Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIII

Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIII

Empresários do setor têxtil de Muriaé prometem retomar contratações

Depois de um primeiro semestre difícil para o setor têxtil, os empresários de Muriaé prometem retomar as contratações com o aumento na produção. Otimismo que pode ser explicado pelo recuo no preço do algodão.

Numa fábrica de chinelos e pijamas, quase 40% dos funcionários receberam folga. Tudo por causa da queda das vendas. Noutra empresa que produz roupa íntima masculina, o quadro de funcionários caiu de 400 para 240. E a produção também foi reduzida. Ao contrário das 45 mil peças diárias, a confecção agora fabrica 25 mil.

A alta no preço do algodão é apontada pelos empresários como grande vilã do setor. Em dois anos o preço do produto mais que dobrou, causando queda na produção e instabilidade econômica nas fábricas.

Se em 2009 as confecções compravam o quilo do algodão a R$ 5,90, no ano passado chegou a R$ 13,99. Agora em 2011, o preço do produto se estabilizou e está cotado, em média, a R$ 8,60.

Com isso, as fábricas já se preparam para voltar a crescer. Novas contratações já são planejadas para o segundo semestre e, consequentemente, um aumento na produção.

Fonte:|portalclick.com.br|

Exibições: 45

Responder esta

© 2021   Criado por Textile Industry.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço