Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIV

Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIV

Um aumento de mais de 400% no custo de alguns produtos químicos usados no fabrico de corantes levou os produtores europeus de têxteis e vestuário a reclamar preços mais elevados junto dos seus clientes, com o objetivo de compensar o aumento abrupto nos custos. 

dummy
A escalada dos corantes

A Euratex (European Apparel and Textile Confederation) afirma que a situação está a «deteriorar-se rapidamente» e refere que o problema é particularmente grave para as empresas têxteis europeias, que produzem produtos de elevada qualidade, alta moda e altamente sustentáveis.

«[As empresas de tecelagem e acabamentos] de alta qualidade da UE estão a enfrentar uma crise injustificada e difícil devido aos inaceitáveis aumentos de preços no mercado de corantes, que afetam a competitividade global deste importante elo da nossa cadeia de valor», explica Alberto Paccanelli, presidente da Euratex.

Os preços dos corantes têm vindo a aumentar há mais de um ano o que, combinado com a escassez de matérias-primas, está a originar problemas na produção de tecidos nas cores e padrões de qualidade exigidos. A entrega não fiável de matérias corantes também está a causar «incerteza» no cumprimento de encomendas, reconhece a Euratex.

Outro fator negativo que o grupo aponta são os prazos de entrega mais longos para as matérias corantes e até mesmo o cancelamento de algumas encomendas.

Desde abril, os mais duros controlos ambientais na produção de matérias-primas e produtos químicos intermediários na Ásia, especialmente na China, têm levado ao encerramento de unidades de produção e a uma forte redução da capacidade existente. O impacto tem sido visto nos preços mais elevados dos corantes têxteis.

A maioria dos tipos de corantes foi afetada pela atual situação do mercado de matérias-primas, incluindo os mais amplamente utilizados na fabricação de têxteis, tais como corantes reativos e diretos para fibras celulósicas, bem como dispersos, ácidos e corantes de complexo metálico para fibras sintéticas e de lã.

A Euratex divulgou que a sua própria análise concluiu que, ao longo dos últimos meses, o preço de alguns corantes aumentou pelo menos 80%. Os preços dos produtos intermédios que entram na formulação destes corantes cresceram entre 167% e 447%.

«Parece que não haverá trégua na volatilidade dos preços», observa Alberto Paccanelli. «Estamos diante de um dilema de longo prazo, na medida em que temos uma forte indicação de que os investidores na China e na Índia estão a afastar-se do sector químico». O presidente da Euratex também refere que as maiores empresas intermediárias estão a operar um «cartel suspeito», aumentando a sua «cooperação e parceria» como uma forma de ditar e impor o preço.

A indústria europeia é composta principalmente por pequenas e médias empresas, pelo que Paccanelli adverte para «a falta de capacidade das nossas pequenas empresas de passar os custos na sua cadeia de fornecimento, devido à pressão sobre os preços para os produtos têxteis no mercado mundial, significa que muitas empresas poderão simplesmente encerrar num futuro muito próximo»

http://www.portugaltextil.com/tabid/63/xmmid/407/xmid/43571/xmview/...

Exibições: 927

Responder esta

Respostas a este tópico

Você saberia (ou teria uma listagem) de  quais seriam os produtos intermediários?

«[As empresas de tecelagem e acabamentos] de alta qualidade da UE estão a enfrentar uma crise injustificada e difícil devido aos inaceitáveis aumentos de preços no mercado de corantes.

O presidente da Euratex também refere que as maiores empresas intermediárias estão a operar um «cartel suspeito», aumentando a sua «cooperação e parceria» como uma forma de ditar e impor o preço.

Responder à discussão

RSS

© 2021   Criado por Textile Industry.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço