Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIV

Industria Textil e do Vestuário - Textile Industry - Ano XIV

Juta e Malva - Governo do Amazonas inaugura primeira parceria público-privada da Afeam

A indústria de beneficiamento de juta e malva iniciou a fase piloto de produção há três meses, com 208 empregos diretos, que devem no mínimo dobrar quando atingida a produção total.

Manaus - Resultado da primeira parceria público-privada envolvendo a Agência de Fomento do Estado do Amazonas (Afeam), a empresa Brasjuta será inaugurada nesta quarta-feira, dia 9 de novembro, às 10h, na avenida Guaruba, 200, Distrito Industrial zona sul de Manaus. A indústria de beneficiamento de juta e malva iniciou a fase piloto de produção há três meses, com 208 empregos diretos, que devem no mínimo dobrar quando atingida a produção total. O empreendimento beneficia diretamente 2.600 famílias de que cultivam as fibras do Estado.

A inauguração da fábrica fecha o ciclo de apoio à cadeia produtiva de juta e malva no Amazonas e segue política definida pelo governador Omar Aziz de incentivo ao setor primário. De 2003 até outubro deste ano, através da Afeam, o Governo do Estado investiu R$ 32,738 milhões no custeio da atividade junto aos pequenos produtores, para a aquisição de sementes e da safra e na industrialização.

O investimento na Brasjuta totaliza R$ 30 milhões, dos quais R$ 13,5 milhões são recursos provenientes da Afeam e os outros R$ 16,5 milhões do grupo MG, do empresário Mário Guerreiro. A Afeam é sócia do negócio com 45% das ações da empresa.

“É uma parceria público-privada, a primeira envolvendo uma agência de fomento e um grupo. Vamos participar do gerenciamento da empresa com um representante da Afeam nomeado para participar da gestão. Como é uma sociedade, parte dos lucros da empresa será revertido para a Afeam, para reforçar as ações de fomento”, explicou o diretor da Agência, Pedro Falabella.

Produção

A Brasjuta consome, por mês, cinco mil toneladas de fibras, que devem ser ampliadas com o aumento gradativo da produção nos próximos meses. Até dezembro, a indústria deverá dobrar o número de empregos diretos, segundo Falabella. A expectativa com a revitalização da produção é reduzir as importações brasileiras do produto da Índia.

A produção é abastecida com o cultivo de juta e malva no interior do Estado. De acordo com a Afeam, a produção de maior expressão dessas fibras é nos municípios de Iranduba, Manacapuru, Beruri, Anamã, Codajás, Manicoré, Tefé, Urucurituba, Coari, Manaquiri, Manicoré, Caapiranga, Careiro da Várzea, Parintins, Nhamundá e Manaus.

Na Brasjuta, a malva e a juta são processadas industrialmente para produção de telas e sacarias. Esse mesmo trabalho é feito na empresa Amazon Juta, que funciona desde 2003 em Manacapuru (a 68quilômetros de Manaus) e que teve financiamento de R$ 3 milhões da Afeam para entrar em operação. Atualmente, a unidade emprega 300 pessoas diretamente.

Na avaliação de Falabella, o fomento de iniciativas como a abertura da Brasjuta reforça o compromisso da Afeam de promover o desenvolvimento socioeconômico do Estado, gerando novas oportunidades de emprego e renda. Para ele, a inauguração da nova unidade marca a retomada da indústria de fibras no Estado que, nos tempos áureos, chegou a 90 mil toneladas ao ano de juta e malva.

Fonte:|http://www.d24am.com/noticias/amazonas/governo-do-amazonas-inaugura...

Exibições: 242

Responder esta

© 2021   Criado por Textile Industry.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço