Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIV

Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIV

Rony Meisler criticou Oskar Metsavaht pelo Facebook e acusou a marca concorrente de plagiar Prada, Givenchy e Oestúdio

Imagem de desfiles publicada por Rony Meisler, dono da Reserva

Imagem de desfiles da Osklen e das grifes Prada, Givenchy e Oestúdio, publicada por Rony Meisler, com a sugestão de que a empresa de Oskar Metsavaht teria plagiado as outras marcas

São Paulo – O tempo fechou entre os empresários da moda Rony Meisler, dono da grife Reserva, e Oskar Metsavaht, criador da Osklen. Um comentário feito no final de semana por Metsavaht na rede social Instagram gerou revolta e culminou com uma acusação de plágio desferida por Meisler contra o dono da Osklen.

Em uma postagem em sua conta no Facebook, o dono da Reserva afirmou que seu colega e concorrente tentou denegrir sua imagem ao resgatar um caso antigo em que Meisler assumiu ter copiado uma jaqueta do estilista Junya Watanabe.

Em resposta, ele não só declarou que a verdadeira genialidade da Osklen vem da diretora de estilo Juliana Suassuna (e não de Metsavaht), como também disse que a grife já plagiou coleções da Prada, Givenchy e Oestúdio. Para sustentar sua teoria, Meisler postou junto com a alfinetada uma imagem em que compara as coleções supostamente plagiadas.

Contatada por EXAME.com, a Osklen emitiu uma breve nota lamentando o ocorrido e informando que, com a “tentativa de difamação” e as “inverdades, publicadas de forma agressiva”, a empresa encaminhou o caso para o departamento jurídico.

Começo da briga

A confusão teve início depois que Metsavaht escreveu em sua conta no Instagram as seguintes frases: “É dar espaço para marqueteiro de esquina. O povo adora ler estas coisas” e “O pior é a mídia que dá espaço”. Meisler considerou aquilo como uma afronta pessoal e rebateu as palavras em seu perfil no Facebook, junto com uma imagem que reproduzia o comentário do concorrente.

Na primeira postagem do dono da Reserva, ele disse que tais declarações demonstraram o incômodo do concorrente em relação à nova loja da marca de roupas femininas Eva, criada por Meisler em parceria com o apresentador Luciano Huck.

“Oskar repudia a imprensa e a Reserva pelo fato do espaço dado para a abertura da primeira loja de Eva no último Caderno Ela. Nesta matéria, ao explicar o produto de Eva, eu disse que existe um incosciente coletivo na moda nacional de que para se fazer roupa boa tem-se que necessariamente fazer roupas para dona de galeria de arte, que normalmente se vestem de forma minimalista, sem muitas cores. Por algum motivo doeu na alma do meu colega de mercado”, escreveu Meisler, entre outros comentários ácidos. A esposa de Rony Meisler também se manifestou e chegou a insultar Metsavaht, em outra publicação na rede social.

“A Osklen lamenta o episódio e espera que as pessoas teçam as suas próprias opiniões com responsabilidade. Diante da tentativa de difamação e de tantas inverdades, publicadas de forma agressiva, a marca encaminhou o caso para o seu departamento jurídico.”

http://exame.abril.com.br/estilo-de-vida/noticias/dono-da-grife-res...

Exibições: 2047

Responder esta

Respostas a este tópico

nunca comprei e nunca vou comprar nenhuma das duas, pois o talento da osklen vem dos milhoes que ele tem acesso e esta outra nem precisa comentar pois ja foi dito com quem ele se juntou

É lamentavel quando estes prosedimento vem de quem poderia dar o exemplo,..Enfim briga de cachorro ou mais menos grandes, acaba si ferindo mais nada de grave aplica si um curativo e logo esta tudo bem.

Disse tudo, Francisca!!

francisca gomes vieira disse:

nunca comprei e nunca vou comprar nenhuma das duas, pois o talento da osklen vem dos milhoes que ele tem acesso e esta outra nem precisa comentar pois ja foi dito com quem ele se juntou

“A Osklen lamenta o episódio e espera que as pessoas teçam as suas próprias opiniões com responsabilidade.

nunca tanta besteira, mais besteiras e fofcas que esta, sao os petista devedendo o genuino

nunca li tanta besteiras  e fofocas, com esta, pior que isso, so os idiotas dos petista devedendo o jose genuino meus deus.

Realmente está muito parecido mas isso não é exclusividade das marcas brasileiras não, mesmo eu não fazendo este tipo de trabalho eu recebo pedido para reproduzir desenhos de desfile e foto todo mês no estúdio e sei bem que o nosso mercado pede isso o tempo todo e são de importadores a confecções de ponta

A Itália vende desenho com a foto do desfile colada na bandeira a no mínimo 10 anos e isso empurra venda no mundo todo   

Agora o problema da Osklen vem sendo outro, eu também fui skatista eu tinha uma identificação com a marca muito grande, mas em algum momento se perdeu a ideia do skatista bem sucedido e ficamos com mais uma marca de cabeleireiro bem sucedido, nada contra mas a moda esta complicada para o hétero que não gosta do estilo Lacoste kkkk

Quem sai na rua de shortinhos branco agarrado no meio da coxa e camisa flúor estampada?

Eu trabalho com moda a 10 anos e juro pode ter mais 10 anos com isso no desfile e nem eu nem nenhum amigo meu vai sair na rua de borboleta rosa kkkk

Oskar chama logo o Bob Burnquist pra um churrasco e pede pra ele montar uma coleção vc perdeu o foco

Desculpe acordei de pá virada e mandei uma bronca na minha antiga marca preferida kkk

 

   

Bom com migo esta tudo bem obrigado!,...Isto é correto,eu ralo para descobrir o invizivel e quando ele é cocretizado o meu amigo do outro lado do mundo ganha!,..Quem aceita em seu estudio uma proposta de plagio não desculpe,...

Diante da tentativa de difamação e de tantas inverdades, publicadas de forma agressiva, a marca encaminhou o caso para o seu departamento jurídico.”

Responder à discussão

RSS

© 2021   Criado por Textile Industry.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço