Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII

Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII

Você constrói um enredo que faz sentido para sua vida?

Fonte:|administradores.com.br|

Por Dalmir Sant’Anna -

Na história do carnaval, além da cultura, alegria e diversão, há uma busca constante pela perfeição. Além de planejamento, definição de estratégia e organização meticulosa, tudo é regido por normas, cooperação, integração e um rígido cronograma. O objetivo é fazer a engrenagem imaginária do samba enredo obter forma e conquistar desenvoltura, harmonia e ritmo. Qual a relação de um samba enredo com sua vida pessoal? Que lições pode fornecer para sua vida profissional? Observe nos dois itens abaixo, como retirar lições de um samba enredo para conquistar melhores resultados e intensificar de maneira prática, o relacionamento interpessoal e a gestão com pessoas.

Apreciar a capacidade de realização - Você já percebeu que desde a infância você faz escolhas? Quanto mais você vive, mais sua vida é moldada por decisões que refletem na capacidade de realização. Um mestre de harmonia na escola de samba, além de fazer escolhas, atua de maneira coerente com determinadas situações, acredita no potencial humano de realização e incentiva a união da técnica com a criatividade. Neste sentido, observe suas decisões. Elas consideram a capacidade de realização? Você acredita em você, nos seus colegas, filhos e amigos? Eles são capazes de realizar determinada tarefa? A ação de apreciar a capacidade de realização influencia, significativamente, na direção da sua vida e pode criar novos rumos para vencer ou para aprender.

Compreender e valorizar a diversidade - Houve um período da história, em que o "sambista" era sinônimo de malandro e arruaceiro. Bom saber, que este período faz parte da história, pois compete a cada pessoa, compreender e valorizar a diversidade humana. Note que alguns profissionais criam, outros fantasiam, imaginam e desejam. Outros indivíduos inovam, aprimoram, empreendem e surpreendem, pois entendem que a sua geração é diferente das gerações mais novas, que também são diferentes das gerações mais antigas. Como resultado, devemos levar em consideração, que não há como valorizar o capital humano sem entender a diversidade. Já pensou se cada escola de samba não acreditasse na diversidade? O que seria da publicidade, propaganda e do marketing sem o estudo da diversidade humana?

Recebo vários e-mails, de pessoas que desejam realizar mudanças e solicitam dicas para superar dificuldades e circunstâncias negativas. Analiso as mensagens e busco apresentar que as pessoas precisam encontrar pontos essenciais, para valorizar a capacidade de realizar seus sonhos, desejos e vontades. Assim como faz um diretor de bateria, ao reger mais de 400 integrantes, para que juntos sigam a mesma cadência, passa ser necessário assumir a responsabilidade pela atitude e dedicar-se ao máximo, para que a escolha seja mais eficaz possível. A bateria de uma escola de samba é uma enorme orquestra, estruturada com instrumentos de percussão para construir o enredo e oferecer vida, sentido e emoção. Lembre que todo o desafio apresenta uma oportunidade e toda a oportunidade um desafio. A atitude de levantar a cabeça, parar de reclamar e fazer a diferença, depende de uma pessoa: você! Construa um enredo que faça sentido para sua vida.

Dalmir Sant’Anna – Palestrante comportamental, mestrando em Administração de Empresas, pós-graduado em Gestão de Pessoas, bacharel em Comunicação Social e mágico profissional. Autor do livro "Menos pode ser Mais" (3ª edição), Visite o site: www.dalmir.com.br

Exibições: 100

Comentar

Você precisa ser um membro de Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII para adicionar comentários!

Entrar em Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XII

Comentário de Alexandre Heberte em 27 fevereiro 2010 às 17:23
No ápice do desfile: a alegria da muturidade conquistada durante processo de criação, na vida que se vive e suas escolhas dia a dia.
Comentário de Elisângela Ferrante em 26 fevereiro 2010 às 12:24
Fazer escolhas realmente é muito difícil,levamos em conta muitos fatores e nem sempre nossa própria vontade é o que fala mais alto.Mas particularmente não acredito que alguém faça uma escolha que requeira sacrifícios próprios,pois se assim o fizer a escolha certamente não é a correta.
Precisamos realmente construir um enredo para nossas vidas que valha a pena,o amanhã é tão incerto,o importante é ser feliz,se sentir realizado e para isso é preciso mais do que coragem...é preciso acreditar,arriscar-se,tomar as rédias de nossas próprias vidas!!!Talvez nossas escolhas não agradem a todos...mas só nós sentimos nossas dores e mais ninguém.
Parabéns Erivaldo pelo texto,um tema para refletirmos e reavaliarmos muitas coisas.

© 2020   Criado por Textile Industry.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço