Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIV

Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIV

Acrílico, Clog, Barriga de Fora: Veja Itens Que Eram Bregas e Viraram Moda

A moda se recicla e o que era considerado brega, volta a ser tendência. Foto: Getty Images A moda se recicla e o que era considerado brega, volta a ser tendência

Tatiana Sisti

Tudo que vai volta e com a moda não é diferente. Discreta ou indiscretamente as peças que são hits de algumas estações passam por uma reciclagem, voltam a ser tendência e caem no gosto dos fashionistas.

Algumas peças que eram consideradas bregas pelos que "ditam" a moda, são repaginadas e gaham espaço na passarela e no dia a dia. Por este motivo, é arriscado dizer "eu nunca vou usar isso". Segundo Marcos Rogério Gomes, produtor e consultor de moda, muitas pessoas tem a sensação do déjà vu quando uma nova tendência é lançada, mas a moda nunca volta como ela já foi um dia. "Os produtos elaborados atualmente são adaptados à nossa realidade e o retorno se dá, muitas vezes, apenas de forma inspirativa à seus criadores", disse.

Gomes explica que uma tendência de moda se torna brega quando ela chega no fim do processo de difusão, ou seja, quando através do trickle effect - fenômeno de moda criado à partir do topo da pirâmide de inovação -, se alastra com efeito cascata e atinge a sua base.

Peças antigas sempre podem voltar a ser tendência e conceitos podem mudar em qualquer nova estação. Para o consultor, a moda é reciclável quando há o reaproveitamento de materiais beneficiados como matéria-prima para um novo produto. "Esse conceito serve apenas para os materiais que podem voltar ao estado original e serem transformados novamente em um produto igual, em todas as suas características" detalhou.

Veja dez tendências que já foram brega um dia:

Sapato branco (principalmente bota)
"A cor branca em calçados sempre foi associado aos pés dos profissionais da saúde, porém ganhou fama no Brasil através da apresentadora Xuxa Meneghel que, com suas botas brancas, ganhou amores e desafetos", disse.

Mas, depois que Chanel, Hermès, Louis Vuitton e Isabel Marant colocaram alguns modelos na passarela, a peça, que tinha destaque nos anos 80, virou queridinha entre as fashionistas e ganhou espaço no dia a dia.

Sapato de acrílico
O modelo ganhou destaque nos anos 60 quando a moda tinha aspecto de psicodelismo através de matérias novas, como o plástico e o acrílico, lisos ou multicoloridos. "Eles se fizeram presente tanto nas artes gráficas como na moda", disse.

Os sapatos de acrílico passam por fases em que os fashionistas amam ou odeiam. Depois de um tempo dito como brega, virou hit quando Prada, Chanel e a Yves Saint Laurent apostaram no modelo colorido ou não na passarela nas coleções de inverno 2012/2013.

Clogs
O sapato estilo tamando era conhecido como babucha nos anos 80 e começo dos anos 90. Depois de ficarem desaparecidos por um tempo, virou febre em 2010 e 2011. Isso aconteceu depois que Karl Lagerfeld colocou o modelo na passarela da Chanel.

Não demorou muito para que outras grifes, até mesmo as brasileiras, lançassem seus modelos, com versões iguais as do passados e umas outras mais delicadas.

Jeans com jeans
"É totalmente anos 90 e depende do mínimo de conhecimento de roupas para combinar peças com a mesma lavagem ou em cores diferentes e não ficar com cara de cowboy", alerta o consultor.

Depois do auge, a combinação ficou fora de circulação por um tempo e recentemente voltou a ser vista.


"A moda colorida sempre agradou aos brasileiros, porém agora é uma tendência mundial em tons suaves ou intensos e porém metalizados." O color blocking, que antigamente era considerado brega por combinzr cores "inesperadas", virou moda depois que a Gucci apostou no mix durante a apresentação da coleção no verão 2011. A moda ainda continua, mas já há quem diga que está virando brega de novo.

Barriga de fora
Nos anos 60 era "cool" deixar a barriga à mostra, moda que também fez sucesso nos anos 90. Durante um tempo ela ficou desparecida e, quem deixava o umbigo de fora, era considerada brega. No entanto, no começo deste ano celebridades começaram a aparecer com um novo conceito de deixar a parte do corpo à mostra.

"Realmente, agora o que vale é apenas uma faixa de pele à mostra. O top subiu mas a cintura também. Aliás, essa tendência surge com uma inspiração bem anos 80, basta recordarmos Winona Rider em Atração Mortal, de 1988", relembrou.

Conjuntinhos
A necessidade de coordenação entre as peças fez com que a combinação, famosa nos anos 60, ganhasse fôlego novamente e invadisse as passarelas. "Eles voltaram com tudo, numa época onde as pessoas tem pressa e precisam fazer suas escolhas à partir do mais importante para elas hoje, a praticidade", disse.

A dupla de peças voltou com um ar mais moderno e consequentemente trouxeram também a onda dos pijamas para o dia a dia.

Cintura alta
As brasileiras, que sempre valorizaram a moda da cintura baixa, entraram na onda dos outros países e aderiram de novo a cintura alta, que fez tanto sucesso nos anos 30, 40 e 50 - na tendência Lady Like criada por Cocco Chanel - e nos anos 80, mas caíram em desuso por alguns anos.

Hoje, a moda foi adaptada para saias, vestidos e calças e, provavelmente não vai sair tão cedo do guarda-roupa feminino. "Podemos adotar o estilo que quisermos e ainda mergulhar no mundo fantástico da ilusão à que a moda nos leva, do futuro ou passado."

Calças coloridas
Os modelos de calças coloridas foram excluídos do armário depois que integrantes de bandas teen começaram a usar. Por um certo tempo, o estilo colorido ficou afastado, mas com a ajuda da tendência do color blocking, a peça voltou a reinar.

Hoje em dia esta é a opção mais "fashion" que as mulheres usam ao escolher um look mais casual.

Boca de sino
Nos anos 70, a calça boca de sino era a peça mais fashion que eu alguém poderia ter. Depois, o modelo ficou abandonado e deu lugar para a calça skinny, que se manteve no auge por muitos anos.

Mas, no final do ano passado, houve um resgate da época setentista e os modelos, desta vez com o nome flare, voltaram a aparecer. Desta vez, ela tem uma modelagem mais seca, sem proporções exageradas na barra

Fonte:|http://moda.terra.com.br/noticias/0,,OI5717444-EI1119,00.html#tarticle

Exibições: 394

Responder esta

© 2022   Criado por Textile Industry.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço