Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XVI

Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XVI

Comissão aprova área de livre comércio em polo têxtil pernambucano

Dep. Domingos Neto (PSB-CE)
Domingos Neto: medida gerará mais emprego e renda na região.

A Comissão de Integração Nacional, Desenvolvimento Regional e Amazônia da Câmara dos Deputados aprovou, na quarta-feira (29), a criação de área de livre comércio na cidade de Santa Cruz do Capibaribe – capital do Polo de Confecções do Agreste Pernambucano. O texto aprovado é o Projeto de Lei 7834/14, do deputado José Augusto Maia (Pros-PE).

Relator na comissão, o deputado Domingos Neto (Pros-CE) defendeu a aprovação da proposta. Segundo ele, a área de livre comércio do agreste pernambucano estimulará atividades econômicas locais, sobretudo a indústria têxtil e os serviços relacionados ao parque de feiras “Moda Center Santa Cruz”, como alimentação e hospedagem. “A Zona Franca do Polo das Confecções poderá levar mais emprego e renda a Santa Cruz do Capiberibe”, disse Domingos Neto.

A proposta concede isenção do Imposto de Importação (II) e do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) a mercadorias estrangeiras, nacionais ou nacionalizadas que ingressarem na área de livre comércio. Os benefícios terão prazo de duração de 25 anos, contados a partir da instalação da medida.

Tramitação
O projeto, que tramita em caráter conclusivo, será analisado ainda pelas comissões de Desenvolvimento Econômico, Indústria e Comércio; de Finanças e Tributação; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Íntegra da proposta:

Reportagem – Murilo Souza
Edição – Marcelo Oliveira

Exibições: 716

Responder esta

Respostas a este tópico

Grande Tacada"

golaço!!!

 O projeto, que tramita em caráter conclusivo.

por que somente para santa cruzdo capiparibe? esta medida deveria se  extender para todos os polos texteis espalhados pelo Brasil. isto não resolve nada , cria sim mais uma zona de um previlegio, absurdo! Vou questinar os deputados Mineiros em relação a isto. 

Daqui a pouco vão cria em Goiania também... e o resto do pais que se f#$a!!!!! ou fica igual pra todo mundo ou vamos quebrar o pais com tanta bolsa familia.. por que eu não aguento mais tanto imposto e não vale mais apena criar empregos aqui no paraná....

" A proposta concede isenção do Imposto de Importação (II) e do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) a mercadorias estrangeiras ... que ingressarem na área de livre comércio "

Acham que isso é uma vantagem para as indústrias brasileiras ?  Pessoal ... vamos raciocinar um pouco ...

gostaria de saber aonde estavam os deputados da frente parlamentar da industria textil que deixaram ser aprovado  uma aberração destas. Este PL  é a institucionalização do contrabando, quem vai controlar isto? Sabemos que grande parte das empresas alí instaladas são informais e em sua maioria utilizam de escambo (pagam com borderô de cheques de terceiros) e não querem saber de receber mercadoria acompanhada de NF, como vai ficar isto?

Já enviei mail para os deputados Mineiros titulares na Comissão de Desenvolvimento Econômico, Indústria e Comércio, para minisfestarem sobre este assunto, espero que outros façam o mesmo.

Agora que estão sentindo que a indústria têxtil está próximo do fim isto vêm acontecendo a muito tempo
Plano de ação já imposto único só assim vamos crescer

Responder à discussão

RSS

© 2022   Criado por Textile Industry.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço