Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIV

Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIV

Carta da ABIT ao Governo com Comentários sobre as Medidas Adotadas em Favor das Indústrias Automobilísticas e Fazendo um Paralelo com a Indústria Têxtil e Confecções

Exibições: 1631

Anexos

Responder esta

Respostas a este tópico

                 Mas sempre foi assim parece que a única industria que sustenta o páis é automobilisticas, e as demais ficam em segundo plano
Muito justo pleitear para a indústria têxtil, o mesmo tratamento que está sendo dado a automobilística.

Quando estudamos economia na universidade, as duas atividades constantemente mecionadas como geradoras de emprego, pelos seus multiplicadores, são a automobilistica e a construção civil.

Quando tratamos do assunto aquecimento e desaquecimento no mercado, o segmento de eletro-eletrônico está sempre em pauta.

São áreas de grande movimentação financeira, impacto tecnológico e influências do pensamento gerencial mundial.

 

Onde começa o pecado na área textil: Amadorismo e falta de desenvolvimento de uma identidade.

Pleitear usando qualquer outro segmento como fundamento fragiliza o argumento.

É melhor usar todas aquelas linhas para chamar a atenção para o textil, com informações, fundamentações defesas, ataques quando necessários e pertinentes, mas não desviar para outras áreas e gerar a conotação de oportunismo.

Do lado de fora, quem não conhece o textil e lê, terá a impressão errada. Se for o decisor, danou-se!

 

Pleito precisa de foco: O pedido  e a  exaustiva de defesa, com argumentos do mercado textil. 

A área textil precisa ser investida de importância e isso não ocorrerá por comparação, mas desenvolvimento de identidade!

 

 

 

 

 

 

 

Na superfície nada se vê, mas nas profundezas o inferno está em chamas !

 

Olha ai a martelada: Uma no prego , outra no dedo !

 

IPI maior deixa caminhão da Mercedes R$ 100 mil mais caro

 

A Mercedes-Benz terá que renegociar cerca de 500 caminhões Actros já encomendados por clientes, após o aumento do Imposto Sobre Produtos Industrializados (IPI) para veículos importados anunciado pelo governo na última semana. Com a mudança na taxa, o preço do veículo, que é produzido na Alemanha, sobe cerca de R$ 100 mil.

"É dever do governo proteger e dar força para a indústria do País. O aumento da tributação é uma medida válida, mas, no longo prazo, pode fazer com que outros países fiquem mais interessantes (para as empresas). Acho que o Brasil está no caminho errado", disse Jurgen Ziegler, presidente da Mercedes no Brasil.

A partir de janeiro, o Actros será produzido em Juiz de Fora, em Minas Gerais, assim sua taxa de nacionalização ultrapassará os 70% (acima dos 65% requisitados pelo governo). Apesar da renegociação, segundo Joachim Maier, vice-presidente de vendas da companhia, a mudança na regra do imposto não teve grande efeito para a empresa.

Na última quinta-feira, o governo anunciou a elevação do IPI em 30 pontos percentuais para montadoras que não investirem em tecnologia, não produzirem veículos com pelo menos 65% de conteúdo nacional e não cumprirem pelo menos seis etapas de produção no Mercosul. A medida se destina a promover a inovação na indústria automobilística brasileira.

Erivaldo: O ponto nevralgico da questao e : PORQUE FOI SOLICITADO ESTA CARTA A SER RETIRADA? ESTA E A QUESTAO. Poderia vc elaborar algo sobre esse assunto?
 

Leandro: APOIO a Indústria Textil da ABIT,  a ASSOCIACAO BRASILEIRA DA INDÚSTRIA TEXTIL, é mais do que esperado: É DEVER DELES. Solicitar também a nossa proteção (vamos rasgar o verbo) nos equacionando com a Indústria  Automobilística para argumentar o caso? FENOMENO! De fato nos precisamos ainda de mais proteção do que eles! MAS PORQUE QUEREM ESSA CARTA REMOVIDA? Ai esta, por baixos dos panos, um conflito de interesses ENOOOOOORRRRME...  Ai, diria o Noel, é o "X" do problema. A incógnita. E ai é onde a porca torce o rabo. SdM

Caro Sam,

Recebí a carta através de dois remetentes diferentes, inclusive com uma lista grande aberta (Não usaram o Cco) de destinatários.

Fiz minha parte, aumentei o leque da divulgação.

Após divulgação recebí correspondencia da equipe de jornalismo da ABIT, presente em nossa rede solicitando a retirada da carta por se tratar de documento interno. (!!!!!)

Respondí que faria isto desde que me dissessem o que colocar no lugar da carta, já que aquela altura o alerta de novo post já havia sido disparado.

Carta retirada por solicitação da ABIT? Perguntei.

Foi-me respondido que o assunto seria levado a chefia e eu teria uma resposta, que não veio até agora.

Isso Ivan: Devemos pleitear embasados em nossos meritos. Coincorco com a fragilizacao do pleito, ao corrermos para "debaixo das saias" da Industria Automobilistica. Devemos nos fortalecer e comprar as nossas brigas, dando e levando "pancadas" em NOSSAS pernas. SdM

Uma associação manda uma carta para o governo e trata como assunto interno?

Não, alguém estava de mau humor quando disse isso. E olha, não há nada que estranho no que foi escrito.

Há sim aquela nossa mania de pedir porque o outro também recebeu.

O pleito é justo? Perfeitamente.

A forma? Cada um tem um jeito de pedir. 

 

Olha a definição:

Associação é uma organização resultante da reunião legal entre duas ou mais pessoas, com ou sem personalidade jurídica, para a realização de um objetivo comum.

Olha o detalhe na definição:

Objetivo comum

 

O objetivo é comum a todos da indústria textil. Não pode ser secreto.

 

Se for, e nada for feito, melhor contratar umas carpideiras, pois faltarão lágrimas.

 

 

 

 

Recebí resposta da ABIT neste momento, da correspondencia trocada pela manhã, nos termos que segue:

Erivaldo,

Confirmei com a direção e realmente não há problema em divulgar esta informação.

 

ECO! Corretissimo. SdM

 

Ops, esqueci de perguntar:

A lista de pessoas que recebeu  a carta era grande, tá certo?

A todos foi pedido sigilo?

Então temos uma enorme lista secreta de pedido de sigilo?

Se isso não vazar podemos, neste país, fazer um plebiscito para escolher a cor do uniforme da policia secreta!

 

 

 

 

 

Responder à discussão

RSS

© 2021   Criado por Textile Industry.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço