)

“A internet encolheu o planeta. Antes os haters falavam que o destaque dado para nós, gordinhas, era uma febre passageira. Mas não, seguimos aí, e eu tenho quase 20 anos de carreira como modelo plus size”, orgulha-se Fluvia, que foi descoberta quando estava num ônibus em Nova York, para onde se mudou no fim da adolescência para estudar inglês. Na época, ela trabalhava como babá.

Em alta no crescente universo da moda para mulheres cheias de curva, Fluvia está lançando uma linha de bodies (Foto: Gustavo Arrais)

Agora Fluvia lança, em parceria com a marca de moda praia Kaone, uma linha de bodies. “É uma peça prática, dá para usar de várias formas. Sempre usei bodies, maiôs e biquínis, mesmo antes de ser modelo. E queria proporcionar isso para as meninas que me seguem nas redes sociais”, afirma ela, que, só no Instagram, tem quase 250 mil seguidoras e coleciona histórias de mulheres – e homens – que estão acima do peso.

Fluvia costuma ser fotografada para grifes americanas e de toda Europa e está atualmente sendo clicada para nova campanha na Grécia (Foto: Gustavo Arrais)

“Recebo muitos relatos, histórias tristes. Isso tem me motivado cada vez mais a levantar essa bandeira. A moda não me deu autoconfiança, isso já nasceu comigo. O mundo mudou, podemos ser o que quisermos. Não viram a bailarina gordinha no novo clipe da Anitta e a Gretchen no clipe da Katy Perry? Então: é disso que estou falando”, finaliza ela.

http://epoca.globo.com/sociedade/bruno-astuto/noticia/2017/07/suces...

Para participar de nossa Rede Têxtil e do Vestuário - CLIQUE AQUI

Exibições: 165

Comentar

Você precisa ser um membro de Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano X para adicionar comentários!

Entrar em Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano X

Comentário de Romildo de Paula Leite em 19 julho 2017 às 7:46

  O mundo mudou, podemos ser o que quisermos. Não viram a bailarina gordinha no novo clipe da Anitta e a Gretchen no clipe da Katy Perry? 

© 2017   Criado por Textile Industry.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço