Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIII

Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIII

   Preciso de ajuda nessa categoria. Como deve ser remunerado? Há a necessidade de registro em carteira? Por gentileza, alguém que tiver experiência ou conhecimento de algum caso, compartilhe comigo. Desde já, grato pela sua atenção.

Exibições: 348

Responder esta

Respostas a este tópico

Ola boa noite.

Estou em Sao Paulo, trabalho com 11 oficinas caseiras

pago por peça ou seja a produçao rende muito mais e ainda fico livre do vinculo empregatiçio

se precisar de mais informaçao me ligue ou me envie email.

11991394648

rep.eficaz@yahoo.com.br

Juracy

José, depende muito do caso. Se for empregado remunerado mensalmente, selecionado colo proposta de emprego, que trabalhe com subordinação é empregado mesmo que trabalhe em casa. 

Mas também pode ser prestador de serviço, se fizer tudo por conta propria, recebendo por peça conforme a producao combinada. 

Enfim, depende da situação. Sugiro que consulte um advogado. Cuidado pq o "barato" pode sair caro.

Pois é José, como você não especifica se você precisa de alguém que vá costurar alguma coisa para você em sua casa, e ou se você quer que  alguém confeccione para você na casa dela, a melhor coisa seria você entrar em contato com o sindicato de sua cidade e ver com eles qual o valor para uma diarista em costura, ou qual o valor para peças faccionadas, e quais as responsabilidades que isso acarreta, assim você fica respaldado, para não cair em alguma irregularidade, afinal, como bem disse a Tatiana, o barato pode sair caro com certeza.

Boa sorte! 

   Agradeço a todos que colaboraram com suas respostas. Acho que vou consultar um advogado. Fiquei sabendo de um caso, onde uma costureira entrou com uma ação na justiça e após doze anos trabalhando como costureira domiciliar e, mesmo sendo estabelecido um valor x por peça, ela ganhou a ação e embolsou R$35.000,00 ... 



José Cláudio da Silva disse:

   Agradeço a todos que colaboraram com suas respostas. Acho que vou consultar um advogado. Fiquei sabendo de um caso, onde uma costureira entrou com uma ação na justiça e após doze anos trabalhando como costureira domiciliar e, mesmo sendo estabelecido um valor x por peça, ela ganhou a ação e embolsou R$35.000,00 ... 

Ola JOSÈ CLAUDIO me desculpe mas você não pode jugar todas iguais eu ja trabalho a 25 anos em costura e nunca me passou levar aguem para justiça se valor x for compative com o trabalho não tem o por que se não for é so não pegar para fazer agora se a pessoa trabalhou e o cara  sacaniar de não pagar  ela tem mais é fazer isso mesmo que trabalha tem que receber se for este motivo ta beijos  agora se você estiver precisando de costureira estou na aria é so entra em contato você sabe o que eu pensso obrigada cida 

Responder à discussão

RSS

© 2021   Criado por Textile Industry.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço