Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIV

Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIV

A ABVTEX (Associação Brasileira do Varejo Têxtil) vê como positiva a ação do governo de utilizar o câmbio como mais um instrumento de combate à inflação. Do ponto de vista das redes de varejo associadas à ABVTEX, o câmbio livre mantém o fluxo das importações de artigos de vestuário, cuja indústria nacional não possui vocação, como os produtos de inverno. Por sua vez, os artigos importados ajudam a conter as fortes pressões da indústria nacional por ajustes de preços, devido à crise do algodão.

“De fato, a política cambial ora em curso vem sendo implementada desde o começo de 2009 e representou a retomada de uma prática de valorização do real que vinha sendo adotada desde o segundo semestre de 2004, após a interrupção causada pela crise mundial de 2008 e 2009”, comenta o Prof Nelson Nozoe, da Fipe.

Segundo a análise do economista, o uso da taxa de câmbio para controle da inflação – possibilitado pela redução do preço dos produtos e matérias primas importadas – depende, principalmente, da participação dos importados na cesta de consumo dos brasileiros e do grau de utilização de insumos importados na fabricação de bens. Ambos variam amplamente. O primeiro, principalmente em função do nível de renda e, o segundo, de acordo com o segmento industrial.

O prof. Nozoe avalia que o controle da inflação está na pauta das preocupações dos economistas do governo, que parece disposto a lançar mão de um arsenal diversificado para contê-la e mantê-la sob controle.

A depender da atitude da equipe governamental, haverá a busca do equilíbrio, não permitindo que o câmbio fuja ao controle, mas evitando-se o uso de medidas radicais de intervenção. A ABVTEX acredita neste caminho para contenção da expectativa inflacionária. Seus associados apoiam o governo neste esforço, reforçando a urgência em colocar em prática os mecanismos para desenvolvimento da indústria nacional, entre elas mudanças na legislação trabalhista e tributária e a promoção de capacitação.

Fonte:|revistafator.com.br|

Exibições: 128

Responder esta

© 2021   Criado por Textile Industry.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço