Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIV

Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIV

Grifes do Rio Estão com as Coleções Prontas para as Feiras de Negócios

Rio-à-Porter, salão de negócios de moda e design oficial do Fashion Rio, e Fashion Business, maior feira do ramo da América Latina, prometem agitar o mercado da moda

Falta pouco para o início de dois importantes eventos de negócios de moda da capital fluminense. Este ano, pela primeira vez longe das passarelas do Fashion Rio, no Píer Mauá, o Rio-à-Porter levará, do próximo dia 10 até o dia 13 de janeiro, a coleção Inverno 2012 de marcas cariocas e fluminenses à Casa Firjan da Indústria Criativa, em Botafogo. Quase simultaneamente, a partir do dia 9 até o dia 13, outra bolsa de negócios de moda, o Fashion Business, promete aliar design e desenvolvimento socioeconômico no Jockey Club, na Gávea.

No Rio-à-Porter, a designer de tecidos Cristina Daher, da Cotton de Fadas, apresentará a nova coleção da marca: “O corpo que me veste”, com tecidos que fazem as vezes de pele, sangue e osso.

A inspiração é inusitada e veio das células microscópicas do corpo humano. Cristina conta que observou, num microscópio, mostras de tecido humano de sangue, pele e osso dispostas em lâminas; fotografou e passou os “desenhos” para o papel para, a seguir, estampar a coleção. Na modelagem, a designer enfatiza a criação de peças exclusivas que aliam modernidade e conforto.

“Procuramos simplificar, valorizar as estampas, mas tirar o desnecessário da roupa. Nossas peças vestem o corpo da mulher sem apertá-la”, salienta Cristina.

É possível ainda conferir na coleção alguns modelitos inspirados na década de 1970, que reafirmam a tendência retrô.“Temos a renda e peças que lembram os antigos mantôs”, aponta a estilista da marca, Elizabeth Moura.

Já uma novidade da Cotton de Fadas para o inverno é o couro vegetal (ecológico), presente em coletes, saias e jaquetas.

Quanto às cores, a designer Cristina Daher revela que abusou das aquarelas verde, marrom e magenta. Elizabeth Moura completa que, apesar de presente na coleção, a cor aparece nos tons queimados.

Outra marca de Niterói que irá expor no Rio-à-Porter é a Patuá, de bolsas e acessórios, da estilista Thatyana Amorim. A aposta da grife são os tons terrosos, como o camel, o café e o marrom, acompanhados de uma cor mais quente e vibrante, como o vermelho, e uma trama.“Busquei mixar propostas. O resultado foram peças com textura, sobreposição, matelassê e bordados. Procurei, por exemplo, quebrar um pouco a serenidade do algodão ou camurça em tons terrosos, com uma trama e uma cor forte”, diz.

A linha festa da marca traz ainda peças com um diferencial ecológico. As bolsas em couro de tilápia (espécie de peixe) são feitas em parceria com a ONG Mulheres do Salgueiro.

Já entre as marcas de Niterói participantes do Fashion Business está a Lode, confecção de roupas e acessórios do empresário Renato Nobre. A marca trará para a estação mais fria do ano elementos do estilo “Geek Chic”. É o que antecipa a estilista Bianca Ferraz.

Ela explica que o estilo geek lembra um pouco o do nerd do passado. Porém, com um cuidado maior na composição para um efeito ao mesmo tempo moderno, descolado e elegante. Entre os elementos que compõem o estilo estão as peças de alfaiataria, os óculos de grau com armações grossas e as bolsas do tipo carteiro, que conferem um ar mais colegial.

“Os geeks são pessoas obcecadas por tecnologia, assim como os nerds. A grande diferença é que, ao contrário dos últimos, não usam o computador para se isolar, mas para manter vínculos de amizades, pois são mais populares. Surgem com a expansão da internet e a democratização tecnológica. Hoje, com o acesso mais fácil a computadores de mão, iPads e notebooks, todo mundo está conectado”, define a estilista.

Segundo Nobre, entre as novidades da Lode para a coleção de inverno estão os tecidos planos (mais nobres), como o chiffon, cetim, tricoline, justamente para compor o estilo mais alinhado; e com estampas digitais, 100% exclusivas. Bianca Ferraz acrescenta que o color blocking sai de cena, mas a cartela colorida permanece, porém combinada com tons mais neutros e suaves. Bege, creme, nude, pastel, por exemplo, vêm acompanhados de estampas mais coloridas, mas acesas, como o rosa e o vermelho.

Saiba mais sobre os eventos:

Rio-à-Porter

O salão de negócios de moda e design oficial do Fashion Rio está de casa nova em sua 19ª edição: a Casa Firjan da Indústria Criativa, em Botafogo, onde, pela primeira vez, os expositores não estarão divididos em estandes definidos, ocupando todos os espaços dentro e fora do imóvel. O centenário palacete, em estilo francês, abrigará ainda restaurante e cápsulas das exposições que estarão no Fashion Rio. O evento conta com a participação de marcas integrantes dos Polos de Moda da Firjan. Do Polo de Niterói, figuram: Daniela Curvelo; Cotton de Fadas; S. Gabotto; e Patuá. De São Gonçalo: Usina; L. Santti; Sandra Bijoux; Suspirar e Due. O evento ocorre paralelamente ao Fashion Rio, que acontecerá de 10 a 14 de janeiro, e este ano abordará o tema “Sou Rio, essa bossa é nossa”.

Fashion Business

A 19ª edição Outono-Inverno do Senac Rio Fashion Business terá o tema “Verdejante”. A feira de negócios de moda, considerada a maior da América Latina, também terá a participação de micro e pequenas empresas fluminenses do segmento, que pertencem aos chamados Núcleos Criativos. Ao todo, serão apresentados 15 núcleos, com 78 marcas expositoras, que representam várias cidades, entre as quais Niterói, São Gonçalo e Petrópolis.

Fonte:|http://www.soumaisniteroi.com.br/noticias/39-cidade/10815-grifes-do...

Exibições: 159

Responder esta

© 2021   Criado por Textile Industry.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço