Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIII

Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIII

Governo quer suspender comercial de lingerie com Gisele Bündchen

Secretaria diz que recebeu seis reclamações contra a campanha da Hope.
Vídeos mostram a modelo usando a sensualidade para resolver problemas.


Propaganda da marca de lingeries Hope, com Gisele Bündchen (Foto: Reprodução)
Propaganda da marca de lingeries Hope, com
Gisele Bündchen (Foto: Reprodução)

A Secretaria de Políticas para as Mulheres (SPM) da Presidência da República enviou nesta terça-feira (27) um ofício ao Conselho Nacional de Autoregulamentação Publicitária (Conar) pedindo a suspensão de uma campanha da fabricante de roupas íntimas Hope, estrelada pela modelo Gisele Bündchen.

 

https://www.youtube.com/watch?v=hn8rDTdrS_U

Os vídeos da campanha, chamada “Hope Ensina”, mostram a modelo contando ao marido que bateu seu carro e estourou o limite do cartão de crédito. Primeiro, Gisele revela os problemas vestida com roupa e, na sequência, apenas de lingerie. A propaganda diz que a primeira maneira é errada e, a segunda, a correta. E incentiva as brasileiras a usar seu charme.

“‘Hope ensina’ é a campanha da empresa que ‘ensina’ como a sensualidade pode deixar qualquer homem ‘derretido’. Nela, a modelo Gisele Bundchen estimula as mulheres brasileiras a fazerem uso de seu 'charme' (exposição do corpo e insinuações) para amenizar possíveis reações de seus companheiros frente a incidentes do cotidiano”, diz nota divulgada pela SPM.

A secretaria afirma que sua ouvidoria recebeu seis reclamações de pessoas “indignadas” com a propaganda desde o dia 20, quando ela foi ao ar. Além do ofício ao Conar, a SPM também enviou documento ao diretor da Hope Lingerie, Sylvio Korytowski, “manifestando repúdio à campanha.”


“A propaganda promove o reforço do estereótipo equivocado da mulher como objeto sexual de seu marido e ignora os grandes avanços que temos alcançado para desconstruir práticas e pensamentos sexistas. Também apresenta conteúdo discriminatório contra a mulher, infringindo os artigos 1° e 5° da Constituição Federal”, completa a nota da SPM.

O Conar, por meio de sua assessoria de imprensa, disse que poderá dar uma resposta sobre o ofício da SPM somente no início da tarde.

 

 

Hope
Por meio de nota, a Hope disse que a propaganda teve o objetivo de mostrar, de forma bem-humorada, que a sensualidade natural da mulher brasileira pode ser uma arma eficaz no momento de dar uma má notícia e que, utilizando uma lingerie Hope, seu poder de convencimento seria ainda maior.

"Os exemplos nunca tiveram a intenção de parecer sexistas, mas sim, cotidianos de um casal. Bater o carro, extrapolar nas compras ou ter que receber uma nova pessoa em sua casa por tempo indeterminado são fatos desagradáveis que podem acontecer na vida de qualquer casal, seja o agente da ação homem ou mulher", disse a nota.

 

 

FONTE: G1

Exibições: 967

Responder esta

Respostas a este tópico

O mundo hipocritra, com tantos problemas muito maiores eestamos discutindo o tamanho da bala em meio a uma guerra tão grande, pela saude , educação etc etc etc

O De Gaulle estava certo !!!!!!!!

caramba! removeram o vídeo do Youtube!!

 

Que sacanagem!!!!

a propaganda foi incrivel, muito bem humorada, uma sacada divertida....uma pena realmente.

tem muitos politicos que vão ao puteiro e devem estar nessa baixaria
Lamentável esta decisão!!!Uma mulher muito bem resolvida, bem sucedida, não é uma propagando bem humorada que vai desvalorizá-la, a época da censura e ditadura já acabaram!!!Deveriam se preocupar mais com a quantidade de importados que estão matando o nosso setor e fechando várias indústrias e demitindo pessoas....precisamos de outras decisões sérias por parte do Governo!!!!

Quem dera se todas mulheres pudessem usar estes atributos para resolver conflitos matrimoniais, acho que teriamos menos divórcios e filhos criados com boa educação e com uma visão melhor de um futuro promissor, pois casais bem resolvidos, família bem estruturada.

Temos pendências bem maiores, que não depende só dos nossos governantes, mas da sociedade, que se olhassem um pouco para os lados e estende-se as mãos para ajudar o próximo, talvez nosso País estivesse melhor socialmente.

Responder à discussão

RSS

© 2021   Criado por Textile Industry.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço