Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIV

Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIV

Produção do setor caiu 14,9% em 2011, afetando a indústria em metade das regiões do país, incluindo Rio e SP

Indústria têxtil chinesa pode ter que pagar mais imposto para exportar para o Brasil

BRASÍLIA e RIO — O governo poderá estender ao setor de tecidos e confecções a elevação do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) para importados, como fez com automóveis. O alvo da medida de novo é a China, que vem inundando o mercado brasileiro com seus têxteis baratos e prejudicando a indústria nacional. Segundo técnicos da equipe econômica, o uso do IPI para proteger o mercado doméstico deu resultados no setor automotivo e, além dos têxteis, pode se estender a qualquer segmento afetado pela crise global e pela guerra cambial.

Os técnicos reconhecem que a alta do IPI de veículos importados foi uma medida polêmica e contestada por outros países. Integrantes da Organização Mundial do Comércio (OMC), como Austrália, Coreia do Sul, Colômbia e Estados Unidos, além da União Europeia, chegaram a pedir à delegação brasileira explicações sobre a medida, que visou a proteger a indústria nacional da competição dos importados mais baratos. Mas o entendimento é que o mundo está adotando medidas para fechar seus mercados, e o Brasil não pode se tornar refém nesse cenário.

A indústria têxtil brasileira foi uma das prejudicadas com a crise e a alta do real. Só em 2011 as importações de têxteis subiram 53% sobre o ano anterior, atingindo US$ 1,973 bilhão. A Ásia foi o maior fornecedor. No mês passado, as importações cresceram 72%. Como os carros, a maioria dos têxteis é tributada em 35% com o Imposto de Importação. Por isso, o caminho mais fácil é elevar o IPI da compra no exterior. Segundo graduada fonte do governo, ao restringir importações, o governo isenta das barreiras empresas interessadas em investir no Brasil. Para o presidente da Associação de Comércio Exterior do Brasil (AEB), José Augusto de Castro, o IPI maior de têxteis é um equívoco, como o de veículos:

— São medidas protecionistas. O governo ataca problemas e não causas. É preciso reduzir carga tributária e a burocracia.

Afetada por importados da China, a produção têxtil caiu 14,9% em 2011. Segundo o IBGE, o setor puxou para baixo a indústria em metade das 14 regiões pesquisadas, incluindo Rio, onde o segmento caiu 10,1% e São Paulo (-8,7%). No geral, a produção cresceu em 9 áreas, sendo seis acima da taxa nacional (0,3%). Minas e Rio cresceram 0,3%, e São Paulo só 0,2%. Os destaques foram Paraná (7%) e Espírito Santo (6,8%). O Ceará teve o pior resultado (-11,7%), com têxteis caindo 25%. O gerente do IBGE André Macedo diz que o Paraná cresceu puxado por veículos (29,9%) e edição (49,2%).

Fonte:|http://oglobo.globo.com/economia/governo-pode-subir-ipi-de-textil-d...

Exibições: 1094

Responder esta

Respostas a este tópico

Entendo que o governo quer dar um remédio para quem está na UTI, o que é louvável.
Gosto da ISONOMIA, e como a Indústria Têxtil é isenta de IPI, como o importado será onerado?
Mas como a isonomia não é respeitada em inúmeros bens importados, será usada agora?
Creio que os chineses e os argentinos usariam.

eu sou burro mesmo!!!! com todo este falatório, tinha absoluta certeza  que este mês cairia .....ate depois de março!!!!caramba, se falamos em """No mês passado, as importações cresceram 72%"" ....... APENAS  NAO TOMAMOS CIENCIA QUE QUEBRAMOS!!!!!NO PROXIMO MES SERÁ 100% ...120%.....300% 

por favor....e sempre tem imbecis falando  e falando ......dá para entender por qual motivo nao dá para acreditar em sintex, abitex, abit,fiesp.......POR FAVOR VAMOS FAZER UMA REVOLUÇÃO PACIFICA AGORA!!!!!!!VAMOS PARAR ESTES POLITICOS!!!!! VAMOS PARAR ESTE BRASIL E VAMOS EXIGIR O QUE É DE DIREITO PARA O BRASIL!!!!!PARA O POVO!!!! É PREFERIVEL PASSAR UM NOVO APURO AGORA, QUE REALMENTE MORRER!!!!!!!!!!

SRS PRESIDENTES DE SINDICATOS, por favor ....o momento está passando!!! é hora de agirmos!!!! parte do povo qualquer nova direção mais drastica que o país qtem que tomar!!! exigir desta corja de  corruptos, o que ja deveriam ter feito há tempo!!!!

o governo esquece que """em tempo de guerra  urubú é frango""""!!!  somente depende de nós povo!!!!

vamos esquecer cargas tributarias e cambio!!!! somente PARARMOS E EXIGIR DE IMEDIATO:


a) cotas 30% no maximo sobre o que se importou no ano passado!!!!

b)  licenças nao automaticas.....em todos os setores!!!!!SOMENTE APOS 90 DIAS NO  MINIMO!!!!!VAMOS RESOLVER ISTO DE UMA VEZ!!!!!!ACORDA BRASIL!!!!!!!!

conforme já dito em quase todos os assuntos!!!! E TBV ESTOU DE SACO CHEIO, DESCULPEM...MAS NAO DÁ PARA VER O BRASIL MORRER DESTA FORMA!!!!!A AÇÃO E ATITUDE TEM QUE3 SER NOSSA!!!!

ADALBERTO 19 9764 7960



TEM COISA MAIS IMPORTANTE PARA O GOVERNO....SE VAI TER CARNAVAL NA BAHIA!!!

 

GEORGES LOUIS

A grande questão dessa notícia é o termo "PODE".
O abandono já é um fato histórico, mas em relação a essa crise, há cerca de 2 anos estamos nessa lenga lenga, governo "PODE" isso, governo "PODE" aquilo, governo "PODE" aquilo outro, mas AÇÃO mesmo, tipo, governo FAZ isso, governo IMPLEMENTA aquilo, governo ADOTA essa medida, governo REDUZ carga tributária, governo MELHORA estrutura, governo DESBUROCRATIZA processos, governo ESTIMULA empreendedores, e etc..., NADA!!! NADA!!! NADA ACONTECE!!!
Parece mais uma notícia plantada na mídia para enganar trouxa. Para fazer de conta que tem preocupação com o setor.
Há cerca de um ano lançou com pompas o Plano Brasil Maior que está muito mais para engodo do que solução de qualquer coisa. Para muitas empresas, pasmem, elevou ainda mais a já "baixíssima" carga tributária.
Nesse tal "PODE" e de "PODE" em "PODE", acho que podemos acrescentar apenas mais uma letra para explicitar o que realmente o governo está fazendo:
- Empresas quebrando e fechando, e o governo "PHODE";
- Pessoas perdendo o emprego, e o governo "PHODE";
- Costureiras implorando por trabalho e desistindo da profissão, e o governo "PHODE";
- Estilistas e modelistas leiloando sua capacidade para conseguir algum vintém, e o governo "PHODE";
Traduzindo...

"O tempo passa e o governo 'PHODE' isso, o governo 'PHODE' aquilo... e com a inércia do governo estamos todos phodidos".

DA PRA ALGUEM OU ALGUM ORGÃO DAS INDUSTRIAS,PEDIR PRA REDUZIR A CARGA INTERNA,POIS REDUZINDO A CARGA INTERNA OU TIRANDO O IMPOSTO CASCATA QUE É PROIBIDO POR LEI,TUDO SE RESOLVE NA INDUSTRIA NACIONAL,UM PRODUTO DE CUSTO NA INDUSTRIA 20,00 FICA 125,00 VENDA FINAL.O ERRO ESTA AI,O TENIS NIKE É VENDIDO NO MUNDO TODO A US 100,NO BRASIL É US 400,QUEM TA ERRADO A NIKE OU O EFEITO CASCATA,O CONSUMO BRASILEIRO DA CLASSE B,NÃO ESTA MAIS NO BRASIL,EM VEZ DE BRIGAR,VÃO PRA MIAMI

COMPRAR,,,..

Ok, mas e os planos de defesa do setor como andam?

O que as entidades que representam os segmentos estão fazendo?

Como os  representados estão agindo?

Um amigo me dizia dia desses: Perdemos sempre, até para nosso choro usamos lenços chineses!

Há ou havia   uma mobilizaçao?

 

iVAN,

CADE A ABIT,ABVTEX E OUTRAS,OU O SINDICATO 

Ivan Postigo disse:

Ok, mas e os planos de defesa do setor como andam?

O que as entidades que representam os segmentos estão fazendo?

Como os  representados estão agindo?

Um amigo me dizia dia desses: Perdemos sempre, até para nosso choro usamos lenços chineses!

Há ou havia   uma mobilizaçao?

 

14,9%!!! Hahaha!

Pode dobrar que ainda vai ficar devendo.

Pais burro é assim mesmo.

E tome venda de materia prima pros olhinhos puxados.

A Dilma la tem peito de enfrenta-los?

Nem com aquele "corpinho".

Responder à discussão

RSS

© 2021   Criado por Textile Industry.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço